O pulsar do campeonato – 4ª jornada

14 Abril, 2013 at 10:30 am Deixe um comentário

Templario - 11-04-2013

(“O Templário”, 11.04.2013)

Está verdadeiramente ao rubro o Campeonato da Divisão Principal, como não há memória nos anos mais recentes.

Efectivamente, se o Riachense conquistou com confortável vantagem os campeonatos de 2009 e 2010, tendo os de 2011 (vencido pelo Cartaxo) e 2012 (em que se sagrou Campeão Distrital o Alcanenense) sido disputados “a dois” (em ambos os casos com o Torres Novas a quedar-se pela ingrata segunda posição), este ano temos uma cerrada competição “a quatro”!

Quase a chegar ao final da primeira volta desta segunda e decisiva fase, e, na sequência dos desfechos da última ronda, a liderança é agora partilhada por um trio, com Riachense, Mação e At. Ouriense a disporem de um escasso ponto de vantagem sobre o Amiense. O que se traduz, neste momento, numa absoluta imprevisibilidade sobre qual equipa acabará por impor-se na recta final e conquistar o título.

Tal é o resultado do empate entre os “inseparáveis” Mação e Riachense (que não passaram do nulo no marcador) e do triunfo, pela margem mínima, com um único tento, do Amiense, na recepção ao anterior comandante isolado, At. Ouriense. No outro desafio da jornada, os tranquilos Fazendense e Benavente, em tempo de cumprimento de calendário, empataram também, a uma bola.

Ocasião para clarificar – ao invés do que, por lapso, aqui referi na passada semana – que a turma do Fazendense foi entretanto já eliminada da Taça Ribatejo, ao perder a partida das 1/2 Finais, realizada na Sexta-feira Santa, com o Amiense (a Final desta competição, a disputar no feriado de 1 de Maio, terá como oponentes precisamente os grupos de Amiais de Baixo e de Ourém).

Regressando à série de apuramento de Campeão, a atestar o seu extremo equilíbrio, o facto de, nos doze encontros já realizados terem sido marcados apenas 17 golos, assim como a inaudita situação de, com quatro jornadas disputadas, apenas uma equipa (At. Ouriense) ter já bisado a vitória, ao mesmo tempo que apenas outra formação (Amiense) mantém a invencibilidade – tendo ganho pela primeira vez, depois de empates nas três primeiras rondas.

Passando à série que mais interessará aos tomarenses, a de disputa de manutenção, confirmaram-se as expectativas que aqui havia pressagiado, com os triunfos de Pontével ante o Coruchense (mercê de um solitário golo), e do União de Tomar na Moçarria – enquanto, no outro jogo, Glória do Ribatejo e U. Abrantina empatavam a um –, contribuindo para que se comece a assistir a alguma tendência de definição das posições finais.

Com uma exibição segura, com o grupo a ganhar confiança e serenidade, o União de Tomar assumiu, desde início, a iniciativa do jogo, tendo sido sempre quem mais procurou o golo. Que, não obstante ter tardado a chegar – tendo o primeiro sido obtido já para além da hora de jogo, e, o segundo, novamente em período de compensação (como sucedera no confronto anterior, frente ao Glória do Ribatejo) – revelou uma equipa que nunca abdicou do objectivo da vitória e de lutar por tal desiderato, perante uma formação do Moçarriense a apostar no erro do adversário, em busca de partir para o contra-ataque.

Curiosamente, tendo o União atacado com bastante maior insistência, sobretudo na segunda parte, com o vento a favor, acabaria por vir a obter os seus dois tentos… em duas situações de contra-ataque rápido, com dois juniores (que, agora, jogam ao Sábado e ao Domingo!) a marcar: Michel e Romário.

Em função dos resultados apurados, o Pontével, 100% vitorioso, continua a liderar, mantendo três pontos de vantagem sobre o U. Tomar, com a U. Abrantina a seis. O Coruchense, primeira equipa que poderá estar abaixo da “linha de água”, está agora já seis pontos do União de Tomar, o que traduz da melhor forma como, em apenas duas jornadas, tudo pode mudar (de forma inversa ao que, aliás, tinha acontecido nas duas primeiras rondas com a formação de Coruche).

Por outro lado, na perspectiva de uma eventual promoção do Alcanenense ao futuro Campeonato de Seniores – e a turma de Alcanena conseguiu, neste fim-de-semana, ascender ao 3.º lugar na sua série da III Divisão, posição que lhe poderá vir a conferir tal objectivo –, caso em que apenas seriam despromovidos os dois últimos classificados, a vitória do União no terreno do Moçarriense deverá ter sido determinante, dado que coloca um já certamente intransponível fosso de dez pontos entre estas duas equipas, com o Glória do Ribatejo a manter-se na cauda da tabela classificativa, ainda um ponto abaixo em relação ao conjunto da Moçarria.

Com a próxima jornada, última da primeira volta, teremos oportunidade para mais alguns jogos de grande interesse, com destaque para o Riachense – Amiense, com o At. Ouriense a receber o Fazendense, enquanto o Mação terá difícil saída até Benavente.

Por seu lado, cumprindo o último jogo de interdição do Estádio Municipal de Tomar, o União receberá, ainda em casa emprestada, o Pontével – guia até agora absolutamente vitorioso, mas que não está ainda completamente a salvo de algum eventual imprevisto –, em que será importante continuar a somar pontos, prosseguindo na conquista da tranquilidade. Até porque, nos outros jogos da ronda, U. Abrantina e Coruchense, recebendo, respectivamente, as formações do Moçarriense e da Glória do Ribatejo, poderão, em caso de triunfo, “empurrar” desde já estas duas equipas para um cenário de despromoção praticamente irreversível.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 11 de Abril de 2013)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Liga dos Campeões e Liga Europa – Sorteio das 1/2 Finais Rali de Portugal 2013 – Classificação Final

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Abril 2013
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: