Archive for 2 Dezembro, 2009

Liga Europa – 5ª Jornada

BATE Borisov – Sergei Veremko, Aleksandr Yurevich, Sergei Sosnovski, Aleksandr Volodko, Maksim Bordachov, Dmitri Likhtarovich (61m – Maksim Skavysh), Aleksandr Pavlov (56m – Aleksandr Alumona), Sergei Krivets, Vitali Rodionov (79m – Hovannes Goaryan), Pavel Nekhaychik e Artyom Radkov 

BenficaBenfica – Júlio César, Maxi Pereira (90m – Ruben Amorim), David Luiz, Miguel Vítor, César Peixoto, Javi García, Ramires, Felipe Menezes, Fábio Coentrão (79m – Di María), Saviola (67m – Pablo Aimar) e Cardozo

0-1 – Saviola – 46m
0-2 – Fábio Coentrão – 63m
1-2 – Miguel Vítor (p.b.) – 68m

Cartões amarelos – Maksim Bordachov (70m) e Pavel Nekhaychik (80m); David Luiz (23m) e Ramires (84m)

Árbitro – Thomas Einwaller (Áustria)

Numa partida em que o Benfica apenas necessitava de um ponto para garantir matematicamente, e de forma antecipada, o apuramento para a fase seguinte da prova, a primeira parte seria jogada em toada “morna”, sem grandes eventos a registar, não obstante o predomínio benfiquista (com uma oportunidade de Cardozo, à passagem do quarto de hora).

Logo a abrir o segundo tempo, o Benfica chegaria à vantagem, por intermédio de Javier Saviola, com um excelente golo, colocando termo à resistência dos tetra-campeões da Bielorrussia.

A equipa portuguesa, sempre mais dominadora, ampliaria a marca, com um golo de Fábio Coentrão (que tivera já acção determinante no primeiro tento, e combinando novamente com Saviola), pouco antes de Miguel Vítor, num lance infeliz, ter marcado na própria baliza – na sequência de mais uma combinação entre a dupla Krivets e Sosnovski -, fixando o resultado em 2-1.

Daí até final, a equipa do BATE procuraria ainda evitar a derrota, mas sem efectivas ocasiões de perigo; o Benfica confirmava o triunfo, que lhe permite assegurar desde já a vitória no Grupo.

Grupo D

Sporting – Heerenveen – 1-1
Ventspils – Hertha Berlin – 0-1

1º Sporting, 11; 2º Hertha Berlin, 7; 3º Heerenveen, 5; 4º Ventspils, 3

Sporting garantiu já o apuramento para os 1/16 Final.

Grupo I

BATE Borisov – Benfica – 1-2
AEK Athens – Everton – 0-1

1º Benfica, 12; 2º Everton, 9; 3º BATE Borisov e AEK Athens, 4

Benfica e Everton garantiram  já o apuramento para os 1/16 Final.

Grupo L

Austria Wien – Athletic Bilbao – 0-3
Werder Bremen – Nacional – 4-1

1º Werder Bremen, 13; 2º Athletic Bilbao, 10; 3º Nacional e Austria Wien, 2

Werder Bremen e Athletic Bilbao garantiram  já o apuramento para os 1/16 Final.

(mais…)

2 Dezembro, 2009 at 10:14 pm Deixe um comentário

Blogosfera em 2009 (I)

Coincidindo com o primeiro dia do novo ano, J. M. Coutinho Ribeiro e José Carlos Pereira faziam a apresentação do “Marco 2009”,  anunciando «Olhares descomprometidos, mas interessados, sobre o Marco de Canaveses»; aos fundadores juntar-se-iam posteriormente António Santana e João Monteiro Lima.

Luís Paixão Martins, responsável de agência de comunicação, autor do blogue “Lugares Comuns”  anunciara entretanto a mais longa sabática da blogosfera, prometendo regressar após um ano: «Este blogue volta a falar a 1 de Janeiro de 2010»… Dado que a blogosfera tem “horror ao vazio”, seria criado, em Abril, o “Lugares Mesmo Comuns”, blogue das equipas da LPM.

A 2 de Janeiro Bruno Vieira Amaral iniciava a publicação do “Circo de Lama”, ao mesmo tempo que Paulo Pinto Mascarenhas (preparando o lançamento do novo jornal, i) anunciava a sua despedida dos blogues “Atlântico” e “31 da Armada”.

A cerca de uma semana de completar o terceiro aniversário, o blogue da “Atlântico” pouco mais de 24 horas resistiria a essa saída do seu fundador, decretando-se o seu fim a 4 de Janeiro.

A Juíza Desembargadora Adelina Barradas de Oliveira, lançava – num novo blogue, inserido na página online do Expresso, sob a denominação “Ré em causa própria” – «O blogue que fala de Direito e de linhas tortas»,  – a questão: «Será admissível a um juiz ter um blogue?».

Por esta altura, a Faixa de Gaza era objecto de bombardeamentos; o enviado especial da RTP, José Manuel Rosendo, transmitia-nos, em blogue, as imagens escritas e visuais dessas bombas sobre Gaza, assim como os seus retratos de guerra.

Após mais de um ano de paragem, o “Escola de Lavores”, blogue «onde mulheres da comunicação cosem outros retalhos das notícias», registava o seu regresso efectivo à actividade.

A 4 de Janeiro, João Villalobos e Luís Naves apresentavam “As penas do flamingo”, um «espaço para publicação de textos literários originais».

2 Dezembro, 2009 at 8:46 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2009
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.