Archive for 5 Maio, 2008

EXPO’98 – Memórias (V)

Bilhete 1 dia

5 Maio, 2008 at 7:50 pm Deixe um comentário

EXPO’98 – Fotos (V)

Jardim Água - Cascata

(Foto de João Gomes Mota, gentilmente cedida pelo autor)

5 Maio, 2008 at 4:10 pm Deixe um comentário

Petição contra o acordo ortográfico

“O texto do chamado Acordo sofre de inúmeras imprecisões, erros e ambiguidades – não tem condições para servir de base a qualquer proposta normativa.

É inaceitável a supressão da acentuação, bem como das impropriamente chamadas consoantes “mudas” – muitas das quais se lêem ou têm valor etimológico indispensável à boa compreensão das palavras.

Não faz sentido o carácter facultativo que no texto do Acordo se prevê em numerosos casos, gerando-se a confusão. […]”

P. S. Esta petição conta já com mais de 7 000 subscritores, cerca de metade dos quais apenas no dia de hoje.

5 Maio, 2008 at 11:11 am 8 comentários

EXPO’98 (V)

Em paralelo, a EXPO’98 ficaria também associada à reabilitação / reconversão de uma área de cerca de 330 hectares, localizada junto ao rio Tejo, na zona oriental de Lisboa (numa vasta área degradada e poluída, onde estavam instalados contentores petrolíferos, armazéns militares, um matadouro e até uma lixeira) – a par de grandes obras públicas como a Ponte Vasco da Gama, nova linha de Metropolitano e a Gare do Oriente.

A área da exposição propriamente dita tinha uma frente ribeirinha de cerca de 2 km de extensão, numa área de mais de 70 hectares, segmentada por dois grandes eixos ortogonais, a Alameda dos Oceanos, na direcção Norte-Sul (com duas portas nos topos Norte e Sul); e a ligação a partir da Gare do Oriente – num recinto vedado, abrindo diariamente as portas às 9 horas, com os pavilhões abertos das 10 horas até às 20 horas.

Mapa recinto Expo
(imagem via http://www.parquedasnacoes.pt/images/mapa_recinto_expo.jpg)

A água constituiu o elemento chave da EXPO’98, assumindo funções lúdicas e estéticas, expressas em jogos de água, fontes e lagos, integrados em alamedas, largos e jardins.

Os pavilhões agrupavam-se em cinco áreas: Internacional Norte (actual localização da Feira Internacional de Lisboa); Internacional Sul; Organizações Internacionais; Organizações Nacionais; e Empresas.

O recinto da exposição dispunha de 4 entradas: Porta Norte (da autoria do arquitecto Manuel Tainha), Porta do Mar (Sul – da autoria dos arquitectos Manuel Graça Dias e Egas José Vieira, tendo como ex-libris a Torre da Petrogal), Porta do Sol (da autoria do arquitecto Daciano Costa – Estação do Oriente / actual Centro Vasco da Gama) e Porta do Tejo (da autoria da arquitecta Lívia Tirone – acesso por via fluvial).

Foram emitidos bilhetes: (i) de um dia (5 000$00 – cerca de 25 €); (ii) três dias (12 500$00 – cerca de 62,50 €); assim como (iii) bilhetes diários apenas para a parte da noite (a partir das 20 horas, pelo preço de 2 500$00 – cerca de 12,50 €).

Existia igualmente a possibilidade de aquisição de um passe livre com acesso ilimitado à exposição durante três meses (50 000$00 – cerca de 250 €); ou, apenas para a noite, por um preço de 25 000$00 (cerca de 125 €).

A Swatch lançou também, especialmente para o evento, um relógio, modelo Adamastor, com um dispositivo computorizado (chip) válido por um dia (recarregável), com o preço de 13 300$00.

Referências bibliográficas
– “Guia Oficial da EXPO’98”
http://www.parquedasnacoes.pt/pt/expo98/default.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/Expo_98
http://www.civilium.net/infocil/expo98.shtml
http://www.bie-paris.org/

5 Maio, 2008 at 8:02 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Maio 2008
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.