Kimi Raikkonen Campeão do Mundo de Fórmula 1 – 2007

21 Outubro, 2007 at 6:32 pm Deixe um comentário

De forma absolutamente imprevista, o finlandês Kimi Raikkonen, ao volante de um Ferrari, acaba de sagrar-se Campeão do Mundo de Fórmula 1, ao vencer a última prova da época, o Grande Prémio do Brasil, superando os concorrentes da McLaren, o espanhol Fernando Alonso (3º na prova) e o inglês Lewis Hamilton (apenas 7º classificado, a 1 volta do vencedor!).

Na classificação geral final, Kimmi Raikkonen somou 110 pontos, contra 109 de Lewis Hamilton e Fernando Alonso!

Na partida, Felipe Massa (que conquistara a pole) manteve a liderança, enquanto Raikonnen e Alonso ultrapassavam Hamilton logo na primeira curva; o inglês, procurando ripostar de imediato, acabaria por sair largo, sendo ultrapassado por vários pilotos, vendo-se então relegado para a 8ª posição, tendo conseguido ainda recuperar uma posição após a primeira curva.

Na 4ª volta, Hamilton cometeria novo erro, saindo largo novamente, ao pressionar Heidfeld na disputa do 6º lugar… que alcançaria na 7ª volta. Até que, na volta seguinte, abrandando subitamente (com problemas de transmissão numa passagem de caixa), seria ultrapassado por inúmeros concorrentes, caindo para a 18ª posição!

Numa corrida desesperada, em busca do 5º lugar, Hamilton apenas conseguiria subir uma posição à 11ª volta, passando para 16º na volta 13; 15º na volta 15; 12º na volta 16; 11º na volta 18; chegando a 10º à 23ª volta. Apenas conseguiria atingir o 9º lugar na 34ª volta.

Entretanto, numa prova em que a Ferrari patenteava uma clara superioridade, com Felipe Massa a liderar, à frente de Raikonnen, era Alonso (3º) que se perfilava como candidato a tri-Campeão Mundial… até à 50ª volta, em que, na sequência das paragens nas boxes, Raikkonen, assumindo a liderança da prova, assumia também o comando do Campeonato.

Numa fase em que as esperanças eram já remotas, Hamilton entraria nos pontos à volta 59, a 12 do termo da corrida, para, finalmente, se posicionar em 7º lugar a partir da 64ª volta.

Raikkonen, com 6 vitórias durante a época acaba por conquistar meritoriamente o título, face a apenas 4 vitórias de Hamilton e de Alonso (tendo Felipe Massa triunfado nas restantes 3 provas).

Outro finlandês, Heikki Kovalainen, abandonando na última prova do seu ano de estreia, não conseguiu superar o record de Tiago Monteiro (16 provas consecutivas finalizadas por um estreante) que igualara no Grande Prémio da China; o português é também titular de outro record, em parceria com Michael Schumacher, o de mais provas concluídas numa temporada (18).

Lista dos pilotos Campeões Mundiais: Nino Farina (1950), Juan Manuel Fangio (1951, 1954, 1955, 1956 e 1957), Alberto Ascari (1952 e 1953), Mike Hawthorn (1958), Jack Brabham (1959, 1960 e 1966), Phil Hill (1961), Graham Hill (1962 e 1968), Jim Clark (1963 e 1965), John Surtees (1964), Denny Hulme (1967), Jackie Stewart (1969, 1971 e 1973), Jochen Rindt (1970), Emerson Fittipaldi (1972 e 1974), Niki Lauda (1975, 1977 e 1984), James Hunt (1976), Mario Andretti (1978), Jody Scheckter (1979), Alan Jones (1980), Nelson Piquet (1981, 1983 e 1987), Keke Rosberg (1982), Alain Prost (1985, 1986, 1989 e 1993), Ayrton Senna (1988, 1990 e 1991), Nigel Mansell (1992), Michael Schumacher (1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004), Damon Hill (1996), Jacques Villeneuve (1997), Mika Hakinnen (1998 e 1999), Fernando Alonso (2005 e 2006) e Kimi Raikonnen (2007).

Classificação Final do Mundial de Pilotos

1º Kimi Raikkonen (Finlândia) – Ferrari – 110
2º Lewis Hamilton (Inglaterra) – McLaren-Mercedes – 109
3º Fernando Alonso (Espanha) – McLaren-Mercedes – 109
4º Felipe Massa (Brasil) – Ferrari – 94
5º Nick Heidfeld (Alemanha) – BMW – 61
6º Robert Kubica (Polónia) – BMW – 39
7º Heikki Kovalainen (Finlândia) – Renault – 30
8º Giancarlo Fisichella (Itália) – Renault – 21
9º Nico Rosberg (Finlândia) – Williams-Toyota – 20
10º David Coulthard (Escócia) – Red Bull-Renault – 14
11º Alexander Wurz (Áustria) – Williams-Toyota – 13
12º Mark Webber (Austrália) – Red Bull-Renault – 10
13º Jarno Trulli (Itália) – Toyota – 8
14º Sebastian Vettel (Alemanha) – Toro Rosso-Ferrari – 6
15º Jenson Button (Inglaterra) – Honda – 6
16º Ralf Schumacher (Alemanha) – Toyota – 5
17º Takuma Sato (Japão) – Super Aguri-Honda – 4
18º Vitantonio Liuzzi (Itália) – Toro Rosso-Ferrari – 3
19º Adrian Sutil (Alemanha) – Spyker-Ferrari – 1

Classificação Final do Mundial de Construtores
1º Ferrari – 204
2º BMW – 101
3º Renault – 51
4º Williams-Toyota – 33
5º Red Bull-Renault – 24
6º Toyota – 13
7º Toro Rosso-Ferrari – 8
8º Honda – 6
9º Super Aguri-Honda – 4
10º Spyker-Ferrari – 1

A McLaren-Mercedes foi punida com a retirada dos pontos conquistados pelos seus pilotos, devido ao caso de “espionagem” relativamente à equipa Ferrari.

Anúncios

Entry filed under: Desporto.

Taça da Liga – 1/4 Final (1ª mão) Título Mundial de Raikonnen suspenso pela FIA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2007
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: