NOVO AEROPORTO – ESTUDO DA CIP

11 Junho, 2007 at 9:36 pm 2 comentários

Nova proposta de localização, em Alcochete.

“As principais vantagens que ressaltam desde logo deste relatório intercalar podem resumir-se nos seguintes aspectos:

– A distância das diversas implantações estudadas encontra-se entre 28 e 36 km de Lisboa.

– Redução do custo do aeroporto e do sistema integrado de acessibilidades (travessia do Tejo, redes ferroviária e rodoviária) estimado em 3.000 M€.

– Redução do prazo de construção possibilitando a entrada em serviço significativamente mais cedo com minimização dos custos do investimento inicial e dos imprevistos técnicos.

– Terrenos propriedade do Estado totalizando cerca de 7500 Ha para projectos futuros e de ampliação, livres de especulação.

– O desenvolvimento regional do Centro e Oeste é beneficiado através de auto-estradas e pontes já existentes ou projectadas com o tempo de trajecto entre este local e a OTA de apenas 15 minutos”.

(via Tugir)

Entry filed under: Sociedade.

EURO SUB-21 2007 – GRUPO B – 1ª JORNADA 6 BILIÕES DE OUTROS

2 comentários Add your own

  • 1. Roberto  |  12 Junho, 2007 às 4:48 pm

    E a hipótese Portela+1 não merece ser bem estudada?
    Para quê gastar milhares de milhões antes de aproveitar tudo o que temos?

    http://www.petitiononline.com/naoaerop/petition.html

    Responder
  • 2. Salvador Nogueira  |  13 Junho, 2007 às 9:13 pm

    (P/CONHECIMENTO -dirigido a Carlos Borrego / UnivAveiro- )

    Sr. Prof.
    vista a sua entrevista no Público de 13JUN, cabe-me dizer que a ideia de Alcochete não foi da CIP nem, seguidamente, terá a Universidade de Aveiro ‘descoberto o C.T.Alcochete, foi iniciativa minha, há cerca de dois anos
    1 porque conheço a zona
    2 porque conheço a Ota
    (porque conheço e habito em Lisboa e ‘na lezíria ribatejana’ em geral)
    e
    porque tendo sobrevoado ambas, documentei e divulguei, dirigidos a jornais e ‘na internet’ os apontamentos de informação que a sua entrevista divulga (e outros) e que, nos últimos dois anos, e não ‘há cerca de dois meses e meio’ como indicia, foram servindo de suporte de opinião e teriam assim também aí chegado.
    Lembra-se de uma fotografia aérea que mostra a área destinada à Ota alagável? Pois bem, foi feita por mim, no meu avião e gentil e anonimamente disponibilizada em abono de uma revisão de projecto desejável, tal como todos as outros curtos documentos que preparei. Um anonimato que manteria não fora a usurpação da iniciativa que agora, aqui, denuncio e que gostaria que tivesse em conta.

    Com os meus cumprimentos
    Salvador Nogueira

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2007
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: