Archive for 22 Novembro, 2006

LIGA DOS CAMPEÕES – 5ª JORNADA (ACT.)

GRUPO B           Jg  V  E  D   G   Pt 
1 Bayern      Bayern  5  3  2  -  9-2  11 
2 Inter       Inter  5  3  -  2  4-4   9 
3 Sporting    Sporting  5  1  2  2  2-3   5 
4 Sp.Moscovo  Sp. Moscovo  5  -  2  3  4-10  2     

Sporting-Inter_______________1-0 / 0-1 
Bayern-Sp.Moscovo____________4-0 / 2-2 
Inter-Bayern_________________0-2 / ___ 
Sp. Moscovo-Sporting_________1-1 / ___ 
Inter-Sp. Moscovo____________2-1 / 1-0 
Sporting-Bayern______________0-1 / 0-0

GRUPO F           Jg  V  E  D   G   Pt 
1 Celtic      Celtic  5  3  -  2  7-6   9 
2 M. United   M. United  5  3  -  2  7-4   9 
3 Benfica     Benfica  5  2  1  2  6-5   7 
4 Copenhaga   Copenhaga  5  1  1  3  2-7   4     

M. United-Celtic_____________3-2 / 0-1 
Copenhaga-Benfica____________0-0 / 1-3 
Benfica-M. United____________0-1 / ___ 
Celtic-Copenhaga_____________1-0 / ___ 
Celtic-Benfica_______________3-0 / 0-3 
M.United-Copenhaga___________3-0 / 0-1

GRUPO G           Jg  V  E  D   G   Pt 
1 Arsenal     Arsenal  5  3  1  1  7-3  10 
2 FC Porto    FC Porto  5  3  1  1  9-4  10 
3 CSKA Mosc.  CSKA Moscovo  5  2  2  1  2-2   8 
4 Hamburgo    Hamburgo  5  -  -  5  4-13  -     

FC Porto-CSKA Moscovo________0-0 / 2-0 
Hamburgo-Arsenal_____________1-2 / 1-3 
Arsenal-Porto________________2-0 / ___ 
CSKA Moscovo-Hamburgo________1-0 / ___ 
CSKA Moscovo-Arsenal_________1-0 / 0-0 
FC Porto-Hamburgo____________4-1 / 3-1

Com a confiança proporcionada por um golo ainda antes dos 2 minutos, numa boa jogada concluída por Quaresma, o FC Porto, sempre bastante rigoroso no controlo do jogo, conquistou uma excelente vitória em Moscovo, frente ao CSKA (anterior líder invicto).

A margem hoje alcançada, com a vitória por 2-0 (segundo golo, de Lucho Gonzalez) possibilita à equipa portuguesa adquirir vantagem na luta pelo apuramento para os 1/8 Final da Liga dos Campeões Europeus, necessitando apenas de um empate na derradeira jornada (podendo mesmo perder, desde que a equipa russa não ganhe em Hamburgo).


O Benfica conquistou hoje uma clara vitória, numa exibição paupérrima, frente a um frágil adversário.

Entrando muito lenta na partida, falha de ideias, a equipa portuguesa parecia surgir em campo sem motivação ou objectivos.

Só que, beneficiando desta vez da fortuna que lhe tem faltado noutras ocasiões, no espaço de dois minutos, nas duas primeiras jogadas ofensivas dignas desse nome, aos 14 e 16 minutos, viu-se “repentinamente” a ganhar por 2-0 e, desde logo, com a vitória “garantida”.

A equipa dinamarquesa, sem argumentos técnicos, não “baixou a guarda”, continuou a defender em bloco, procurando aqui e ali, por via de lances de bola parada, chegar à baliza do Benfica. Mas, em mais uma investida benfiquista, numa das melhores jogadas do encontro, chegava o 3-0.

Pensou-se que seria possível (e inevitável) a goleada… só que, continuando a denotar falta de confiança, a par de repetida insegurança defensiva, parecendo “jogar sobre brasas”, o Benfica esteve praticamente “ausente” da partida na segunda parte, limitando-se a gerir a vantagem, sem aproveitar a subida no terreno da equipa da Dinamarca que, porfiando, acabou por alcançar um merecido golo de honra.

O Benfica, não obstante o jogo muito denunciado poderia – dada a diferença de classe entre as duas formações – ter obtido mais 2 ou 3 golos, mas tal eventualidade colocaria uma expressão no marcador de todo não condizente com a sua exibição neste encontro.

Com a vitória do Celtic frente ao Manchester United (desperdiçando a equipa inglesa uma grande penalidade no último minuto da partida), os escoceses garantem a qualificação para os 1/8 Final.

Benfica e Manchester decidirão, pelo segundo ano consecutivo, o apuramento, sendo que, mais uma vez, um deles ficará de fora da Liga dos Campeões (prosseguindo para a Taça UEFA). Será possível ao Benfica repetir – desta vez, fora de casa – a proeza da época passada, alcançando a vitória que lhe proporcionaria a qualificação?

Benfica – Quim , Nélson, Anderson, Ricardo Rocha e Léo; Petit, Katsouranis (86m – Mantorras), Nuno Assis (80m – Karagounis), Simão Sabrosa, Nuno Gomes e Fabrizio Miccoli (70m – Andrei Karyaka)

Copenhaga – Jesper Christiansen, Lars Jacobsen, Michael Gravgaard, Brede Hangeland, Oscar Wendt (80m – Martin Bergvold), Michael Silberbauer (59m – William Kvist), Tobias Linderoth, Hjalte Nørregaard (59m – Fredrik Berglund), Atiba Hutchinson, Jesper Grønkjær e Marcus Allbäck

1-0 – Léo – 14 m
2-0 – Miccoli – 16 m
3-0 – Miccoli – 37m
3-1 – Marcus Allbäck – 89m

Amarelos – Miccoli (27m) e Nélson (90m); Tobias Linderoth (24m), Michael Silberbauer (27m) e Oscar Wendt (74m)

Árbitro – Roberto Rosetti (Itália)


Depois das vitórias de ontem de FC Porto e Benfica, o Sporting deslocou-se hoje a Milão, onde defrontou o Inter.

Sem a felicidade da partida, obrigado a fazer duas substituições por lesão ainda na fase inicial da partida, o Sporting não conseguiu – não obstante uma oportunidade de Alecsandro perto do final do encontro – responder ao golo de Crespo que qualifica o Inter para os 1/8 Final, restando assim à equipa portuguesa apenas a possibilidade de se qualificar para a Taça UEFA, para o que terá de empatar na última jornada (em Alvalade) com o Spartak de Moscovo.


Concluída a 5ª jornada, são já conhecidas 10 das 16 equipas apuradas para os 1/8 Final: Chelsea, Bayern Munique, Inter, Liverpool, PSV Eindhoven, Valencia, Lyon, Real Madrid, Celtic e AC Milan.

As 6 vagas em disputa serão definidas da seguinte forma, na 6ª e última jornada desta Fase de Grupos:

(i) no Grupo A, o Barcelona necessita vencer o Werden Bremen para se apurar; caso contrário, o Campeão Europeu em título transitaria para a Taça UEFA;

(ii) No Grupo D, Roma (7 pontos – recebendo o Valencia) e Shaktior Donetsk (5 pontos – que se desloca ao terreno do Olympiakos) disputam o 2º e 3º lugares; em caso de igualdade a 8 pontos, a vantagem pertence à Roma;

(iii) No Grupo F, o Benfica necessita vencer em Manchester United para evitar passar para a Taça UEFA;

(iv) No Grupo G, o FC Porto necessita apenas de empatar para se qualificar (desde que o CSKA Moscovo vença em Hamburgo); caso os russos não alcancem a vitória, Arsenal e FC Porto serão as equipas qualificadas;

(v) No Grupo H, AEK (7 pontos – que defrontará o Anderlecht na Bélgica) e Lille (6 pontos – que terá de ir a Milão) disputam o 2º e 3º lugares; em caso de empate a 7 pontos, a vantagem pertence ao Lille.

22 Novembro, 2006 at 9:59 pm Deixe um comentário

“LIVROS EM DESASSOSSEGO”

A sessão de Novembro dos Livros em Desassossego vai debater o papel do Estado na cultura.

Participam na discussão a ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, o cineasta José Fonseca e Costa, que tem em sala o filme Viúva Rica Solteira Não Fica, e o coreógrafo Rui Horta, responsável pelo projecto Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo. O painel é completado pela presença da editora Zita Seabra (Alêtheia), que vai falar de três livros recentes que não editou mas gostaria de ter editado, e do escritor Urbano Tavares Rodrigues, que apresentará o seu novo romance, Ao Contrário das Ondas (D. Quixote).

Excepcionalmente, a edição de Novembro não se realiza, como é habitual, na última quinta-feira do mês. Desta vez, os Livros em Desassossego acontecem uma semana mais cedo, na Casa Fernando Pessoa, quinta-feira, dia 23, com início, como habitualmente, às 21h30 e a moderação de Carlos Vaz Marques. A entrada é livre.

22 Novembro, 2006 at 3:42 pm Deixe um comentário

BLOGOSFERA EM 2006 (III)

A 2 de Fevereiro, o Proximizade, lançado 3 meses antes, registava um “passar de testemunho”: porque “não podemos ficar insensíveis nem indiferentes aos que de (quase) tudo necessitam“; infelizmente, este projecto de solidariedade via blogosfera acabaria por ver a sua actividade suspensa.

O mesmo dia marca o início da colaboração de João Morgado Fernandes no Mau tempo no canil, a qual se prolongaria até 25 de Abril (não obstante a “despedida” apenas a 25 de Agosto).

A 5 de Fevereiro, dá-se outra “passagem de testemunho”, na plataforma weblog.com.pt, com a sua transmissão para a esfera do portal aeiou.pt.

No dia 6, João Pedro da Costa – deixando o Aspirina B – regressava ao Ruínas Circulares, não obstante alguma irregularidade na sua publicação.

Quase três anos antes, Pedro Rolo Duarte “insurgia-se” contra alguns blogues, de “bloggers” que dispunham já de outros fóruns para expor as suas ideias. No dia 8, em texto publicado no Diário de Notícias, faria um “mea culpa”, referindo inclusivamente a vontade de criar o seu próprio blogue!

“Dois anos depois (e muita pancada levada em tudo o que era blogue nacional, como se tivesse criticado o meio em si, o que obviamente não sucedeu…), no momento em que vejo Vasco Pulido Valente chegar à blogoesfera, não resta palavra sobre palavra desse meu texto. Engoli-as todas, uma a uma, humildemente. Confesso que há sempre um bom bocado do meu dia que é passado a saltitar de blogue em blogue, lendo o que pensam aqueles que respeito ou admiro, ou descobrindo talentos desconhecidos. Tenho a minha lista de favoritos. E já tive, heresia das heresias, a tentação de criar o meu próprio blogue…”

Viria a protagonizar, a partir de 15 de Maio, um programa diário na Antena 1, sobre a blogosfera: “Janela Indiscreta”!

22 Novembro, 2006 at 8:10 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2006
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.