Archive for 5 Setembro, 2006

SÉRGIO PAULINHO VENCE ETAPA DA “VUELTA”

O jovem ciclista português Sérgio Paulinho (vice-campeão olímpico) sagrou-se hoje vencedor da 10ª etapa da “Vuelta” à Espanha em bicicleta, com termo no Museo de Altamira (Santillana del Mar), na sequência de um vitorioso ataque a menos de 1 km da meta, isolando-se do grupo de cerca de 18 fugitivos ao pelotão, relativamente ao qual obteve uma vantagem de cerca de 3 minutos.

Sérgio Paulinho subiu assim do 18º ao 10º lugar da classificação geral, encontrando-se agora a apenas 3.42 m do líder da prova, o espanhol Alejandro Valverde.

5 Setembro, 2006 at 7:45 pm 1 comentário

U. TOMAR – 1971-72 (I)

NascimentoKikiFaustino

5 Setembro, 2006 at 6:10 pm Deixe um comentário

5 DIAS, 5 LIVROS (II) – "O CLUBE DUMAS"

O Clube DumasArturo Pérez Reverte, escritor espanhol nascido em Cartagena em 1951, foi jornalista durante cerca de 20 anos, tendo acompanhado, como repórter de guerra, os conflitos no Chipre, Líbano, Eritreia, Saara, Malvinas, El Salvador, Nicarágua, Angola e Moçambique.

Em Portugal encontram-se publicados os seus romances: O Mestre de Esgrima (Asa), O Cemitério dos Barcos sem Nome (Asa e Círculo de Leitores), O Clube Dumas (Dom Quixote e Círculo de Leitores), A Tábua de Flandres (Dom Quixote), A Pele do Tambor e Território Comanche (Presença).

“O Clube Dumas” (obra na qual se baseou a adaptação cinematográfica de “A Nona Porta”) é um “livro sobre livros”; uma entusiasmante narrativa, com uma mescla de romance de aventura, história policial e de mistério, conduz-nos na descoberta de um enigma por entre um conjunto de estranhos e misteriosos personagens, desde bibliófilos obsessivos, a seguidores do demónio, para além da inevitável “mulher fatal”.

Lucas Corso, um “detective mercenário”, especialista na busca de livros e edições raras, trabalhando por “encomenda” de coleccionadores e antiquários abastados, vagueando desde Madrid a Sintra, passando ainda por Toledo e Paris, vê-se na pista do livro “As Nove Portas do Reino das Sombras” (uma obra do século XVII, alegadamente contendo o segredo para invocar o demónio), tendo ainda a árdua missão de distinguir, de entre duas cópias existentes, qual a autêntica, com base na comparação das respectivas ilustrações.

Nas suas deambulações, repletas de inesperados “volte-face”, à medida que se vê confrontado com o terror de alguns homicídios, acaba por descobrir que é a sua própria vida que se encontra também ameaçada.

Ao longo da narrativa, o autor, potenciando a sua “erudição”, aproveita ainda para nos cativar com um “jogo de sedução” envolvendo as personagens de “Os Três Mosqueteiros”, de Alexandre Dumas.

5 Setembro, 2006 at 8:56 am Deixe um comentário

10

5 Setembro, 2006 at 8:29 am 2 comentários


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Setembro 2006
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.