1, 2, 3, 4, 5, 6, 7! NASCE O MITO ARMSTRONG

24 Julho, 2005 at 4:42 pm

O record de Anquetil, Merckx, Hinault e Indurain (5 vitórias no “Tour de France”) já havia ficado para trás no ano passado; hoje, Lance Armstrong encerrou a sua carreira de ciclista com “chave de ouro”, conquistando a 7ª vitória consecutiva na Volta a França em Bicicleta, assim entrando na lenda do desporto.

Imbatível desde 1999, Armstrong fez, neste seu “Tour de despedida”, uma prova confiante, serena, tranquila, convicto de que, mais uma vez, a vitória não lhe escaparia.

Apenas Ivan Basso tentou ameaçar o seu domínio, mas o norte-americano respondeu sempre que foi necessário, para, com naturalidade, se impor no seu “terreno”, o dos contra-relógios, em que apenas Jan Ullrich com ele pode competir.

Foi uma excelente prova – a mais rápida de sempre! (média de 41,650 km/h) -, em que, por várias vezes, foi possível assistir, nas etapas de montanha, à épica luta dos três melhores ciclistas mundiais da actualidade, quase sempre isolados na fase final das etapas, sendo normalmente Ullrich a ceder perante os dois rivais, acabando assim por se fixar no 3º lugar (depois de 1 vitória, 5 segundos lugares e da 4ª posição do ano anterior).

No pós-Armstrong, o italiano Ivan Basso (já 3º classificado em 2004) parece surgir agora como o mais forte candidato à sua “sucessão”… mas isso ficará para vermos em 2006.

O português José Azevedo, depois da magnífica prova do ano passado, acompanhando sempre o seu chefe-de-fila (Armstrong) até final das etapas, com um brilhante 5º lugar na classificação final, realizou este ano uma prova mais sombria, quedando-se na 30ª posição.

Classificação final:

1º Lance ARMSTRONG – Discovery Channel – EUA – 86h 15′ 02″
2º Ivan BASSO – CSC – Itália – a 04′ 40″
3º Jan ULLRICH – T Mobile – Alemanha – a 06′ 21″
4º Francisco MANCEBO – Islas Baleares – Espanha – a 09′ 59″
5º Alexandre VINOKOUROV – T Mobile – Cazaquistão – a 11′ 01″
6º Levi LEIPHEIMER – Gerolsteiner – EUA – a 11′ 21″
7º Mickael RASMUSSEN – Rabobank – Dinamarca – a 11′ 33″
8º Cadel EVANS – Davitamon Lotto – Austrália – a 11′ 55″
9º Floyd LANDIS – Phonak – EUA – a 12′ 44″
10º Oscar PEREIRO – Phonak – Espanha – a 16′ 04″

30º José AZEVEDO – Discovery Channel – Portugal – a 59′ 48″

Mickael Rasmussen foi o vencedor do Prémio da Montanha; Thor Hushovd venceu a classificação por Pontos; Yaroslav Popovych foi o primeiro classificado entre os “Jovens”.

[2470]

Anúncios

Entry filed under: Desporto. Tags: .

"THE ONE CAMPAIGN" GRANDES VIAS (XI)


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Julho 2005
S T Q Q S S D
« Jun   Ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: