O Pulsar do Campeonato – 12ª Jornada

16 Maio, 2021 at 11:00 am Deixe um comentário

(“O Templário”, 13.05.2021)

Após uma interrupção de quatro meses foi enfim retomado o curso “normal” do Distrital da I Divisão, com a disputa da sua 12.ª ronda, em mais uma época atípica, tendo por objectivo, desta feita, completar a primeira volta da prova (15 jornadas), para que a mesma possa ter efeitos classificativos, quer a nível de atribuição do título de Campeão (e consequente promoção ao Campeonato de Portugal), como da definição dos clubes a despromover à II Divisão Distrital.

Não obstante a generalidade das equipas concorrentes tenha ainda quatro jogos por disputar (dado terem em atraso as partidas da 11.ª ronda), a confirmação do título para o Coruchense parece cada vez mais uma mera “formalidade”, uma vez que o agora seu mais imediato perseguidor na pauta classificativa (U. Tomar) dista oito pontos… quando restam aos nabantinos três desafios por realizar – por coincidência, na próxima jornada, precisamente com um embate União-Coruchense.

Destaques – O principal destaque do passado fim-de-semana vai justamente para os tomarenses, que, com um notável triunfo averbado em Abrantes (numa partida que colocava frente-a-frente os então 3.º e 4.º classificados), por 3-2, conseguiram ultrapassar o seu adversário directo (assim como o até agora vice-líder, Cartaxo), alcandorando-se, mesmo que “à condição”, ao 2.º lugar!

Tendo entrado praticamente a perder (golo do Abrantes e Benfica logo aos 8 minutos), os unionistas reagiram de forma sensacional, com três tentos apontados em menos de dez minutos (entre os 26 e os 34 minutos). Na segunda parte, os locais ainda assustaram, com um lance de bela execução, a reduzir para a diferença mínima, mas, até final, pese embora a persistência, não conseguiriam voltar a desfeitear a baliza à guarda de Nuno Ribeiro. Por seu lado, também o União não aproveitou um par de ocasiões para sentenciar mais cedo o desfecho dum animado encontro.

Em Alcanena, o líder, Coruchense, teve de sofrer bastante, para conseguir operar a reviravolta no marcador, que lhe proporcionou, vencendo por tangencial 2-1, cimentar a sua posição, mercê dos deslizes de Cartaxo e Abrantes e Benfica, agora já a nove e a dez pontos, respectivamente. A formação do Sorraia somou o 9.º triunfo consecutivo no campeonato, contando dez vitórias em 11 jogos (apenas foi surpreendida na vizinha Glória do Ribatejo… perdendo logo à 2.ª jornada).

Quem mantém igualmente um ritmo bastante forte é o Mação (cinco vitórias nas últimas seis rondas), recebendo e goleando o Torres Novas por categórico 5-0, ascendendo assim ao 4.º lugar, a par dos abrantinos. Não fora o terrível ciclo de três desaires sofridos entre a 2.ª e a 4.ª jornada (nas Fazendas de Almeirim e em Amiais de Baixo e, em casa, com o Abrantes e Benfica) e teríamos um competidor a ombrear com o Coruchense…

Surpresa – Neste recomeço do campeonato o Cartaxo voltava a perfilar-se, porventura, como o mais assumido “desafiador” do comandante, na perspectiva de poder ainda aspirar a uma reviravolta na ponta final da competição. Porém, estava-lhe reservada precisamente a grande surpresa da jornada, ao ceder um tão inesperado quão comprometedor empate caseiro (1-1) face ao antepenúltimo classificado, o que, praticamente, terá feito esfumar-se tais aspirações.

Confirmações – Nos restantes três jogos, os resultados confirmaram as expectativas, com uma igualdade (2-2) entre Amiense e Fazendense, clubes que, antes deste jogo, se posicionavam em lugar tranquilo a meio da tabela, tendo aliás a turma das Fazendas igualado o Alcanenense no 6.º posto (contando ainda um jogo a menos), e beneficiando também para se aproximar do Cartaxo e do Abrantes e Benfica – quanto ao Amiense, viu-se ultrapassado pela Glória do Ribatejo (a fazer uma muito boa campanha, tendo vencido, por 1-0, na Moçarria, ante o “lanterna vermelha”, subindo ao 9.º lugar) e pelo Samora Correia (agora 8.º, tendo ganho, nos Riachos, por 2-0).

Os grupos do Riachense (penúltimo, com cinco pontos) e Moçarriense (somente com quatro pontos) parecem ter o destino traçado, passando pela despromoção ao escalão secundário, o que Torres Novas, Rio Maior, Ferreira do Zêzere e Entroncamento procuram ainda evitar. Entretanto o encontro entre os conjuntos de Ferreira e de Rio Maior foi adiado para 3 de Junho.

II Divisão Distrital – Nesta Divisão, a retoma da competição passa agora pelo objectivo de conclusão (apenas) da 1.ª fase da prova, para apuramento dos 3 clubes a promover ao escalão principal: os dois vencedores de série e o que tiver melhor coeficiente de entre os 2.º classificados.

Na série a Norte assinalam-se, entrementes, as desistências de Tramagal, Ortiga, Aldeiense e U. Atalaiense, que decidiram não retomar a actividade neste final de época, o que provocou algumas perturbações na classificação, agora reduzida apenas a seis competidores (desconsiderados todos os jogos realizados pela Ortiga, dado não ter completado a 1.ª volta, enquanto que, dos jogos dos restantes desistentes, apenas são contados os realizados nessa metade inicial do campeonato).

Com a vitória (2-0) na recepção ao Caxarias, o At. Ouriense reforçou a liderança, agora com sete pontos de avanço em relação ao Espinheirense, sendo que esta equipa tem dois jogos a menos. O Fátima, com um jogo a menos que o guia, está agora já a nove pontos.

A Sul, destacam-se as vitórias dos dois primeiros – Benavente, triunfando por 2-0 em Marinhais; e Salvaterrense, ganhando por 3-0 no Porto Alto –, ficando em boa posição para atingir, eventualmente, duas vagas de promoção (o Forense e o Porto Alto estão agora já a seis pontos do 2.º lugar, ocupado pela turma de Salvaterra, com a formação do Porto Alto com um jogo a mais).

Campeonato de Portugal – Concluída (já a 11 de Abril) a 1.ª fase da prova, confirmou-se a despromoção ao Distrital do U. Almeirim – 10.º classificado de entre os 11 concorrentes que finalizaram a prova, após o prematuro abandono da (insolvente) SAD do Fátima. Por seu lado, o U. Santarém, alcançando nessa fase um muito bom 3.º lugar, disputa actualmente a prova de acesso à futura “Liga 3”, novo escalão do futebol nacional, em estreia na próxima temporada.

Após o termo da 1.ª volta, tendo vencido na Marinha Grande, na 3.ª ronda, o Marinhense, por 3-1, no passado Domingo, os escalabitanos ocupam o 3.º posto da sua série, em igualdade pontual com o Condeixa e a três pontos do Alverca, sendo promovidos os dois primeiros classificados.

Antevisão – No próximo fim-de-semana os campeonatos voltam a fazer novo (curto) interregno, para disputa da eliminatória correspondente aos 1/16 de final da Taça do Ribatejo, em que se destacam os seguintes desafios de “maior cartaz”: Alcanenense-Ferreira do Zêzere; Rio Maior-Amiense; e Torres Novas-Moçarriense (entre primodivisionários); Marinhais-U. Tomar; Caxarias-Cartaxo; At. Ouriense-Mação; Vasco da Gama-Abrantes e Benfica; Benfica do Ribatejo-Glória do Ribatejo; e Águias Alpiarça-Entroncamento (entre clubes dos dois escalões).

No Campeonato de Portugal, o U. Santarém desloca-se a Condeixa, para um jogo que se prevê de crucial importância na disputa da promoção à “Liga 3”, tendo os santarenos perdido em casa.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 13 de Maio de 2021)

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – 1/2 finais (2.ª mão) I Liga – 2020-21 – Classificação final

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Maio 2021
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: