Archive for 1 Novembro, 2020

O Pulsar do Campeonato – 4ª Jornada

(“O Templário”, 29.10.2020)

Em mais uma jornada incompleta (é já a terceira, em quatro até agora disputadas) – tendo, desta feita, sido adiado o encontro entre as equipas que ocupavam os dois primeiros lugares, Abrantes e Benfica e Alcanenense –, o Coruchense esteve em particular evidência, goleando no terreno do 2.º classificado do último campeonato. O Entroncamento estreou-se a marcar… e a ganhar; e, pela negativa, o Mação somou terceiro desaire sucessivo!

Destaques – O maior realce da 4.ª ronda foi a goleada (4-0) aplicada pelo 3.º classificado da prova anterior (Coruchense) no terreno do então 2.º classificado, à data da interrupção da prova, Fazendense, sendo que, antes desta partida, ocupavam, respectivamente, o 4.º e 5.º posto, separados por um único ponto, não tendo ainda o conjunto das Fazendas de Almeirim perdido. Um desfecho imprevisto, num jogo que se antecipava bastante equilibrado, que – também em função do adiamento do compromisso dos abrantinos –, permitiu à turma do Sorraia ascender à liderança partilhada do campeonato.

Num confronto entre dois emblemas históricos do futebol distrital, que tinham acumulado – entre ambos – quatro derrotas nas duas jornadas anteriores, o Amiense impôs-se por 2-1 frente ao Mação, agravando ainda mais a crise de resultados dos maçaenses, um dos mais fortes candidatos ao título, por ora, com três derrotas consecutivas, num muito modesto 13.º lugar, posição que partilham com o Entroncamento (equipa que tinham goleado, no desafio inaugural, por 8-0)!

Precisamente, o novo clube da cidade ferroviária – com o seu Presidente, em estreia, a acumular as funções de treinador – conseguiu estrear-se a marcar, ganhando por 2-0 na recepção ao Torres Novas, relegando assim os torrejanos (ainda sem vencer, não tendo ido além de dois empates caseiros) para o penúltimo lugar, situação nada condizente com o seu rico historial.

Surpresa – Para além dos já referidos inesperados resultados registados nas Fazendas de Almeirim (sobretudo pelo volume da derrota dos visitados) e no Entroncamento, a outra “surpresa” da jornada foi o triunfo (1-0) do Glória do Ribatejo frente ao Samora Correia (até então um dos 2.º classificados, e que ainda não tinha perdido neste campeonato).

Após um mau arranque (goleado em casa pelo Alcanenense), o grupo da Glória empreendeu notável reacção, tendo vencido já o Coruchense e empatado em Torres Novas. Com a vitória do passado Domingo, soma sete pontos, repartindo agora o 3.º posto, curiosamente com Alcanenense e Samora Correia (dois dos adversários que defrontou já).

Confirmações – Começando pelo desafio em que interveio o U. Tomar, confirmaram-se as dificuldades esperadas, na deslocação a Rio Maior, onde não conseguiu melhor que o empate a uma bola. Os unionistas – que vêm denotando uma espécie de bloqueio na obtenção de vitórias em terreno alheio – assumiram a iniciativa do jogo, mas, depois de terem sido surpreendidos com o tento adversário, voltaram a passar por um período de menor serenidade, podendo mesmo ter sofrido novo golo.

Depois de chegarem ao empate, e apesar de terem procurado ainda alcançar a vitória, os tomarenses terão sido então penalizados por alguma falta de ritmo, em função de 15 dias de paragem competitiva, nesta fase ainda inicial da temporada. Com acerto de calendário previsto para meio desta semana, seria importante que o União conseguisse atingir os dez pontos no próximo Domingo…

No Cartaxo, confirmando o seu favoritismo, os locais chegaram com alguma “facilidade” a 3-0, na recepção ao Riachense, tendo vindo, porém, a consentir dois golos – o último mesmo a findar o desafio – acabando por ganhar por tangencial 3-2.

Por fim, na Moçarria, e por maioria de razão, o Moçarriense – sem competir há três semanas, depois do jogo de estreia –, e não obstante até tenha marcado primeiro, não teve ritmo para suster o maior embalo do Ferreira do Zêzere, com os ferreirenses – após duas goleadas sofridas no seu reduto – a somar o segundo triunfo em outros tantos jogos fora de casa, ganhando por 2-1.

II Divisão Distrital – Espinheirense e Forense são os únicos clubes a contar por vitórias os três desafios até agora disputados, liderando, pois, isolados, as respectivas séries.

Na 3.ª jornada, destacam-se os triunfos do Espinheirense (4-2 em Fátima) e do At. Ouriense (3-1 no Tramagal), assim como a recuperação do Caxarias (de 0-3 para 3-3) no terreno do Vasco da Gama. Mais a Sul, para além da vitória (1-0) do Forense ante o Benavente, assinala-se a igualdade (2-2) registada no Benfica do Ribatejo-Salvaterrense.

Campeonato de Portugal – Numa competição que começa, também, a ser jogada aos “soluços”, apenas se realizaram três dos seis jogos previstos para a 4.ª jornada, no passado fim-de-semana., tendo sido adiados, nomeadamente, os compromissos de Fátima SAD (com o Alverca) e do U. Santarém (frente ao 1.º Dezembro).

Pelo que, dos clubes do Distrito, só o U. Almeirim esteve em acção – com transmissão televisiva (“Canal 11”), no Sábado –, perdendo, em casa, com o Caldas, por 1-3. Mantendo os 3 pontos na tabela, os almeirinenses continuam, para já, no 7.º lugar; enquanto U. Santarém (0 pontos) e Fátima SAD (3 pontos negativos) são os dois últimos classificados (11.º e 12.º, respectivamente).

Antevisão – A 5.ª ronda da divisão principal, agendada para o próximo fim-de-semana, tem como principais pontos de interesse, desde logo, dois “pratos fortes”: o embate entre os actuais líderes, com o Coruchense a receber o Abrantes e Benfica; e, também, o Mação-Cartaxo – duas partidas em que estarão envolvidos quatro dos principais candidatos.

Por seu lado, o U. Tomar, outro desses candidatos ao título, recebe o vizinho Ferreira do Zêzere, para um sempre aliciante quase “derby”.

No segundo escalão, destacam-se o Espinheirense-Tramagal e o Caxarias-U. Atalaiense, a Norte, e, a Sul, o Marinhais-Forense.

No Campeonato de Portugal, o Fátima SAD volta a adiar mais um jogo, sendo que U. Almeirim e U. Santarém irão de viagem, até Torres Vedras e Pêro Pinheiro, para defrontar, respectivamente, os actuais 3.º e 2.º classificados, em encontros que se antecipam, portanto, de dificuldade.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 29 de Outubro de 2020)

1 Novembro, 2020 at 12:00 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2020
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.