O Pulsar do Campeonato – 10ª Jornada

24 Novembro, 2019 at 11:00 am Deixe um comentário

O pulsar do campeonato - 2019-20 - 10jornada

(“O Templário”, 21.11.2019)

Dez (vitórias) em dez (jogos), que se traduzem, pois, num absolutamente excepcional pleno de 30 pontos, conferem ao U. Almeirim uma liderança isolada, já com uma margem importante face a toda a restante concorrência, quando está disputado apenas o primeiro terço do campeonato. O que significa que já nenhuma outra equipa depende exclusivamente de si, restando saber se alguma terá a capacidade de acumular triunfos em tal escala que lhe permita ainda vir a aproveitar os pontos que, certamente, mais tarde ou mais cedo, os almeirinenses acabarão por ceder.

Destaque – O “jogo do ano” – entre os dois primeiros classificados, U. Almeirim e U. Tomar –, ficou, inegavelmente, aquém das expectativas: desde logo, em termos de assistência, muito pouco numerosa, contingência do mau tempo que se fez sentir, a par do facto de, ainda uma hora antes do início do encontro, ter começado o decisivo jogo da selecção de Portugal no apuramento para o “EURO 2020”, no Luxemburgo (portanto, em “sobreposição” horária); em paralelo, o estado do terreno, muito pesado, devido à chuva, a condicionar a acção dos jogadores; por fim, o facto de o U. Almeirim se ter visto reduzido a dez elementos logo a meio do primeiro tempo não deixou de afectar também a abordagem e a qualidade do jogo jogado por ambas as formações.

Com uma entrada em campo a procurar assumir a iniciativa, por parte dos visitados, o U. Tomar, personalizado, ripostou bem e rapidamente equilibrou a tendência do jogo, ainda nos primeiros vinte minutos. Beneficiando também da expulsão do jogador almeirinense, os nabantinos, apostados em levar os três pontos e, em tal caso, assumir a liderança, teriam um derradeiro quarto de hora da primeira parte de grande nível, empurrando os donos da casa para a sua zona defensiva.

Num embate de circunstâncias algo atípicas, o U. Tomar acabaria por não ser nada feliz em três momentos charneira: primeiro, nesse período, de clara supremacia, com o guardião de Almeirim a ter um punhado de boas intervenções, a salvar a sua baliza; depois, a meio da segunda parte, a desperdiçar a ocasião soberana de golo do jogo, ao não conseguir concretizar uma grande penalidade, com Wemerson Silva a rematar a bola (pesada, por se encontrar bastante molhada), relativamente colocada, mas com pouca força, a proporcionar mais uma excelente defesa a João Bernardo; por fim, numa fase em que arriscava tudo em busca da vitória, já a cinco minutos do final, a sofrer o único tento do encontro, “contra a corrente”, na sequência de um canto directo!

Se o empate já seria um resultado pouco satisfatório, a derrota acaba por ser extremamente penalizadora para os tomarenses, que deixaram escapar uma grande oportunidade de travar este valoroso rival, no seu próprio reduto; ao mesmo tempo que constitui um prémio à forma abnegada como o U. Almeirim, em inferioridade numérica, nunca abdicou de procurar a “sorte”, ameaçando a baliza tomarense um par de vezes, antes de acabar, mesmo, por consolidar a sua liderança.

Surpresa – O desfecho menos previsível da 10.ª ronda registou-se em Monsanto, com o Amiense a ser desfeiteado (1-3) pelo Fazendense, conjunto que prossegue a sua notável campanha (6.º classificado, somente a dois pontos do 3.º e agora a quatro do vice-líder, U. Tomar); inesperadamente, este foi já o quarto desaire (em cinco jogos) do Amiense em casa “emprestada”, factor que tem influenciado muito negativamente o desempenho do grupo de Amiais de Baixo.

Confirmações – Nos outros encontros da jornada, confirmou-se o favoritismo de Cartaxo, Abrantes e Benfica (1-0, no “derby” municipal, no Pego, já ao “cair do pano”), Coruchense, Mação (2-0 na Moçarria) e Ferreira do Zêzere (2-1, em casa, com o Rio Maior); não se esperariam, todavia, as grandes dificuldades sentidas pelos cartaxeiros e pela turma do Sorraia, expressas no tangencial marcador de 1-0 com que superaram, respectivamente o Riachense e o Torres Novas.

Na Glória do Ribatejo, a igualdade a uma bola, ante o Samora Correia, era de alguma forma expectável, não tendo porventura desagradado a nenhum dos emblemas.

II Divisão Distrital – O Alcanenense prossegue a sua campanha triunfal, tendo ganho em Abrantes, à equipa “B” local, por 2-0; a par com o Tramagal, vencedor por 2-1 no terreno da Ortiga, destacam-se já nos dois primeiros lugares, respectivamente com sete e cinco pontos de vantagem sobre o Entroncamento AC (com um jogo a menos), que goleou a U. Atalaiense (5-1).

A Sul, os dois primeiros ganharam fora (o Marinhais, por 4-2, na Golegã; e o Pontével, por 2-0, nas Fazendas de Almeirim, também perante a equipa “B” do Fazendense), beneficiando da derrota (1-2) do Espinheirense em Benfica do Ribatejo e do empate (2-2) entre Benavente e Porto Alto.

Campeonato de Portugal – Na 11.ª jornada, o Fátima voltou a ser batido por tangencial 0-1 na Marinha Grande (depois da eliminação na Taça de Portugal), integrando agora um quarteto que ocupa o 5.º ao 8.º lugar. O U. Santarém obteve um positivo empate (1-1) em Torres Vedras, ante o Torreense, tendo subido ao 12.º posto, mantendo-se um ponto acima da “linha de água”.

Antevisão – Dois jogos concitam atenção especial na próxima ronda do Distrital da I Divisão: o Samora Correia-U. Almeirim (a partir de agora, será crescente a expectativa de saber quem poderá ser a primeira equipa a conseguir travar o comandante – e os samorenses, no seu reduto, não constituirão adversário “fácil”); e o Fazendense-Cartaxo, um embate de desfecho imprevisível, em que os homens das Fazendas de Almeirim enfrentam o desafio de poder vir a reforçar ainda mais o notável desempenho que vêm apresentando no campeonato.

No Riachense-Coruchense, veremos se terão confirmação os sinais de melhoria indiciados pela turma dos Riachos no Cartaxo. Por outro lado, esta jornada tem ainda agendado o quase “derby” entre U. Tomar e Ferreira do Zêzere, um (re)encontro sempre de grande aliciante. No Pego, os locais recebem o Moçarriense, numa disputa de grande relevância para a arrumação das posições na cauda da tabela, na tentativa de escapar à zona de despromoção.

Na II Divisão, destacam-se, principalmente, os seguintes desafios: Alcanenense-Entroncamento, em que estará em causa até que ponto a turma de Alcanena poderá ou não ter efectiva oposição neste campeonato; e, a Sul, o Marinhais-Benavente, para além do “derby” Forense-Salvaterrense.

O Campeonato de Portugal volta a sofrer nova pausa, para disputa dos 1/16 de final da Taça de Portugal, fase já sem qualquer representante do Distrito em prova.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 21 de Novembro de 2019)

Entry filed under: Tomar.

Flamengo Campeão da “Copa Libertadores” Grandes clássicos das competições europeias – (16) Real Madrid – FC Porto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • Por agora o Benfica é o 4.º melhor dos 3.º classificados nos vários grupos da Champions 17 minutes ago
  • Transitam para a Liga Europa: RB Salzburg, Inter, Benfica e Ajax 23 minutes ago
  • Ajax, Inter e Zenit eliminados da Champions 27 minutes ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: