O Pulsar do Campeonato – 8ª Jornada

10 Novembro, 2019 at 11:00 am Deixe um comentário

O pulsar do campeonato - 2019-20 - 8jornada

(“O Templário”, 07.11.2019)

Em função dos desfechos da 8.ª ronda da I Divisão Distrital, começam a ampliar-se as diferenças pontuais entre o pelotão da frente, com U. Almeirim (100% vitorioso) e U. Tomar (sete triunfos) a destacar-se dos demais, com o Abrantes e Benfica agora a cinco pontos do guia, o Cartaxo a seis e o Coruchense já com nove pontos de atraso. Ainda numa fase relativamente inicial da prova, não será arriscar demasiado apontar um destes cinco clubes como futuro Campeão.

Destaques – Na partida mais aliciante da jornada, entre dois candidatos, o Cartaxo recebeu e bateu o Coruchense por 2-0, o que permitiu aos cartaxeiros manter as distâncias para os dois primeiros na tabela, afastando ainda mais a turma do Sorraia, a atravessar um ciclo difícil – tendo somado terceiro desaire nos quatro últimos desafios disputados no campeonato –, começando a ver muito reduzida a sua “margem de manobra”, podendo o seu próximo jogo ser crucial.

Por seu lado o U. Tomar continua em destaque, tendo averbado uma excelente vitória – a quarta consecutiva – no reduto do Moçarriense, por categórica marca de 5-0. Perante um animoso adversário, que procurava redimir-se do desfecho negativo da semana anterior, e tendo, uma vez mais, chegado ao intervalo “em branco”, após ter conseguido quebrar a barreira defensiva (e a resistência anímica) contrária surgiria então uma torrente de golos para os unionistas, quase em catadupa. Correspondendo à posição que ocupa na classificação, os tomarenses registam actualmente o 2.º ataque mais concretizador (19 golos), a par da 2.ª defesa menos batida (5 golos).

Quem segue agora de “vento em popa” é o Ferreira do Zêzere, tendo somado terceiro triunfo sucessivo, e por números robustos, goleando o frágil Riachense por 6-0, o que lhe proporcionou galgar mais alguns degraus, até um bem mais tranquilo 8.º posto.

O Samora Correia conseguiu também bisar a vitória, tendo ido ganhar ao Pego por 2-1, que continua com grandes dificuldades para escapar à indesejada condição de “lanterna vermelha”. No imediato, os samorenses (agora no 10.º lugar) podem “respirar” um pouco melhor.

Surpresa – A surpresa da jornada veio de Monsanto (“casa emprestada” do Amiense), onde o Torres Novas, reagindo positivamente às contrariedades que vem sofrendo – e depois de quatro jogos sem vencer –, foi ganhar por 1-0, ascendendo assim ao 7.º lugar; mas, mais importante, distanciando-se da zona delicada da tabela, na qual, inesperadamente, a formação de Amiais de Baixo (sofrendo quarto desaire sucessivo) se vê, por agora, envolvida.

Confirmações – O U. Almeirim, recebendo o rival Fazendense, no “derby” municipal, ganhou por 2-0, somando o oitavo triunfo em outras tantas partidas disputadas. Mais impressionante ainda: os “imparáveis” almeirinenses defrontaram (e bateram) já todos os (seis) clubes actualmente posicionados entre o 3.º e o 8.º lugar da classificação!

Noutro ponto de interesse, o Mação – pese embora tenha interrompido uma notável série de seis vitórias consecutivas do Abrantes e Benfica – não conseguiu ir além da igualdade a uma bola, num embate que se afigurava ser já de cariz determinante para as aspirações dos maçaenses, no sentido de poderem vir a revalidar o título conquistado há duas épocas. O Mação (com um único triunfo nos cinco últimos jogos) viu, assim, dilatar-se – para praticamente insuperáveis 14 pontos – o fosso que o separa do líder, tendo caído mesmo até modesta 9.ª posição na pauta classificativa.

A equipa da Glória do Ribatejo fez valer o factor casa, impondo-se a um ainda inconstante Rio Maior, ganhando por tangencial 1-0, o suficiente para igualar pontualmente esse adversário (tal como o Amiense), tendo, em paralelo, ultrapassado Riachense e Moçarriense, transpondo assim a “linha de água”, o seu objectivo primordial na competição.

II Divisão Distrital – Alcanenense (com mais uma soberba goleada, de 7-0, em Alferrarede) e Tramagal (goleando também, por 4-1, em Abrantes a equipa “B” local) prosseguem as respectivas trajectórias triunfais, já com cinco pontos de vantagem sobre Entroncamento AC (com um jogo a menos) e Ortiga, equipas que, em confronto directo na 4.ª jornada, não desfizeram o nulo.

A Sul, o Marinhais, ganhando em Benfica do Ribatejo (2-1), beneficiou do empate cedido pelo Benavente na Golegã para se isolar no comando, um ponto acima dos benaventenses, seguidos de imediato pelo Espinheirense, que venceu, também por 2-1, no terreno do Forense.

Campeonato de Portugal – O Fátima obteve mais um resultado positivo, tendo ido empatar (1-1) frente ao Oleiros, fixando-se, por agora, na 7.ª posição (mas somente a três pontos do vice-líder, Beira-Mar), mantendo a vantagem de cinco pontos em relação à zona de relegação.

Menos eficaz, o U. Santarém voltou a ser desfeiteado, tendo sido batido em virtude de um solitário tento sofrido na Sertã, o que lhe custou a descida a um preocupante 15.º lugar, pese embora apenas a dois pontos de Marinhense e Oliveira do Hospital, últimas equipas em zona de manutenção.

Antevisão – Na próxima jornada as atenções estarão sobretudo focadas, a nível da I Divisão, no Abrantes e Benfica-Coruchense, o tal jogo que poderá ser já de “tudo ou nada” para a formação do Sorraia, a qual, em caso de derrota, deverá comprometer decisivamente as suas aspirações, numa fase tão prematura, quando não atingimos ainda o primeiro terço do campeonato.

E isto porque se antevê que, com maior ou menor dificuldade, U. Almeirim (visita Rio Maior) e U. Tomar (recebe a turma da Glória do Ribatejo) possam vir a somar mais três pontos cada.

Em teoria de maior complexidade será a tarefa do Cartaxo, em deslocação a Torres Novas, sem prejuízo de os cartaxeiros se perfilarem como favoritos para esse confronto.

Na II Divisão, o realce vai para o Alcanenense-Caxarias e Tramagal-Entroncamento AC, devendo o Marinhais (que será visitado pela equipa “B” do Fazendense) aproveitar a folga do Benavente para ampliar a sua vantagem no comando, cuja margem dependerá também do desfecho do Espinheirense-Salvaterrense, partida na qual os visitados serão favoritos.

No Campeonato de Portugal, o Fátima recebe o Oliveira Hospital, tendo uma boa oportunidade para consolidar a sua posição na primeira metade da classificação; já o U. Santarém recebe o seu actual parceiro na tabela, Sp. Ideal (Açores), sendo importante que possa vencer.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 7 de Novembro de 2019)

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – 4ª Jornada – Resultados e Classificações Portugal – Lituânia (Europeu 2020 – Qualif.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: