O Pulsar do Campeonato – 22ª Jornada

31 Março, 2018 at 11:00 am Deixe um comentário

Pulsar-22

(“O Templário”, 29.03.2018)

Numa jornada caracterizada por determinantes reviravoltas no marcador, nas suas duas principais partidas, o desfecho final acabou por ser deveras favorável às aspirações dos maçaenses, que, tendo ampliado para oito pontos a sua vantagem face aos mais directos perseguidores (agora, de novo, o par formado por U. Tomar e Fazendense) – quando subsistem apenas quatro rondas por disputar –, podem começar a encomendar as faixas de Campeão!

Destaques – Com os dois primeiros classificados a enfrentarem bem difíceis obstáculos, recebendo o Mação a sua “besta negra”, Torres Novas – que, nos dez últimos anos, ali vencera por sete ocasiões, face a um único triunfo dos donos da casa (!) –, enquanto o Fazendense visitava o U. Almeirim, num sempre renhido “derby”, a evolução dos marcadores nos dois campos chegou a prometer um forte animar do interesse do campeonato, para a sua recta final.

De facto, ao intervalo, com os maçaenses a perder por 1-2 (depois de, ainda antes dos cinco minutos terem começado por inaugurar o marcador), enquanto, por seu lado, o Fazendense registava vantagem (1-0), a diferença pontual entre ambos os clubes passava então – virtualmente – a reduzir-se a uma expressão mínima, de apenas dois pontos (e isto tendo ainda em consideração que terão de defrontar-se, na antepenúltima jornada da prova).

Todavia, numa praticamente definitiva afirmação de força, o líder operaria uma notável reviravolta, apontando mais três tentos, para fixar o resultado final num convincente triunfo por 4-2, conseguindo assim voltar a derrotar os torrejanos, no momento mais oportuno para tal, catapultando-se para a glória da conquista de um inédito título de Campeão Distrital, que poderá até – em caso de conjugação favorável de resultados – vir a confirmar já na próxima jornada.

Ao invés, e em paralelo às duas reviravoltas no marcador registadas em Mação, também em Almeirim o União local acabaria por inverter a tendência do resultado, a seu favor, consumando a vitória com um golo obtido já ao “cair do pano”. Colocando enfim termo a uma incrível sucessão de cinco desaires consecutivos no campeonato, o U. Almeirim dava, simultaneamente, uma “machadada final” nas aspirações do seu grande rival, do município almeirinense.

Nesta ronda, realce particular ainda para uma crucial vitória (1-0) do Amiense sobre o Samora Correia, mercê também de um solitário tento apontado no final do desafio, a permitir à turma de Amiais de Baixo distanciar-se da zona perigosa, ao mesmo tempo que impede os samorenses de estabelecer um novo “record” isolado de triunfos consecutivos no presente campeonato – que, assim, repartem com o Mação, tendo visto interrompida a sua magnífica série de seis triunfos.

Confirmações – Nos restantes quatro jogos desta 22.ª jornada, não haverá surpresas a assinalar, sendo, não obstante, de mencionar mais um resultado muito positivo da equipa de Ferreira do Zêzere, a impor-se no difícil terreno da Moçarria (1-0), retomando assim a 4.ª posição, de forma isolada, somente a escassos dois pontos do duo que partilha o 2.º posto; uma fantástica campanha do grupo liderado por Eduardo Fortes, a melhor de sempre da história do clube!

Em Abrantes, a U. Abrantina mostrou acreditar ainda na possibilidade de escapar ao destino que parece antecipar-se, não abdicando porém, continuando a porfiar, tendo vencido o At. Ouriense por 2-1. A sua tarefa até final continua, não obstante, a afigurar-se bem árdua, dado dispor de apenas mais um encontro no seu reduto (com o Cartaxo), tendo duas deslocações ao município de Santarém, para defrontar os dois últimos classificados, para além da viagem a Almeirim.

O Cartaxo, recebendo e batendo o Riachense, também pela margem mínima (1-0), parece afastar-se definitivamente da zona de risco da pauta classificativa (isto, no pressuposto de que o Fátima venha a confirmar a manutenção no Nacional), ao contrário da formação dos Riachos, que terá pela frente uma titânica luta com os abrantinos, por um 11.º lugar, que, nesta altura, não se sabe ainda se será “premiado” ou se acabará por vir a ser um ingrato posto de despromoção.

Por fim, em Tomar, o União cumpriu, ganhando por tranquila marca de 3-0 aos Empregados do Comércio, numa partida que apenas no início da segunda metade pareceu poder eventualmente vir a oferecer algum risco (com os “Caixeiros” a procurar reduzir a desvantagem, já então de dois golos), mas em que prevaleceu sempre a ideia de que, caso necessário, os unionistas poderiam forçar o ritmo e dilatar o marcador, para o que, aliás, beneficiaram de outras ocasiões.

II Divisão Distrital – Na série a Norte, após dois particularmente empolgantes desafios, com duas igualdades (4-4 no U. Atalaiense-Pego e 3-3 no Aldeiense-Espinheirense), são ainda quatro os candidatos (U. Atalaiense, Aldeiense, Pego e Caxarias – separados por um único ponto) à última vaga de apuramento para a fase final, a decidir na próxima e derradeira ronda, com a turma da Atalaia a depender exclusivamente de si, “bastando-lhe” ganhar em Alferrarede.

A Sul, Marinhais, U. Santarém e Glória do Ribatejo venceram os respectivos compromissos, com os escalabitanos a garantir já (tal como, antes, o Marinhais) a participação na fase de apuramento de Campeão, na qual o Glória deverá marcar certamente presença também, em detrimento do Benavente (que regista agora um atraso de cinco pontos, a duas jornadas do fim, para além de a turma do município de Salvaterra beneficiar ainda de um jogo em atraso).

Campeonato de Portugal – No confronto entre dois clubes do Distrito, o Fátima, vencendo categoricamente (3-0) o Coruchense, parece ter-se colocado a salvo de maiores “percalços”, subindo ao 7.º lugar, tendo ampliado a sua “margem de segurança” para seis pontos. Ao contrário, ficou mais comprometida a posição do grupo do Sorraia, 12.º classificado, quatro pontos abaixo da “linha de água”, a quatro jornadas do fim. Pior, o Alcanenense, batido por 1-3 nos Açores, pelo Lusitânia, é 13.º, já a provavelmente irrecuperáveis nove pontos da “salvação”.

Antevisão – Em fim-de-semana de Páscoa, os campeonatos distritais entram em pausa, para disputa das meias-finais da Taça do Ribatejo, com a 1.ª mão agendada para Sexta-feira Santa, com os seguintes desafios: U. Santarém-U. Tomar e Mação-Empregados do Comércio.

Em Santarém, num encontro entre as equipas com ataques mais realizadores dos dois escalões, os tomarenses estarão de sobreaviso, sendo também importante dar continuidade à impressionante série de 27 jogos consecutivos (todos os realizados na presente época) sempre a marcar! Em Mação, os extremos cruzam-se, com o líder do campeonato a receber o “lanterna vermelha”, não devendo esquecer-se que os jogos de Taça têm características especiais…

No Campeonato de Portugal, o Fátima desloca-se a Sintra, para defrontar o Sintrense (10.º classificado), podendo um resultado positivo representar também um auxílio importante ao Coruchense, que recebe o já despromovido Eléctrico de Ponte de Sôr. Por seu lado, o Alcanenense, visitado pelo Torreense, joga aqueles que serão os seus “últimos cartuchos”…

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 29 de Março de 2018)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

O Pulsar do Campeonato – 21ª Jornada Liga dos Campeões – 1/4 de Final (1ª mão)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2018
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: