O Pulsar do Campeonato – 20ª Jornada

18 Março, 2018 at 12:00 pm Deixe um comentário

Pulsar-20

(“O Templário”, 15.03.2018)

Na semana imediata a ter empatado em Mação, o Amiense, vencendo o U. Tomar, dá um passo importante visando a tranquilidade, ao mesmo tempo que – num campeonato que tem sido uma espécie de carrossel de emoções – volta a colocar o título “nas mãos” dos maçaenses.

Mas, se é inegável que, à medida que a prova avança – e restam agora, por disputar, seis jornadas –, o tempo para recuperar atrasos é cada vez menor, não menos inegável é que os (ainda) três candidatos terão, até final, árduos compromissos a superar, numa recta final que se antecipa possa ser deveras aliciante: o líder, beneficiando do considerável avanço de que dispõe, terá, contudo, de defrontar ainda os seus cinco mais directos perseguidores (!), deslocando-se a Tomar (3.º), Samora Correia (6.º) e Riachos (12.º), recebendo o Fazendense (2.º), Torres Novas (4.º) e Ferreira Zêzere (5.º); por seu lado, o Fazendense visita Mação (1.º), Torres Novas (4.º) e Almeirim (7.º), recebendo o U. Tomar (3.º), Cartaxo (9.º) e Amiense (10.º); enquanto o U. Tomar apenas terá mais duas saídas, a Fazendas de Almeirim (2.º) e Torres Novas (4.º), jogando em casa com o Mação (1.º), Samora Correia (6.º), Riachense (12.º) e Emp. Comércio (14.º).

Destaques – O principal realce desta 20.ª ronda vai para o encontro disputado em Amiais de Baixo, onde o Amiense deu a melhor sequência ao resultado positivo que obtivera na semana passada no terreno no líder, vencendo, desta feita, o então vice-líder, U. Tomar, por 2-1.

Os tomarenses procuraram, desde início, assumir a iniciativa do jogo, que, não obstante, se revelou sempre repartido, com a turma da casa a mostrar-se aguerrida, nunca virando a cara à luta. Após ter conseguido o que parecia mais difícil – colocando-se em vantagem à beira do intervalo, com mais um golo de Wemerson, igualando assim Tiago Vieira na liderança dos melhores marcadores –, os unionistas acabariam por ser, uma vez mais, penalizados pela sua falta de eficácia (tiveram mais do que uma oportunidade para ampliar para 2-0…), vindo a sofrer o tento da igualdade a menos de dez minutos do termo do desafio. Até final, não lhes servindo o empate, procuraram, já algo precipitadamente, chegar de novo à posição de vencedores; porém, desta feita com alguma infelicidade, acabariam por vir a sofrer o tento da derrota já em tempo de compensação, aproveitando o Amiense da melhor forma o factor vento.

Em mais um desaire assaz penalizador para as ambições tomarenses, ainda duas outras palavras: uma, para enaltecer o brio evidenciado pelos visitados, pela forma empenhada como disputaram a partida, dignificando o historial do Amiense – que, tal como o do seu novo responsável técnico, Jorge Peralta –, justifica que o clube possa garantir o seu objectivo de manutenção, sem maiores sobressaltos; outra para assinalar a actuação do trio de arbitragem, liderado por João Mendes: não é frequente ser objecto de elogios dos treinadores de ambas as equipas…

Como querendo afirmar que a fase titubeante que vinha atravessando nas partidas em casa (com três jogos sucessivos em branco, perdendo com U. Abrantina e Cartaxo e empatando com o Amiense) terá sido já ultrapassada, o Mação não perdeu a oportunidade de golear, de forma bem categórica (6-0), o “lanterna vermelha”, Empregados do Comércio, voltando a beneficiar de uma confortável vantagem (sete pontos) face ao mais próximo concorrente, agora o Fazendense.

De facto, a turma das Fazendas conseguiu superar as dificuldades que lhe foram impostas na deslocação à Moçarria, acabando por triunfar por 2-1, aproveitando o deslize tomarense para ascender ao 2.º posto da pauta classificativa, um ponto acima dos unionistas.

Por fim, a devida menção a mais um magnífico resultado do Samora Correia (5.ª vitória consecutiva, tendo actualmente o melhor desempenho de todos os clubes, nesta segunda volta!), goleando por 4-0 no terreno do Cartaxo – que acumulou o 5.º desaire em dez jogos em casa.

Surpresas – Numa jornada com alguns resultados porventura menos expectáveis (quanto mais não seja pela diferença de golos verificada, como é o caso do jogo no Cartaxo), as duas principais surpresas terão sido a vitória (2-1) do Torres Novas em Almeirim, frente ao União local – que, parecendo ter “desligado” do campeonato, somou a quarta derrota sucessiva (num ciclo em que defrontou três dos quatro primeiros classificados) –, a par do importante triunfo averbado pelo Riachense em Abrantes, ante a U. Abrantina (2-0), possibilitando-lhe igualar este mesmo opositor na classificação, num desfecho que poderá, nas contas finais, vir a ter influência determinante, a nível da luta pela “sobrevivência” no principal escalão.

Confirmações – Nesta semana, para além da esperada vitória do líder frente ao último da tabela, poderá também classificar-se nesta secção a importante vitória (2-1) alcançada pelo At. Ouriense, na recepção ao Ferreira do Zêzere, com o factor casa a prevalecer.

II Divisão Distrital – Com a série mais a Norte de folga, a Sul, o guia, Marinhais, voltou a vencer, por tangencial 1-0, perante o Pontével, cabendo o destaque maior à goleada (4-1) do Glória do Ribatejo ante o Benavente, assim retomando uma posição entre os três primeiros, colocando os benaventenses, pelo menos para já, fora dos lugares de acesso à fase final. O U. Santarém goleou (6-0), com alguma naturalidade, o “lanterna vermelha”, Forense.

Campeonato de Portugal – Tivemos, por fim, uma ronda (24.ª) com resultados positivos para as equipas do Distrito: o Fátima goleou (6-1) o Pêro Pinheiro, saindo da zona de despromoção, tendo ascendido à 9.ª posição (pese embora com um único ponto de vantagem sobre a “linha de água”); o Coruchense foi a Sintra obter o que poderá vir a revelar-se uma crucial vitória (2-1), estando agora somente a um ponto deste adversário, precisamente o último em posição de manutenção; quanto ao Alcanenense, o empate (1-1) em Ponte de Sôr, poderá ter sido “curto” para as suas necessidades, dado continuar a distantes sete pontos da zona de segurança.

Antevisão – Na I Divisão Distrital, terá chegado a hora do “tudo ou nada”: sem entrar em mais conjecturas sobre resultados futuros até final do campeonato (uma coisa de cada vez…), ao U. Tomar, no imediato, apenas resta uma opção: vencer o Mação, no próximo fim-de-semana, único desfecho que lhe permitirá continuar ainda a “sonhar”… e deixar também o Fazendense na expectativa, dependendo do resultado que conseguir averbar, na recepção ao Cartaxo.

No escalão secundário, destaque para os embates Pego-Tramagal e Aldeiense-U. Atalaiense, a Norte, e Pontével-U. Santarém e Barrosense-Glória do Ribatejo, a Sul.

No Campeonato de Portugal, o Fátima deverá procurar rentabilizar a deslocação aos Açores, ao terreno do “lanterna vermelha”, Guadalupe, esperando-se que o Coruchense possa também obter resultado positivo na recepção ao Sacavenense; o Alcanenense, tendo a visita do líder, Mafra, necessitará superar-se para conseguir os pontos de que tão carenciado se encontra…

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 15 de Março de 2018)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – Sorteio dos 1/4 de Final O Pulsar do Campeonato – 21ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2018
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: