O Pulsar do Campeonato – 10ª Jornada

10 Dezembro, 2017 at 12:00 pm Deixe um comentário

Pulsar-10

(“O Templário”, 07.12.2017)

À medida que o campeonato vai avançando, maior parece ser o equilíbrio entre um numeroso leque de concorrentes, numa prova nivelada por cima, enquanto, algo paradoxalmente, a pragmática equipa do Mação continua, de forma paulatina mas consistente, a dilatar a sua vantagem, continuando a transpor sem falhas os diversos e difíceis obstáculos que se lhe vão deparando no caminho, beneficiando dos pontos perdidos nos jogos entre os seus perseguidores.

Destaques – O primeiro destaque desta 10.ª ronda vai precisamente para mais um triunfo dos maçaenses, defrontando, pela segunda semana sucessiva um dos 2.º classificados, Samora Correia, voltando a vencer, outra vez, graças a um único golo, o “q.b.” para somar mais três pontos, distanciando assim os samorenses – que somaram o terceiro desaire nas últimas quatro partidas –, agora já a nove pontos, tendo caído para o 6.º posto.

Realce também para a categórica vitória do U. Tomar na recepção ao Torres Novas (curiosamente, repetindo a marca da época passada, 3-0), somando terceira vitória nos últimos quatro jogos (empatou apenas no terreno do líder), o que catapultou os unionistas para o pódio – numa fulgurante ascensão, desde o 8.º lugar, numa única jornada –, repartindo agora a 3.ª posição com o Fazendense, ambos só um ponto abaixo do novo 2.º classificado, U. Almeirim.

Tal como sucedera na semana anterior, os unionistas, praticamente entrando a ganhar, com o golo inaugural logo ao terceiro minuto, cedo resolveram a contenda, fixando o marcador ainda no decurso da primeira metade do desafio. Não obstante, com os oito tentos apontados nos 45 minutos iniciais das duas últimas jornadas, o grupo nabantino, somando já um total de 23 golos, cota-se agora como o melhor marcador da prova. Ao invés, os torrejanos, somando terceira derrota sucessiva, baixaram, em duas semanas, de 2.º para 8.º!

Por fim, menção ainda à goleada (4-0) averbada pela U. Abrantina frente aos Empregados do Comércio (com quatro derrotas nos últimos cinco jogos, apenas não tendo perdido… com o líder), ultrapassando assim os “Caixeiros”, ao mesmo tempo que trespassou a “lanterna vermelha”, de novo, a uma irreconhecível equipa do Riachense, cada vez em maiores apuros.

Confirmações – Os resultados dos outros quatro jogos não trouxeram também qualquer surpresa, confirmando-se, portanto, o favoritismo do U. Almeirim e do Cartaxo, assim com a esperada tendência de equilíbrio nos encontros de Amiais de Baixo e da Moçarria.

O Cartaxo conseguiu finalmente, ao quarto jogo, quebrar a malapata, depois de três desaires no seu terreno, ganhando por 2-1 ao Ferreira do Zêzere, que, concomitantemente, viu também quebrada a sua magnífica série de cinco vitórias consecutivas. Um desfecho que volta a trazer o conjunto cartaxeiro para junto do “pelotão” da frente, agora a três pontos do par que reparte a 7.ª e 8.ª posição, ampliando para sete pontos a margem de segurança em relação à “linha de água”.

Em Amiais de Baixo, o Amiense e Fazendense repetiram, pela sexta vez nas últimas oito épocas, a igualdade, desta feita a uma bola, num confronto em que esta tendência de equilíbrio raramente tem sido desfeita. O clube das Fazendas de Almeirim somou o seu sexto empate na presente edição do campeonato, mantendo, assim, a invencibilidade na competição.

Em Almeirim, o União local, sem contemplações ante o, outra vez, “lanterna vermelha”, Riachense – somou o quinto desaire nas últimas seis partidas que disputou –, goleou por 5-1 (desforrando-se da eliminação na Taça do Ribatejo, aos pés deste mesmo adversário), aproveitando os resultados dos seus mais directos rivais na tabela para subir do 4.º ao 2.º lugar.

Por fim, na Moçarria, o Moçarriense e o At. Ouriense não foram além do empate, igualmente a uma bola, um desfecho mais agradável para a formação de Ourém do que para os donos da casa, que, apenas tendo conseguido, até agora, vencer um único jogo, e não obstante se mantenham à “tona de água”, contam somente um escasso ponto a mais que a U. Abrantina, tendo visto o Cartaxo afastar-se, agora já a seis pontos – parecendo, assim, restringir-se ao quarteto da cauda da pauta classificativa (também com Caixeiros e Riachense) a luta para escapar à despromoção.

II Divisão Distrital – Na série a Norte, o Tramagal cedeu os primeiros pontos, não tendo conseguido desafazer o nulo na visita que fez ao terreno onde o Aldeiense disputa os seus jogos em casa, mantendo o comando, mas vendo, assim, o Rio Maior (vitória por 4-1 em Alferrarede) aproximar-se, agora a três pontos. No confronto entre U. Atalaiense e Espinheirense, clara vitória da turma da Atalaia (3-0), seguindo ambos um ponto mais abaixo, na 3.ª posição.

A Sul, já na 8.ª ronda, o Glória do Ribatejo reforçou a liderança, ganhando ao Barrosense (2-0) e beneficiando do empate (1-1) do Benavente em Benfica do Ribatejo. Destaque para as goleadas obtidas por U. Santarém (6-1 na recepção ao Pontével) e Marinhais (5-1 ao Porto Alto), ocupando, respectivamente, o 4.º e o 2.º lugar (partilhado com o Benavente).

Campeonato de Portugal – Esta foi uma jornada (12.ª) positiva para os emblemas do Distrito, com triunfos do Fátima (3-0 ao Sintrense) e do Coruchense (3-2 em Ponte de Sôr, frente ao Eléctrico), enquanto o Alcanenense foi empatar, a zero, a Torres Vedras, ante o Torreense. A turma do Sorraia subiu ao 5.º lugar, sendo agora o grupo de Alcanena, 10.º; ainda abaixo da “linha de água”, mas somente um ponto abaixo, o Fátima manteve-se no 12.º posto.

Antevisão – Neste fim-de-semana, os campeonatos distritais registam nova interrupção, a pretexto da disputa dos 1/8 de final da Taça do Ribatejo. Contudo, devido ao facto de se encontrar também em acção a selecção distrital, apenas serão realizadas três das oito partidas inicialmente agendadas: Empregados do Comércio-Alferrarede, Marinhais-Glória do Ribatejo e U. Santarém-U. Atalaiense, tendo as restantes sido adiadas, em princípio, para 23 de Dezembro.

No Campeonato de Portugal, o Coruchense terá a visita do líder, Mafra, enquanto o Alcanenense recebe o Caldas; o Fátima desloca-se a Sacavém, para defrontar o Sacavenense.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 7 de Dezembro de 2017)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – 6ª Jornada – Resultados e Classificações Liga dos Campeões – Sorteio dos 1/8 de Final

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: