O Pulsar do Campeonato – 7ª Jornada

19 Novembro, 2017 at 12:00 pm Deixe um comentário

Pulsar-07

(“O Templário”, 16.11.2017)

Caixeiros travam líder

À 7.ª jornada o líder, Mação, viu interrompida a sua senda triunfal, não tendo conseguido, pela primeira vez na prova, ir além do empate, na deslocação à Ribeira de Santarém, frente aos Empregados do Comércio. Numa ronda na qual nenhum dos cinco primeiros da tabela conseguiu vencer, tal resultou num reagrupamento do pelotão da frente, agora com um total de oito equipas enquadradas num intervalo de apenas seis pontos, entre o 2.º e o 9.º classificado.

Destaques – O grande destaque vai para os Caixeiros que, recebendo o Mação, tendo começado por sofrer um golo, tiveram a capacidade para operar a reviravolta no marcador, mantendo-se em vantagem até próximo do final da partida, com os maçaenses a conseguir ainda minimizar os danos, acabando por restabelecer a igualdade, a duas bolas.

Merece igualmente realce o triunfo averbado pelo Cartaxo na visita a Samora Correia, impondo-se por 3-1 no terreno do actual 3.º classificado. Depois de ter ganho já em Tomar, ante o União, e de ter empatado em Almeirim, os cartaxeiros confirmam a sua vocação para roubar pontos aos candidatos ao título, no seu próprio reduto. Um desempenho em flagrante contraste com os resultados registados em casa, em que, até agora, em dois jogos, contam dois desaires.

Surpresa – A surpresa desta ronda registou-se nas Fazendas de Almeirim, onde o aguerrido grupo do Moçarriense foi arrancar um nulo, somando assim o seu terceiro empate (depois do União de Tomar e do Samora Correia, ambos em casa). Para o Fazendense, que mantém a invencibilidade, esta foi já a quarta igualdade cedida/averbada (terceira nos últimos quatro jogos), mantendo o 4.º posto na pauta classificativa, a seis pontos do comandante.

Outra “meia-surpresa” ocorreu nos Riachos, com a primeira vitória da U. Abrantina – colocando termo a um terrível ciclo de seis desaires sucessivos –, batendo o Riachense por 2-1. Ao invés, para a turma da casa, este desfecho vem confirmar que será necessário mudar bastante para poder evitar a ameaça da despromoção. Com uma campanha irreconhecível, o Riachense é agora o “lanterna vermelha”, com um único ponto obtido até à data!

Confirmações – O União de Tomar, evidenciando uma subida de forma nas últimas semanas, impôs-se categoricamente ao Amiense – que, depois de três triunfos nas três primeiras jornadas, somou a quarta derrota consecutiva –, ganhando por 3-0, sendo o principal beneficiado da jornada, ganhando pontos (2 ou 3) a todos os cinco clubes que seguem actualmente à sua frente na pauta classificativa. Um tento a abrir cada meio tempo selaram uma vitória tranquila dos unionistas, reforçada ainda com o terceiro golo.

Em Ferreira do Zêzere, a turma local prossegue a sua excelente recuperação, sob o comando técnico de Eduardo Fortes – após os três desaires na abertura do campeonato, somou agora o terceiro triunfo sucessivo –, batendo uma boa equipa do At. Ouriense por 2-0, posicionando-se a meio da tabela, nesta já altura já com uma vantagem de sete pontos face à “linha de água”!

Num dos principais desafios da ronda, em que se defrontavam o vice-líder, Torres Novas (que mantinha em curso um ciclo de três vitórias) e o 5.º classificado, U. Almeirim, curiosamente – tal como sucedera na semana anterior com os almeirinenses –, empatando de novo a um golo, os dois conjuntos “anularam-se” mutuamente, tendo, desta feita, a formação de Almeirim desperdiçado uma grande penalidade já mesmo no final do jogo. Assim, os torrejanos continuam a três pontos do guia, enquanto o U. Almeirim mantém um atraso de sete pontos.

II Divisão Distrital – Na série mais a Norte, apenas na sua 3.ª jornada, destaque para as goleadas do Espinheirense frente ao Alferrarede (6-1) e, sobretudo, por inesperada, do Rio Maior ante a U. Atalaiense (4-1). As equipas do Espinheirense, Aldeiense (vitória no terreno do Ortiga) e Tramagal (ganhando em Caxarias) partilham o comando, com o pleno de pontos.

A Sul, já na 5.ª ronda, numa série bastante equilibrada, o Benavente venceu o confronto com o U. Santarém (2-1), isolando-se na liderança, beneficiando da folga do Glória do Ribatejo, assim como do desaire caseiro do Barrosense ante o Marinhais (0-1).

Campeonato de Portugal – Já na sua 10.ª jornada, cumprindo-se portanto o primeiro terço da prova, o Fátima continua a ganhar, na recepção ao Guadalupe (3-1), tal como o Coruchense, com uma importante vitória na deslocação a Sacavém, frente ao Sacavenense (1-0). Ao invés, o Alcanenense, batido no terreno do líder, Mafra (0-2) – somando assim o quarto desaire consecutivo –, caiu, pela primeira vez, para os indesejados lugares abaixo da “linha de água”. Por agora, uma situação ainda não alarmante, dado o grande equilíbrio pontual registado entre os diversos clubes concorrentes, mas urge “arrepiar caminho”.

Antevisão – Na I Divisão Distrital, o jogo grande da jornada será, indubitavelmente, o que opõe o líder, Mação, ao União de Tomar, num desafio que poderá vir a revestir-se de contornos determinantes para o futuro da competição. Para os unionistas, será mais uma etapa na linha do objectivo de vencer jogo a jogo, o que a concretizar-se, animaria sobremaneira o campeonato.

Merecem igualmente destaque os embates entre U. Almeirim-Samora Correia (no qual se cruzam outros dois candidatos ao título), assim como o Amiense-Torres Novas, envolvendo dois clubes históricos do Distrito. Será também de especial interesse o Cartaxo-Fazendense.

Na II Divisão, a Norte, cruzam-se dois dos actuais líderes, no Tramagal-Espinheirense, enquanto o outro comandante, Aldeiense, terá um sério desafio, na recepção ao também candidato Rio Maior. A Sul, o Benavente é favorito na visita a Salvaterra, sendo de salientar ainda o Glória do Ribatejo-Benfica do Ribatejo, assim como o U. Santarém-Barrosense.

No Campeonato de Portugal, teremos um aliciante confronto entre Coruchense-Fátima, cabendo ao Alcanenense receber o Lusitânia dos Açores, esperando-se que possa retomar os triunfos, invertendo a tendência das últimas jornadas.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 16 de Novembro de 2017)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

O Pulsar do Campeonato – 6ª Jornada Liga dos Campeões – 5ª Jornada (CSKA Moskva – Benfica)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2017
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: