EURO 2016 – Grupo F – 3ª jornada – Islândia – Áustria

22 Junho, 2016 at 5:52 pm Deixe um comentário

IslândiaÁustria2-1

Islândia Hannes Halldórsson, Birkir Sævarsson, Kári Árnason, Ragnar Sigurdsson, Ari Skúlason, Johann Gudmundsson (86m – Sverrir Ingason), Aron Gunnarsson, Gylfi Sigurdsson, Birkir Bjarnason, Jón Dadi Bödvarsson  (71m – Elmar Bjarnason) e Kolbeinn Sigthórsson (80m – Arnor Ingvi Traustason)

Áustria Robert Almer, Aleksandar Dragović, Sebastian Prödl (45m – Alessandro Schöpf), Martin Hinteregger, Christian Fuchs, Florian Klein, Stefan Ilsanker (45m – Marc Janko), Julian Baumgartlinger, Marko Arnautović, David Alaba e Marcel Sabitzer (78m – Jakob Jantscher)

1-0 – Jón Dadi Bödvarsson – 18m
1-1 – Alessandro Schöpf – 60m
2-1 – Arnor Ingvi Traustason – 90m

“Melhor em campo” – Kári Árnason

Amarelos – Ari Skúlason (36m), Kolbeinn Sigthórsson (51m), Kári Árnason (78m) e Hannes Halldórsson (82m); Marc Janko (70m)

Árbitro – Szymon Marciniak (Polónia)

Stade de France – Paris (17h00)

Continuando a fazer surpresa, a estreante selecção da Islândia confirma o apuramento para os 1/8 de final, fase em que defrontará a Inglaterra.

Num desafio em que os austríacos depositavam todas as esperanças (a vitória dar-lhes-ia a qualificação), os islandeses entravam com a vantagem de lhes bastar o empate. E seria até a Islândia a marcar primeiro, colocando ainda maior pressão sobre a Áustria, numa altura em que, em paralelo, no outro jogo, a Hungria se adiantava no marcador, frente a Portugal.

Sem que o resultado se alterasse até final do primeiro tempo – a Áustria desperdiçaria uma grande penalidade, com um remate ao poste, tal como se registara no jogo com Portugal, então com Cristiano Ronaldo a não conseguir marcar -, os austríacos viriam a chegar ao empate à passagem da hora de jogo.

Na meia hora restante, naturalmente, intensificaram a ofensiva, com a Islândia cada vez mais a ter de remeter-se à defesa, mas sem contudo abdicar de procurar explorar o contra-ataque.

E – já o jogo de Portugal tinha terminado, posicionando-se então a equipa portuguesa no 2.º lugar do Grupo (que a levaria a ter por adversário a Inglaterra) – quando, no quarto e último minuto do período de compensação, a Islândia, precisamente num rápido lance de contra-ataque, aproveitando o facto de o adversário estar totalmente balanceado no ataque, marcaria o segundo golo, da vitória, assim recuperando o 2.º posto, relegando Portugal para a 3.ª posição…

Estranhamente, um golo que os portugueses de alguma forma festejaram, dado que remete a selecção nacional para a parte alta do quadro, afastada das maiores potências do futebol europeu, mas, para já, com um difícil compromisso, frente à Croácia.

Advertisements

Entry filed under: Desporto, Euro-2016.

EURO 2016 – Grupo F – 3ª jornada – Hungria – Portugal EURO 2016 – Grupo E – 3ª jornada – Itália – Irlanda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2016
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: