Archive for 13 Junho, 2016

EURO 2016 – Grupo E – 1ª jornada – Bélgica – Itália

BélgicaItália0-2

Bélgica Thibaut Courtois, Laurent Ciman (76m – Yannick Ferreira Carrasco), Toby Alderweireld, Thomas Vermaelen, Jan Vertonghen, Kevin De Bruyne, Radja Nainggolan (62m – Dries Mertens), Axel Witsel, Eden Hazard, Marouane Fellaini e Romelu Lukaku (73m – Divock Origi)

Itália Gianluigi Buffon, Andrea Barzagli, Leonardo Bonucci, Giorgio Chiellini, Antonio Candreva, Marco Parolo, Daniele De Rossi (78m – Thiago Motta), Emanuele Giaccherini, Matteo Darmian (58m – Mattia De Sciglio), Graziano Pellè e Éder (75m – Ciro Immobile)

0-1 – Emanuele Giaccherini – 32m
0-2 – Graziano Pellè – 90m

“Melhor em campo” – Emanuele Giaccherini

Amarelos – Jan Vertonghen (90m); Giorgio Chiellini (65m), Éder (75m), Leonardo Bonucci (78m) e Thiago Motta (84m)

Árbitro – Mark Clattenburg (Inglaterra)

Stade de Lyon – Lyon (20h00)

O jogo de maior cartaz da primeira jornada desta fase final do Europeu confirmou-se como o de maior atractivo, pela intensidade com que foi jogado, pelas cambiantes tácticas e pela excelência da execução, com ponto alto nos golos e numa enorme “mancha” de Buffon, face a um isolado Lukaku, que, intimidado pela “sombra” do guardião contrário, rematou por cima.

Com o cinismo característico da “squadra azzurra”, a Itália concedeu à Bélgica a iniciativa e o comando do jogo – que, em determinadas fases, chegou a ser quase “asfixiante” -, aproveitando para, de forma cirúrgica, aplicar dois golpes decisivos, o segundo, aliás, já em período de compensação, a confirmar o triunfo, depois de ter passados por alguns momentos aflitivos.

O melhor jogo até ao momento, com a Bélgica, pese embora a derrota, a mostrar credenciais, ao passo que a Itália diz também “presente” de forma bem afirmativa, em busca de superar o desempenho do campeonato anterior, em que foi finalista vencida…

13 Junho, 2016 at 8:51 pm Deixe um comentário

EURO 2016 – Grupo E – 1ª jornada – Irlanda – Suécia

IrlandaSuécia1-1

Irlanda Darren Randolph, Seamus Coleman, John O’Shea, Ciaran Clark, Robbie Brady, James McCarthy (85m – Aiden McGeady), Glenn Whelan, Jeff Hendrick, Jon Walters (64m – James McClean), Wes Hoolahan (78m – Robbie Keane) e Shane Long

Suécia Andreas Isaksson, Mikael Lustig (45m – Erik Johansson), Victor Lindelöf, Andreas Granqvist, Martin Olsson, Sebastian Larsson, Oscar Lewicki (86m – Albin Ekdal), Kim Källström, Emil Forsberg, Marcus Berg (59m – John Guidetti) e Zlatan Ibrahimović

1-0 – Wes Hoolahan – 48m
1-1 – Ciaran Clark (p.b.) – 71m

“Melhor em campo” – Wes Hoolahan

Amarelos – James McCarthy (43m) e Glenn Whelan (77m); Victor Lindelöf (61m)

Árbitro – Milorad Mažić (Sérvia)

Stade de France – Paris (17h00)

Depois da boa entrada em competição do País de Gales, também a Irlanda quase surpreendia o favorito Suécia, num dos melhores desafios desta fase final, na sua jornada inicial.

Contrariamente ao que se poderia supor, não houve uma única equipa a ir em busca do golo e da vitória, mas sim, dois contendores, sem excessivas preocupações defensivas, sempre com uma atitude bem positiva, de parte a parte.

Tendo em conta o enquadramento teórico das selecções neste Grupo – dado o favoritismo atribuído à Itália e à Bélgica -, um empate que acaba por poder vir a revelar-se penalizador para ambas as equipas, na perspectiva da disputa de uma posição entre os melhores 3.º classificados.

13 Junho, 2016 at 5:51 pm Deixe um comentário

EURO 2016 – Grupo D – 1ª jornada – Espanha – R. Checa

EspanhaR. Checa1-0

Espanha David de Gea, Juanfran, Gerard Piqué, Sergio Ramos, Jordi Alba, Cesc Fàbregas (70m – Thiago Alcántara), Sergio Busquets, Andrés Iniesta, David Silva, Nolito (82m – Pedro Rodríguez) e Álvaro Morata (62m – Aritz Aduriz)

R. Checa Petr Čech, Pavel Kadeřábek, Tomáš Sivok, Roman Hubník, David Limberský, Theodor Gebre Selassie (86m – Josef Šural), Vladimír Darida, Jaroslav Plašil, Ladislav Krejčí, Tomáš Rosický (88m – David Pavelka) e Tomáš Necid (75m – David Lafata)

1-0 – Gerard Piqué – 87m

“Melhor em campo” – Andrés Iniesta

Amarelo – David Limberský (61m)

Árbitro – Szymon Marciniak (Polónia)

Stadium de Toulouse – Toulouse (14h00)

Tal como a França no desafio de arranque desta prova, os bi-campeões em título, Espanha, experimentaram grandes dificuldades para levar de vencida uma bem arrumada selecção checa, porém excessivamente limitada à acção defensiva, apenas assumindo a iniciativa depois de se encontrar em desvantagem, quando o tempo já era demasiado escasso.

Na selecção espanhola destaque para a exibição de Andrés Iniesta, o principal obreiro de uma justa vitória.

13 Junho, 2016 at 2:49 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2016
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.