U. Tomar – Centenário (VI)

3 Novembro, 2013 at 12:00 pm Deixe um comentário

UT-Centenario-06

(“O Templário”, 31.10.2013)

A 28 de Dezembro de 1941, dando sequência a uma progressão gradual encetada nos anos mais recentes, o União, pela primeira vez na sua história, conquistava o título de vencedor da sua zona (Norte) do Distrital, da época de 1941-42, no termo de um muito disputado campeonato, com uma espécie de final, na derradeira ronda, entre os dois grandes rivais tomarenses:

«O Estád[i]o Municipal, vulgarmente conhecido pelo «Campo do Sporting» registou no passado domingo uma considerável assistência, talvez a maior da presente época. O União e o Sporting, velhos rivais, poderiam ganhar o título máximo da prova e em qualquer deles ficava bem, visto que são, sem contestação, os melhores «teams» da região.

Ganhou o União por 4-0. Resultado que não traduz fielmente o desenrolar da partida, pois ela decorreu, de uma maneira geral, equilibrada, demonstrando o União mais conjunto. […]

Os grupos alinharam:

União – Aníbal; Marques e Alberto; Cardoso, Machado e César; Inácio, Terras, Victor Hugo, Tôrres e Firmo.

Sporting – Carlos Lanceiro; Souto e Basso; Armando, António Silva e Elísio; Henriques, Rui Silva, Apleton, Fernandes e Silvestre.»(1)

Culminando uma temporada a todos os títulos notáveis, a 26 de Abril de 1942, goleando o U. Entroncamento pela categórica marca de 6-0, na última jornada da prova, o União de Tomar sagrar-se-ia também vencedor da sua série (“Província do Ribatejo”) do Campeonato Nacional da II Divisão – apenas na sua segunda participação na competição, após a estreia no ano anterior – assim obtendo o seu primeiro título de Campeão Provincial do Ribatejo:

«Sob a arbitragem do Sr. Carlos Mariano da A. F. S. os «teams» alinharam da seguinte forma: União do Entroncamento – Fernando; Cipriano e Calado; Afonso, Madeira e Carreiro; Tavares, Américo, Louro, Varandas e Lacueva. União de Tomar – Aníbal; Marques e C. Alberto; Mário, Cardoso e César; Sousa, Terras, Vitor, Tôrres e Firmo.

O jogo foi disputado quási sempre debaixo de chuva tendo na primeira parte caído duas fortes bátegas que transformaram por completo o rectângulo numa lamaçal onde os jogadores se moviam com visível dificuldade

O jogo foi disputado quási sempre debaixo de chuva tendo na primeira parte caído duas fortes bátegas que transformaram por completo o rectângulo numa lamaçal onde os jogadores se moviam com visível dificuldade.»(2)

O União faria ainda mais nesta brilhante época de 1941-42, vencendo os três Campeonatos em disputa: o Regional (Zona Norte do Distrital), o Provincial (II Divisão Nacional) e o Distrital da II Divisão.

____________

(1) Cf. “Cidade de Tomar”, 4 de Janeiro de 1942 – Crónica de Vasco Jacob
(2) Cf. “Cidade de Tomar”, 3 de Maio de 1942 – Crónica de X. (Raúl Pereira)
Anúncios

Entry filed under: Tomar.

O pulsar do campeonato – 5ª jornada Liga dos Campeões – 4ª Jornada (Olympiakos – Benfica)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2013
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: