O pulsar do campeonato – 20ª jornada

10 Fevereiro, 2013 at 10:30 am Deixe um comentário

Templario - 07-02-2013

(“O Templário”, 07.02.2013)

Os resultados da 20.ª e antepenúltima jornada da primeira fase do Campeonato da Divisão Principal não contribuíram para clarificar as posições entre o quarteto da frente, com as equipas candidatas ao título de Campeão e consequente promoção ao Campeonato Nacional a denotarem algumas hesitações, à excepção, claro, da rotunda goleada (8-0) infligida pelo Mação frente ao “lanterna vermelha” Moçarriense.

De facto, com o Riachense e Amiense a não irem além do empate (respectivamente em Abrantes, cedido na fase derradeira do encontro, quando a turma de Riachos jogava em inferioridade numérica; e perante o Fazendense, a dois golos, em partida antecipada para a passada sexta-feira), e com o At. Ouriense a ser derrotado (pela margem mínima) em Benavente, este mini-pelotão mantém-se compacto, com quatro pontos a separarem o duo que reparte agora a liderança (Riachense e Mação) do Amiense, com a formação de Ourém em posição intermédia.

A nota de equilíbrio perdura portanto como dominante, com o trio de equipas do topo da tabela a somar, cada uma, 13 vitórias nos 20 desafios disputados, contando o Amiense apenas um triunfo a menos. Em termos de derrotas, os dois líderes cederam três vezes cada, enquanto os restantes dois desse quarteto somam já cinco desaires.

O Fazendense continua a sua “corrida por fora”, mantendo-se a 11 pontos dos guias, diferença que, a subsistir nas duas rondas finais, seria reduzida a seis pontos, para a segunda fase. Poderá a turma de Fazendas de Almeirim vir ainda a intrometer-se na disputa pelos primeiros lugares? Parece pouco provável, mas não será difícil antecipar que venha a exercer um papel de “arbitragem” entre os candidatos ao título, em função dos resultados que venha a registar frente a cada um deles.

O empate alcançado pela U. Abrantina, a par do triunfo do Benavente sobre o At. Ouriense, ofuscaram de alguma forma o regozijo por mais uma vitória do União de Tomar, frente à animosa equipa da Glória do Ribatejo (2-0). Foi a quinta partida que a turma unionista venceu na segunda volta, aumentando para 17 pontos o seu pecúlio nesta metade da prova (ainda com duas jornadas por disputar) – contra apenas nove na primeira volta –, somente menos um ponto que os obtidos pelo At. Ouriense e Fazendense e menos dois que os alcançados por Riachense, Mação e Amiense, nesse mesmo período.

A formação nabantina reduziu assim para três pontos a distância que a separa do ambicionado 6.º lugar, mantendo-se a um escasso ponto do Benavente; porém, restando apenas duas rondas, a tarefa não se apresenta menos árdua: o União necessitaria, no mínimo, de pontuar em Riachos e de vencer, na última jornada, em casa, o At. Ouriense, esperando que a U. Abrantina possa perder os dois encontros finais (deslocação a Ourém e recepção ao Mação). Isto, claro, sem esquecer que o grupo benaventense também é parte interessada nesta disputa (visita Mação e recebe o Moçarriense).

Por fim, na jornada do passado fim-de-semana, referência para o regresso às vitórias do Coruchense, frente ao Pontével (4-2), colocando termo a uma série de cinco derrotas consecutivas, e reduzindo para quatro pontos a distância que o separa da “linha de água”, posição actualmente ocupada precisamente pelo adversário que defrontou nesta ronda, assim “reentrando” na luta pela manutenção.

Antes da realização das duas jornadas finais, é entretanto ocasião para nova pausa no campeonato distrital, abrindo caminho à disputa, neste fim-de-semana, dos 1/8 Final da Taça Ribatejo, competição em que estão envolvidas nove equipas da Divisão Principal e sete da Divisão Secundária.

Nos confrontos entre equipas da principal divisão, teremos Glória do Ribatejo-At. Ouriense e Mação-Benavente, com favoritismo a pender para as equipas de Ourém e de Mação.

Por seu lado, nos desafios em que intervêm equipas dos dois escalões, os primodivisionários terão de se aplicar para confirmar a sua teórica superioridade, principalmente nos três últimos confrontos, em que terão a dificuldade acrescida de se deslocarem aos terrenos dos respectivos adversários: Coruchense-Vasco da Gama, Fazendense-Alferrarede, Muge-Amiense, Empregados do Comércio-União Tomar e Atalaiense-Pontével. Será com naturalidade que poderemos aguardar alguma surpresa – os geralmente apelidados de “tomba-gigantes”, à escala distrital –, esperando que tal não suceda em Santarém, dadas as aspirações unionistas nesta competição, que o União nunca conseguiu vencer.

Finalmente é já garantido que teremos, nos 1/4 Final da prova, pelo menos uma equipa representante da Divisão Secundária, dado que se enfrentam Assentiz e Meiaviense, com aparente supremacia da equipa da casa, que lidera a sua série do campeonato.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 7 de Fevereiro de 2013)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

A pequena Europa Papa Bento XVI renuncia ao Pontificado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: