O pulsar do campeonato – 19ª jornada

3 Fevereiro, 2013 at 10:30 am Deixe um comentário

Templario - 31-01-2013

(“O Templário”, 31.01.2013)

A três jornadas do termo da primeira fase da Divisão Principal, o campeonato está ao rubro! Efectivamente, depois dos resultados do fim-de-semana – e desconhecendo ainda o desfecho do Riachense-Benavente, interrompido no domingo, devido à chuva, e reagendado para ontem, quarta-feira – os quatro primeiros surgem agora separados, entre si, por um ponto cada.

Ao At. Ouriense, no regresso aos triunfos (frente ao último classificado, Moçarriense), bastou um solitário tento para, aproveitando o empate do Mação na difícil deslocação a Fazendas de Almeirim, voltar a assumir – pelo menos provisoriamente, à condição, dependendo do resultado do jogo de Riachos – a liderança, com um ponto de vantagem sobre a equipa maçaense, com o Riachense a dois, e o Amiense (prosseguindo uma excelente recuperação, somando a sexta vitória consecutiva, na recepção ao Coruchense), a apenas três pontos.

Também o União de Tomar – com uma importante vitória, beneficiando de duas indiscutíveis e não discutidas grandes penalidades, no acanhado terreno de Pontével, em que se revela difícil jogar, dado o constante contacto físico e sucessivas interrupções de jogo, para marcação de faltas, ou para reposição de bola pela linha lateral, condições agravadas pelo mau tempo que se fez sentir, com bastante chuva – tem vindo a protagonizar uma boa segunda volta da prova, acumulando 14 pontos nas últimas sete partidas, em que apenas consentiu um desaire (somente At. Ouriense e Amiense fizeram melhor).

Porém, se tal permitiu à turma unionista, nessas sete jornadas, a obtenção de mais dez pontos relativamente ao mais imediato perseguidor, Pontével, e onze pontos face a cada um dos clubes que constitui o trio da retaguarda – assim cavando um fosso de, respectivamente, dez, onze e doze pontos, em relação a Glória do Ribatejo, Coruchense e Moçarriense, o qual se poderá vir a revelar decisivo para a ordenação final –, não obstou a que a aspiração de poder vir a chegar ainda aos seis primeiros lugares praticamente se tenha esfumado.

Para tal foi determinante o resultado obtido pela U. Abrantina na Glória do Ribatejo, com um dilatado triunfo de 4-1, que lhe permite manter a distância de cinco pontos face à equipa tomarense e, para já, ampliar para quatro pontos a vantagem sobre o Benavente. Ao União de Tomar resta “continuar a sonhar”, mas com os pés bem assentes na terra… necessitará de vencer os dois encontros que lhe restam em casa (frente à formação da Glória do Ribatejo, e ao actual guia da classificação, At. Ouriense), esperando que a turma de Abrantes – com um difícil encadeamento de calendário, defrontando, nas três rondas finais, os três primeiros classificados – possa ser derrotada nesses desafios.

Confirmando o que aqui tenho vindo a antever, o Fazendense vai fazendo um “campeonato à parte”, livre de preocupações, com um lugar nos seis primeiros já praticamente garantido (o que, nesta altura, foi já confirmado pelo quarteto da frente). Em relação à sexta e última vaga de acesso a esse grupo que, na segunda fase, disputará o título e consequente promoção ao novo Campeonato de Seniores da Federação Portuguesa de Futebol, nesta altura ainda por atribuir, as coisas poderão ter ficado bastante mais clarificadas; porém, União de Tomar, e, por maioria de razão, Benavente, terão ainda uma palavra a dizer, embora naturalmente dependentes do que a U. Abrantina possa vir a fazer nesta recta final da primeira fase.

Ao trio que se encontra em zona teoricamente de despromoção – e assim parece confirmar-se dado que, à medida que o Campeonato Nacional da III Divisão avança, Alcanenense, Torres Novas e Cartaxo vão vendo consolidada também a tendência de despromoção ao Distrital (pese embora a recuperação que a equipa torrejana vem encetando) –, com bastante mau desempenho na segunda volta (Glória do Ribatejo e Coruchense, cada um com apenas uma vitória e sete derrotas, sendo que no caso da equipa de Coruche soma já cinco desaires consecutivos; Moçarriense com seis pontos, mas apenas três obtidos nas últimas sete jornadas), resta esperar por melhores dias… e pela divisão de pontos para a segunda fase, que lhes permitirão atenuar distâncias.

Para essa fase decisiva, o União de Tomar transporta já (tal como o Benavente) 12 pontos, enquanto o Pontével acumula 10 pontos, o Glória do Ribatejo, 7, contando Coruchense e Moçarriense ambos com apenas 6 pontos angariados para a segunda parte da competição.

Na antepenúltima ronda desta fase inicial, o trio da liderança terá difíceis deslocações, com o At. Ouriense a visitar Benavente, o Mação, a deslocar-se à Moçarria, e o Riachense a ir até Abrantes. O quarto classificado, Amiense, embora jogando no seu terreno, não deverá enfrentar menos dificuldades, na recepção ao tranquilo, mas bastante competitivo grupo do Fazendense.

Por seu lado, o U. Tomar recebe a visita da turma de Glória do Ribatejo, sendo fundamental continuar a somar pontos – de preferência a vitória… – tendo em mira a tal ambição “sonhada” de poder ainda chegar aos seis primeiros, e, em qualquer caso, o reforço da vantagem sobre o trio da cauda da tabela, o qual é liderado precisamente pelo opositor da próxima jornada. Por fim, o Coruchense, recebendo o Pontével, poderá ensaiar uma quebra da série negativa que atravessa; ou, ao invés, afundar-se ainda mais, caso permita o dilatar da distância que os separa.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 31 de Janeiro de 2013)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Preserving the early blogosphere A pequena Europa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: