Archive for 16 Fevereiro, 2012

Liga Europa – 1/16 Final (1ª mão)

16.02.2012 - FC Porto - Manchester City               1-2
16.02.2012 - Ajax - Manchester United                 0-2
16.02.2012 - Lok. Moskva - Athletic Bilbao            2-1
16.02.2012 - Salzburg - Metalist Kharkiv              0-4
16.02.2012 - Stoke City - Valencia                    0-1
14.02.2012 - Rubin Kazan - Olympiakos                 0-1
16.02.2012 - AZ Alkmaar - Anderlecht                  1-0
16.02.2012 - Lazio - At. Madrid                       1-3
16.02.2012 - Steaua - Twente                          0-1
16.02.2012 - Viktoria Plzen - Schalke 04              1-1
16.02.2012 - Wisla Krakow - Standard Liège            1-1
14.02.2012 - Sp. Braga - Besiktas                     0-2
16.02.2012 - Udinese - PAOK                           0-0
16.02.2012 - Trabzonspor - PSV Eindhoven              1-2
16.02.2012 - Hannover - Brugge                        2-1
16.02.2012 - Legia Warsaw - Sporting                  2-2

Nesta 1ª mão dos 1/16 Final da Liga Europa, destaque para as vitórias fora de casa de duas equipas espanholas (At. Madrid e Valencia) e de outras duas holandesas (PSV e Twente), assim como de duas inglesas (ambas de Manchester). A Holanda teve um terceiro vencedor (AZ Alkmaar), mas, também, uma derrota em casa (do Ajax). Também a Inglaterra teve uma derrota caseira, do Stoke City. Na eliminatória seguinte está já, praticamente, a equipa ucraniana do Metalist Kharkiv, obtendo a maior goleada da ronda, na Áustria. Das equipas portuguesas salvou-se, para já, o Sporting, a alcançar um empate positivo, com golos, na Polónia (cujas equipas concederam dois empates caseiros).

16 Fevereiro, 2012 at 9:57 pm Deixe um comentário

Como eu amava “auto-retrato” e me sinto esmagado pelo “autorretrato”!

Porque contraria este movimento natural da escrita, o AO é néscio e grosseiro.

Um último efeito, talvez o mais grave: o Acordo mutila o pensamento. A simplificação das palavras, a redução à pura fonética, o “acto” que se torna “ato”, tornam simplesmente a língua num veículo transparente de comunicação. Todo o mistério essencial da escrita que lhe vem da opacidade da ortografia, do seu esoterismo, desaparece agora. O fim das consoantes mudas, as mudanças nos hífenes, a eliminação dos acentos, etc, transformam o português numa língua prática, utilitária, manipulável como um utensílio. Como se expusesse todo o seu sentido à superfície da escrita. O AO afecta não só a forma da língua portuguesa, mas o nosso pensamento: com ele seremos levados, imperceptivelmente, a pensar de outro modo, mesmo se, aparentemente, a semântica permanece intacta. É que, além de ser afectiva, a ortografia marca um espaço virtual de pensamento. Com o AO teremos, desse espaço, limites e contornos mais visíveis que serão muros de uma prisão onde os movimentos possíveis da língua empobrecerão. Como numa suave lavagem de cérebro.»

(José Gil, Visão – ver artigo completo aqui)

16 Fevereiro, 2012 at 8:38 pm Deixe um comentário

O acordo ortográfico e o futuro da língua portuguesa

Pensu qe ainda puderiamux prupor maix algumax melhuriax max parese-me qe exte breve ezersísiu já e sufisiente para todux perseberem qomu a simplifiqasaum i a aprosimasaum da ortografia à oralidade so pode trazer vantajainx qompetitivax para a língua purtugeza i para a sua aixpansaum nu mundu.

Será qe algum dia xegaremux a exta perfaisaum?

(Maria Clara Assunção – A Biblioteca de Jacinto)

16 Fevereiro, 2012 at 4:42 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.