Grandes clássicos das competições europeias – (9) Barcelona – Celtic

26 Fevereiro, 2020 at 7:00 pm Deixe um comentário

Barcelona Celtic

 Época Prova Ronda       1.ª Mão                2.ª mão
1964-65 TCF  2ª El.Barcelona-Celtic 3-1   Celtic-Barcelona 0-0
2003-04 UEFA  1/8  Celtic-Barcelona 1-0   Barcelona-Celtic 0-0
2004-05 LCE  Grupo Celtic-Barcelona 1-3   Barcelona-Celtic 1-1
2007-08 LCE   1/8  Celtic-Barcelona 2-3   Barcelona-Celtic 1-0
2012-13 LCE  Grupo Barcelona-Celtic 2-1   Celtic-Barcelona 2-1
2013-14 LCE  Grupo Celtic-Barcelona 0-1   Barcelona-Celtic 6-1
2016-17 LCE  Grupo Barcelona-Celtic 7-0   Celtic-Barcelona 0-2

      Balanço global                J    V    E    D   GM   GS
Barcelona - Celtic                 14    9    3    2   30 – 10

Pese embora não tenha, hoje por hoje, um estatuto de “grande” do futebol europeu, a verdade é que o Celtic é o terceiro clube da Europa com mais títulos conquistados (apenas superado pelo eterno rival, Rangers, e pelo Linfield), contando 50 títulos de Campeão da Escócia, tendo aliás em curso uma notável série de oito campeonatos nacionais ganhos consecutivamente, desde o ano de 2011.

E, para o efeito, mais importante, é um muito assíduo participante em competições europeias (55 temporadas, nas 65 edições em disputa até à data – tendo-se inclusivamente sagrado Campeão Europeu em 1967, na Final disputada em Lisboa, no Estádio Nacional, para além de ter sido vice-campeão em 1970), o que justifica a frequência deste embate, em particular, com o Barcelona.

Com alguma naturalidade, assinala-se uma clara supremacia catalã (nove vitórias, face a apenas dois triunfos dos escoceses), ainda mais vincada a nível da expressão do score global agregado (30-10), função nomeadamente das robustas goleadas sofridas pelos “católicos” nas suas duas últimas visitas a Camp Nou.

Espanhóis e escoceses defrontaram-se em eliminatórias por três ocasiões, tendo uma delas sido favorável ao Celtic, em 2003-04.

O início desta história remonta a 1964-65, ainda na Taça das Cidades com Feiras, competição precursora da Taça UEFA, com o Barcelona (que começara por eliminar a Fiorentina) a sair vencedor da 2.ª eliminatória, afastando assim o Celtic, que, por curiosidade, superara o Leixões na ronda inicial. Contudo, os catalães – já vencedores da competição em 1958 e 1960 e finalistas em 1962 – não iriam longe, sendo afastados logo na eliminatória seguinte (por “moeda ao ar”!), após três empates com o Racing de Strasbourg.

Após um longo interregno de quase quatro décadas, surgiria então a oportunidade – na Taça UEFA de 2003-04 – para o tal “brilharete” da turma de Glasgow (finalista da edição anterior da prova, batido pelo FC Porto em Sevilha, dirigido por Martin O’Neill), afastando o Barcelona (treinado por Frank Rijkaard e onde alinhava então Javier Saviola) nos 1/8 de final, mercê de um tangencial triunfo em casa (golo de Alan Thompson), seguido por um nulo em Camp Nou, com o jovem guardião David Marshall a ser o “herói” do jogo. Todavia, os escoceses não conseguiriam repetir a caminhada da época precedente, vindo a ser eliminados, nos 1/4 de final, pelo Villarreal.

Já na Liga dos Campeões, em 2007-08, igualmente nos 1/8 de final, o Barcelona (ainda sob o comando de Rijkaard) venceu os desafios das duas mãos ante o Celtic (que, na fase de grupos, afastara o Benfica), em ambos os casos por desfecho tangencial: 3-2 em Parkhead e 1-0 em casa. Os “blaugrana” superariam ainda o Schalke 04 (que eliminara o FC Porto), vindo a perder as meias-finais, ante o futuro Campeão Europeu, Manchester United.

Têm sido mais frequentes – em especial na última meia dúzia de anos – os encontros entre os dois clubes em fases de grupos da Liga dos Campeões, com o Celtic a conseguir “equilibrar as contas” numa única ocasião, na temporada de 2012-13.

Começando por 2004-05, Barcelona e Celtic reencontravam-se, depois da eliminatória da época anterior, com os escoceses a repetir o empate em Camp Nou, mas, desta vez, tendo sido desfeiteados no seu próprio reduto logo na ronda inaugural, terminando no último lugar do grupo. Quanto ao Barcelona, seguiu para os 1/8 de final, eliminatória que viria a perder ante o Chelsea (de José Mourinho, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira e Tiago).

Em 2012-13, cada um dos emblemas venceu a respectiva partida em casa, por 2-1 (numa noite inesquecível para os escoceses, uma magnífica prenda de 125.º aniversário), surpreendente desfecho que, conjugado com os resultados das restantes jornadas, possibilitou a ambas as equipas o apuramento para a fase a eliminar, em detrimento do… Benfica (3.º classificado no grupo). O Celtic seria afastado logo de seguida, com duas derrotas (0-3 e 0-2) ante a Juventus. Por seu lado, o Barcelona ultrapassaria o AC Milan e o Paris Saint-Germain, vindo a ter a sua carreira interrompida nas meias-finais, outra vez pelo futuro Campeão Europeu, Bayern (com dois pesados desaires, 0-4 e 0-3, num terrífico “score” global de 0-7, o pior de sempre dos catalães em toda a sua história nas competições europeias).

Na época seguinte, com o Barcelona a ganhar ambos os desafios, o jogo da 2.ª volta ficaria assinalado pela primeira goleada (6-1, com hat-trick de Neymar), tendo o Celtic sido, outra vez, 4.º classificado no grupo. O emblema da Catalunha afastaria de seguida o Manchester City, vindo a ser eliminado nos 1/4 de final pelo At. Madrid.

Por fim, na temporada de 2016-17, com outros dois triunfos dos espanhóis, o Barcelona ampliou ainda a expressão da goleada, desta feita para 7-0 (agora com hat-trick de Messi e bis de Suárez) com o Celtic a repetir a última posição no grupo. A turma catalã conseguiria ainda uma fantástica “remontada”, goleando também o Paris Saint-Germain por 6-1 (depois do 0-4 sofrido em Paris), antes de ser afastada, nos 1/4 de final, pela Juventus.

Entry filed under: Desporto. Tags: , .

Sp. Tomar – Quadro interactivo de resultados Liga dos Campeões – 1/8 de final (1.ª mão)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: