O Pulsar do Campeonato – 15ª Jornada

27 Janeiro, 2019 at 12:00 pm Deixe um comentário

o pulsar do campeonato - 2018-19 - 15jornada

(“O Templário”, 24.01.2019)

Com os quatro primeiros classificados a empatar os respectivos jogos, poder-se-ia dizer que tudo ficou na mesma. Mas, nem todos os empates serão “iguais”: poderá valer mais o alcançado pelo Coruchense em Santarém, frente a um rival directo; poderá valer menos o registado pelo U. Almeirim em Ferreira do Zêzere; e, ainda menos, o cedido em casa pelo Amiense, ante o At. Ouriense. Por outro lado, há um ganhador nesta 15.ª ronda: o Cartaxo, em recuperação, paulatinamente a aproximar-se dos lugares de topo, agora “só” a cinco pontos do líder…

Destaques – No jogo grande, entre dois candidatos, em Santarém, opondo o União local e o Coruchense, repetiu-se o desfecho da primeira volta (1-1), desta feita com os escalabitanos a alcançarem o tento da igualdade já a findar o desafio (depois de terem desperdiçado vantagem de três golos na partida anterior). Um resultado que permite à formação do Sorraia manter-se isolada na liderança, após ter enfrentado um dos mais difíceis obstáculos no seu percurso.

Por seu lado, o U. Almeirim registou exactamente o mesmo desfecho (1-1) na deslocação a Ferreira do Zêzere, não tendo, pois, conseguido dar sequência ao ciclo de excelentes resultados que averbara nas rondas precedentes, com goleadas frente aos líderes da classificação. Deste modo, não retirou, no imediato, qualquer benefício da igualdade registada entre os seus actuais mais directos concorrentes na disputa pelo título.

Em Alcanena, num confronto entre dois clubes históricos, que, de forma imprevista, ocupavam as duas últimas posições do campeonato, o Torres Novas conseguiu, enfim, após quinze jornadas, o seu primeiro triunfo na competição, derrotando o Alcanenense por tangencial 1-0, o suficiente para trespassar a “lanterna vermelha” ao seu oponente, mas, sobretudo, um resultado que permite alimentar esperança na recuperação da turma torrejana.

No sempre difícil reduto de Amiais de Baixo, o At. Ouriense (que mantém uma boa 6.ª posição na pauta classificativa) impôs um empate (1-1) ao Amiense, grupo a atravessar período de menor fulgor – depois do brilhante ciclo de seis vitórias consecutivas, não vence há já três jogos –, mantendo-se, não obstante, no quarteto da frente, apenas a dois pontos do líder, mas, agora, também com o Cartaxo já à espreita, três pontos abaixo.

Surpresa – O resultado mais surpreendente ocorreu nas Fazendas de Almeirim, onde o Fazendense prosseguiu a sua senda de empates – sexto consecutivo! –, na recepção ao Marinhais, também a uma bola, com os visitantes, agora os únicos ainda sem ter conseguido estrear-se a vencer, prosseguindo a sua luta pela fuga à zona perigosa da classificação, a pontuarem pela quinta vez em terreno alheio (depois das igualdades já averbadas em Ourém, Samora Correia, Ferreira do Zêzere e Torres Novas).

Confirmações – Na Glória do Ribatejo, o Cartaxo confirmou o seu favoritismo, ganhando por 2-0, o que lhe proporcionou, não só isolar-se no 5.º posto, mas, sobretudo, encurtar distâncias face aos clubes que o precedem na tabela, agora somente a três pontos do Amiense, a quatro do par formado por U. Almeirim e U. Santarém, e a cinco do guia Coruchense (há apenas quatro jornadas, o atraso para o líder era de 11 pontos!), reentrando assim na disputa do 1.º lugar.

Por fim, o U. Tomar deu um passo atrás no ciclo positivo que vinha desenvolvendo, perdendo em Samora Correia por 2-0, interrompendo assim uma série de cinco encontros sem derrota. Num jogo de reduzida qualidade, também condicionado pelo vento que se fez sentir, assinalam-se duas partes distintas: na primeira, os unionistas estiveram claramente por cima, empurrando o adversário para a sua zona defensiva, todavia sem conseguir criar efectivas ocasiões de golo.

Numa partida que parecia talhada para o 0-0, tal a inoperância dos samorenses, até então sem qualquer lance ofensivo digno de nota, uma contestada grande penalidade, na fase inicial do segundo tempo, permitiu aos visitados inaugurar o marcador. Tendo começado, já então, a dar algum espaço de manobra ao seu opositor, que ganhou confiança, a partir daí os tomarenses ressentiram-se, não mais voltando a pegar no jogo, sem conseguirem impor-se na zona nevrálgica do meio-campo. Só nos derradeiros minutos, já mais com o coração, o União voltaria a intensificar a carga sobre a defesa contrária, mas era tarde para que tal pudesse ainda frutificar.

II Divisão Distrital – O Abrantes e Benfica, ganhando ao mais directo rival, Pego, por 1-0, mantém a sua campanha 100% vitoriosa, após 13 jornadas. Realce ainda para a vitória do Riachense (3-1) ante a U. Atalaiense, o que, conjugado com o nulo registado no Ortiga-Tramagal e a derrota caseira do U. Tomar “B” ante o Caxarias (1-2) permitiu maior folga ao conjunto dos Riachos (cinco pontos a mais que o Ortiga e sete face a Caxarias e U. Tomar “B”).

A Sul, com a vitória do Rio Maior em Pontével (2-0), o triunfo do Forense sobre o Espinheirense (3-1), e apesar de o Moçarriense não ter ido além do empate (1-1) no “derby”, ante os Empregados do Comércio, tudo parece já decidido a nível do apuramento para a fase final, dado que o Pontével regista agora um atraso de oito pontos em relação ao 3.º classificado.

Campeonato de Portugal – Quem parece ter também a sua situação definida, mas por más razões, é o Mação, derrotado em casa pelo Alverca (0-1), curiosamente um adversário que proporcionara aos maçaenses estrear-se a vencer, no arranque da 1.ª volta. O atraso, já de onze pontos, em relação à “linha de água” afigura-se praticamente intransponível.

Melhor esteve o Fátima, não desperdiçando a oportunidade de somar mais três preciosos pontos ao seu pecúlio, recebendo e batendo o Santa Iria (primeiro clube abaixa de tal linha) por 2-1, passando a dispor de uma boa margem, de onze pontos, a qual, em circunstâncias normais, lhe deveria permitir gerir com tranquilidade a segunda metade da competição.

Antevisão – Os campeonatos distritais sofrem novo interregno, para disputa da eliminatória correspondente aos 1/4 de final da Taça do Ribatejo. Dois confrontos avultam em especial: começando pelo Coruchense-U. Tomar, que coloca frente a frente o actual líder do campeonato e o detentor do troféu, numa partida de características sempre especiais como são os jogos a eliminar; por outro lado, um “derby” do município de Santarém, entre U. Santarém e Amiense.

De interesse será também o Abrantes e Benfica-Ferreira do Zêzere, colocando à prova a carreira vitoriosa dos abrantinos; assim como curioso se apresenta o embate entre Marinhais e Pontével.

No Campeonato de Portugal, o Fátima desloca-se à Sertã, para defrontar o Sertanense, com expectativa de poder pontuar, enquanto o Mação visita o actual vice-líder, U. Leiria.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 24 de Janeiro de 2019)

Entry filed under: Tomar.

Benfica / FC Porto / Sporting – Títulos Joan Baez – Fare Thee Well

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Janeiro 2019
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @_lourenco_c: Maxi Pereira, se tivesse ficado no Benfica, estaria agora a receber uma despedida só superada pela do Jonas; a decisão que… 1 hour ago
  • RT @rpsilva: Dicas de vistos (marcações, requerimentos, confirmações e seguros), transportes e língua+alfabeto. Com a ironia natural de me… 7 hours ago
  • RT @FlavioNunesPT: Depois dos alertas que aqui deixei ontem por causa da FaceApp, Público, Renascença, Sábado, Observador, DN, JN, Sol e Pp… 13 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: