O Pulsar do Campeonato – 22ª Jornada

19 Março, 2017 at 11:00 am Deixe um comentário

Pulsar - 22

(“O Templário”, 16.03.2017)

Com os dois primeiros classificados a confirmar o favoritismo, nas partidas que disputaram frente aos dois últimos da tabela, o União de Tomar deu continuidade ao excelente triunfo averbado ante o guia, posicionando-se agora a um único ponto de um lugar no pódio.

Destaques – O grande destaque da 22.ª ronda vai precisamente para a vitória do União de Tomar, pela entusiasmante marca de 4-3, no sempre difícil terreno de Amiais de Baixo, reduto do Amiense, onde, até agora, apenas o líder conseguira vencer.

Com uma entrada muito assertiva, que surpreendeu os visitados, cedo os unionistas se colocaram em vantagem, mercê de um tento de Fábio Vieira. Mas o melhor ainda estava para vir: perante uma formação da casa algo atónita com o desenrolar dos acontecimentos, os tomarenses, continuando a controlar o jogo, chegariam ao intervalo a vencer por categórico 3-0.

No segundo tempo, apesar do desnível no marcador, era expectável a reacção do Amiense; talvez não se esperasse era que conseguisse marcar tão cedo, dando reforçado ânimo aos seus jogadores. A formação da casa assumiu a iniciativa do jogo, obrigando o União a recuar no terreno, na expectativa do aproveitamento de lances de contra-ataque, de que viria a surgir o quarto golo dos unionistas (destacando-se os dois tentos apontados por Nuno Rodrigues). Com o marcador em 4-1, pensou-se que tal faria desanimar os homens da casa; contudo, nunca se entregando, voltariam a marcar, para, praticamente em cima do final do tempo regulamentar, reduzirem para a desvantagem mínima, de 3-4.

Os oito minutos de compensação foram jogados mais com o “coração do que com a cabeça”, então com o União a procurar preservar a vantagem, enquanto o conjunto de Amiais buscava ainda o golo que consumaria uma extraordinária recuperação. No final, uma preciosa vitória que coloca os nabantinos a um escasso ponto do duo formado por Amiense e Samora Correia, que repartem agora o 3.º posto, portanto, com tudo em aberto para as quatro jornadas finais.

Na outra partida, também de cariz determinante nessa disputa de um lugar no pódio, o Samora Correia impôs-se na recepção ao Fazendense (agora com três pontos de desvantagem), tendo ganho por 2-0, interrompendo assim um ciclo de quatro jogos sem derrota do seu opositor.

Realce ainda para os (imprevistos) números (4-0) que assinalaram a goleada dos Empregados do Comércio sobre o At. Ouriense – resultado que, aliás, se registava já ao intervalo –, o que permite aos “Caixeiros” praticamente a garantia da tranquilidade, que só não é ainda absoluta, dada a incerteza que subsiste sobre se serão duas ou três as equipas a despromover.

Surpresa – Destacada já a vitória do União em Amiais de Baixo, não há particulares surpresas a assinalar nesta jornada, sendo apenas de notar a dificuldade que o líder, Coruchense, sentiu no terreno do “lanterna vermelha”, Benavente – que, com o desfecho registado, confirmou já matematicamente a sua despromoção à II Divisão –, para vencer por “apertado” 3-2, depois de ter esbanjado uma vantagem de dois golos que relativamente cedo obtivera (repetindo o que, curiosamente, sucedera já, também, no confronto ante o Cartaxo), o que indicia que o líder estará a atravessar uma fase menos boa, antes de um desafio que poderá ser o do “título”.

Confirmações – Nos restantes três jogos, o U. Almeirim não se deixou surpreender pelo Pego, ganhando por 1-0, enquanto o Riachense apenas teve dificuldade até quebrar pela primeira vez a barreira defensiva do Cartaxo, finalizando com um confortável 3-0; por seu lado, em Torres Novas, o Mação averbou o seu terceiro empate consecutivo na prova, repetindo o marcador registado em Riachos há quinze dias (1-1), depois do nulo na recepção ao U. Almeirim.

II Divisão Distrital – Já com tudo decidido na Série A quanto aos três apurados para a fase de disputa do título e da promoção (U. Abrantina, Ferreira do Zêzere e U. Atalaiense), destaque para as vitórias da U. Abrantina na Atalaia (3-1), confirmando a vitória na série, acabando por ser inconsequente a goleada imposta pelo Ferreira do Zêzere em Caxarias (5-2).

Na série B, no jogo decisivo para atribuição da última vaga de apuramento, o Benfica do Ribatejo necessitava ganhar ao Marinhais, mas, ao invés, acabaria por ser desfeiteado no seu terreno por 0-2, pelo que o vencedor de série, U. Santarém, é acompanhado pelo Moçarriense e pelo Marinhais. Nesta derradeira ronda, menção ao raro desfecho de 6-3 no Forense-Barrosense.

Campeonato de Portugal – Na série de promoção, o Fátima sofreu segundo desaire sucessivo, tendo perdido, na deslocação a Sacavém, ante o Sacavenense, por 0-2, caindo para o 4.º lugar da classificação, a três pontos do novo líder, Praiense, e a dois do duo Torreense e Sacavenense.

Na série de disputa da manutenção, o Alcanenense conseguiu voltar à senda dos triunfos, com um claro 3-0 sobre o Oleiros, subindo à 3.ª posição, a par do Vilafranquense, agora com quatro pontos de vantagem em relação ao 6.º classificado, precisamente o opositor que derrotou.

Antevisão – Na próxima ronda da I Divisão, teremos o que poderá ser já o “jogo do título”, caso o Coruchense consiga vencer, no seu reduto, o Riachense, beneficiando ainda da confortável vantagem (sete pontos) que um eventual empate lhe continuará a garantir, para as três rondas finais. Ao invés, caso o grupo de Riachos consiga triunfar, poderá vir ainda a animar essa fase derradeira, uma vez que, nesse cenário, os dois primeiros ficariam separados por apenas quatro pontos. O U. Tomar recebe o último classificado, Benavente – num jogo em que, contudo, não deverá esperar facilidades –, na expectativa que Amiense (em Ourém) e Samora Correia (em Mação) possam ter algum deslize, para em caso de vitória, ascender ao 3.º lugar.

Na II Divisão, na jornada inaugural da fase de disputa do título e dos três lugares de acesso ao principal escalão, teremos os seguintes encontros, todos de interesse: Moçarriense-U. Santarém, U. Abrantina-Ferreira do Zêzere e Marinhais-U. Atalaiense.

No Campeonato de Portugal, o Fátima recebe precisamente o líder, Praiense, em desafio de grande importância para a definição do seu futuro na prova. O Alcanenense defronta, também em casa, o V. Sernache, actual penúltimo classificado, podendo consolidar a sua posição.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 16 de Março de 2017)

Advertisements

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – Sorteio dos 1/4 de Final Portugal – Hungria (Mundial 2018 – Qualif.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2017
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: