Archive for 7 Outubro, 2016

Portugal – Andorra (Mundial 2018 – Qualif.)

Portugal Portugal – Rui Patrício, João Cancelo, José Fonte, Pepe (72m – Gelson Martins), Raphaël Guerreiro (52m – Antunes), Ricardo Quaresma, André Gomes (66m – João Mário), João Moutinho, Bernardo Silva, Cristiano Ronaldo e André Silva

Andorra Andorra – Josep Antoni Gomes, Jordi Rubio, Ildefons Lima, Marc Vales, Max-Adrio Llovera, Marc García (49m – Moisès San Nicolas), Victor Rodríguez, Marcio Vieira, Marc Rebés, Cristian Martínez (76m – Victor Hugo Moreira) e Jordi Aláez (73m – Marc Pujol)

1-0 – Cristiano Ronaldo – 2m
2-0 – Cristiano Ronaldo – 4m
3-0 – João Cancelo – 44m
4-0 – Cristiano Ronaldo – 47m
5-0 – Cristiano Ronaldo – 68m
6-0 – André Silva – 86m

Cartões amarelos – Pepe (35m); Victor Rodríguez (28m), Jordi Rubio (53m) e Ildefons Lima (85m)

Cartões vermelhos – Jordi Rubio (62m) e Marc Rebés (71m)

Árbitro – Oliver Drachta (Áustria)

No regresso a casa após a magnífica conquista do título, em França, no mês de Julho, os Campeões Europeus em título recebiam – numa partida em que os “extremos se tocam” – a historicamente mais fraca das selecções de futebol da Europa, Andorra (203.º lugar no ranking da FIFA, apenas à frente, a nível de selecções europeias, da novel selecção de Gibraltar, que não regista ainda qualquer ponto em tal ranking).

Um jogo que, necessariamente, se adivinhava fácil, mais fácil se tornaria quando o também regressado Cristiano Ronaldo – após a lesão sofrida na Final do “EURO 2016” -, em menos de três minutos e meio, marcou dois golos (um “record” mundial em jogos de qualificação para Campeonatos do Mundo)!

Antecipada que era já a certeza da goleada, faltaria apenas estabelecer a sua expressão, por via do número de golos que a equipa portuguesa conseguisse vir a concretizar.

Contudo, perante uma aguerrida (e algo agressiva) selecção andorrana, o conjunto português, embora nunca deixasse de porfiar, assumindo todas as iniciativas de ataque, com um avassalador domínio em termos de posse de bola, viria, algo compreensivelmente – há já outro desafio, mais exigente, para disputar, logo daqui a apenas três dias – a baixar o ritmo, apenas chegando ao terceiro tento mesmo a findar o primeiro tempo.

Na abertura da segunda metade, como que a “papel químico” da primeira parte, logo no segundo minuto, Cristiano Ronaldo faria o seu terceiro golo, vindo ainda a alcançar o “poker” a meio do segundo tempo.

Nos derradeiros vinte minutos da partida, com a selecção de Andorra entretanto já reduzida a apenas nove elementos, por via de duas expulsões, uma delas, por vermelho directo, na sequência de uma entrada dura sobre Cristiano Ronaldo, que o faria recuar no terreno, Portugal apenas obteria mais um golo, com André Silva – que tanto procurara tal desiderato – a conseguir enfim estrear-se a marcar.

Pelo meio sobrou ainda muito espaço para algumas espectaculares intervenções do guardião de Andorra, a cotar-se como o melhor elemento da sua equipa, a impedir que o marcador tivesse atingido expressão bem mais elevada que o 6-0 final (foram seis, mas poderiam muito bem ter sido dez… ou doze!).

Em síntese, um resultado que se afigura algo escasso face a tão esmagador domínio da equipa portuguesa. Veremos, nas contas finais, se não virão a fazer falta alguns dos golos que esta noite não foram concretizados.

Até porque, noutro encontro de grande relevância para a classificação deste Grupo, a Suíça acabou por ter a felicidade de, após se ter colocado por duas vezes em vantagem na Hungria, tendo contudo permitido aos visitados restabelecer a igualdade, chegar ao golo do triunfo (3-2) já em período de compensação, o que, por agora, lhe confere uma importante vantagem na disputa pelo 1.º lugar.

Segue-se, para Portugal, uma complicada deslocação até às Ilhas Faroé, que, precisamente, provocaram nesta ronda uma enorme surpresa, tendo ido vencer à Letónia.

GRUPO B        Jg   V   E   D     G    Pt
1º Suíça        2   2   -   -   5 - 2   6
2º I. Faroé     2   1   1   -   2 - 0   4
3º Portugal     2   1   -   1   6 - 2   3
4º Letónia      2   1   -   1   1 - 2   3
5º Hungria      2   -   1   1   2 - 3   1
6º Andorra      2   -   -   2   0 - 7   -

2ª jornada

07.10.2016 – Hungria – Suíça – 2-3
07.10.2016 – Letónia – I. Faroé – 0-2
07.10.2016 – Portugal – Andorra – 6-0

(mais…)

7 Outubro, 2016 at 9:37 pm Deixe um comentário

Prémio Nobel da Paz – 2016

O prémio Nobel da Paz 2016 foi hoje atribuído a Juan Manuel Santos, Presidente da Colômbia, pelos seus esforços determinados para colocar termo a uma guerra civil de mais de 50 anos no país.

7 Outubro, 2016 at 10:59 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2016
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.