Archive for Outubro, 2009

40 anos de “Internet”

(Guardian)

29 Outubro, 2009 at 11:55 pm Deixe um comentário

Logotipo da candidatura ao Mundial 2018/2022

29 Outubro, 2009 at 5:55 pm Deixe um comentário

diário2.com


Numa iniciativa de Paulo Querido, foi hoje lançado o diário2.com.

29 Outubro, 2009 at 10:38 am Deixe um comentário

Biblioteca Nacional de Portugal – Visitas guiadas

A Biblioteca Nacional de Portugal promove a realização de visitas de estudo aos seus serviços, dirigidas principalmente aos estudantes e especialistas nas áreas das ciências documentais.

Assim, a visita geral denominada “Circuito do Leitor” tem como objectivo o conhecimento do “percurso” desde a entrada nas instalações até à recepção dos livros no lugar escolhido da sala de Leitura Geral, informando sobre os procedimentos de pesquisa, o fundo geral da BNP e as regras de utilização. Encontra-se nesta visita a resposta às questões relativas às formas de disponibilização dos fundos, regras de funcionamento e outros serviços da biblioteca, bem como instrumentos, serviços e procedimentos de identificação das obras no depósito e sua movimentação.

Entrada livre, sujeita a marcação prévia na Biblioteca Nacional de Portugal. Duração 1h30; Limite de 10 pessoas por visita. Dias 27 de Outubro, 10 e 24 de Novembro, 10 horas.

27 Outubro, 2009 at 8:22 am Deixe um comentário

Programas Europeus de Mobilidade

Apresentação de Programas Europeus de Mobilidade
Quando | 26 de Outubro de 2009
Horário | 09h30 – 17h00
Onde | Reitoria | Sala de Conferências

Esta iniciativa pretende apresentar e divulgar os programas europeus de mobilidade Erasmus Mundus (9h30 – 12h00), Leonardo da Vinci, Tempus, Europass e estágios ao abrigo do programa Erasmus (14h00 – 17h00).

Destinatários – Estudantes, professores, investigadores e funcionários responsáveis pelas áreas de relações internacionais, mobilidade e estudos pós-graduados da Universidade de Lisboa – Entrada livre.

26 Outubro, 2009 at 8:15 am Deixe um comentário

Ranking mundial de liberdade de imprensa

«It is disturbing to see European democracies such as France, Italy and Slovakia fall steadily in the rankings year after year» e «Europe should be setting an example as regards civil liberties. How can you condemn human rights violations abroad if you do not behave irreproachably at home?», são referências apontadas por Jean-François Julliard, secretário-geral da “Reporters Without Borders”.

No ranking recentemente publicado, a liderança é repartida por Dinamarca, Finlândia, Irlanda, Noruega e Suécia, sem qualquer ponto de penalização, seguidos de perto por Estónia, Holanda, Suíça e Islândia.

Nesta tabela, Portugal caíu da 16ª para a 30ª posição (8 pontos), a par da Costa Rica e Mali, mas, ainda assim, à frente de parceiros da União Europeia como a Grécia (35º lugar), Polónia e Eslovénia (37º), França (43º), Eslováquia e Espanha (44º), Itália (49º) ou Roménia (50º). Os EUA ascenderam da 36ª à 20ª posição.

Nos últimos anos, Portugal ocupou o seguinte lugar nesta hierarquia (desde 2002 a 2009), respectivamente: 7º / 28º / 25º / 23º / 10º / 8º / 16º / 30º.

A fechar a tabela de 2009, surgem nas últimas 10 posições (166ª a 175ª): Vietnam, Iémen, China, Laos, Cuba, Myanmar, Irão, Turquemenistão, Coreia do Norte e Eritreia.

Este índice avalia o estado da liberdade de imprensa, reflectindo o grau de liberdade que os jornalistas e meios de comunicação dispõem, assim como os esforços desenvolvidos pelas autoridades para respeitar e assegurar o respeito por essa liberdade.

O questionário de base leva em consideração a moldura legal aplicável aos órgãos de comunicação social (incluindo penalidades por ofensas à imprensa, a existência de monopólios estatais e como os media são regulados), assim como o nível de independência dos meios de comunicação públicos.

Avalia ainda o nível de auto-censura em cada país e a capacidade dos media para investigar e criticar.

23 Outubro, 2009 at 8:15 am Deixe um comentário

XVIII Governo Constitucional

José Sócrates, Primeiro-Ministro indigitado, apresentou hoje ao Presidente da República, Cavaco Silva, a formação do XVIII Governo Constitucional:

Ministro da Presidência – Pedro Silva Pereira
Ministro de Estado e das Finanças – Teixeira dos Santos
Ministro da Economia, Inovação e Desenvolvimento – Vieira da Silva
Ministro das Obras Públicas – António Mendonça
Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros – Luís Amado
Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social – Maria Helena André
Ministro da Administração Interna – Rui Pereira
Ministra da Saúde – Ana Jorge
Ministro da Defesa – Augusto Santos Silva
Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas – António Serrano
Ministra da Cultura – Gabriela Canavilhas
Ministro da Justiça – Alberto Martins
Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Mariano Gago
Ministra da Educação – Isabel Alçada
Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território – Dulce Pássaro
Ministro dos Assuntos Parlamentares – Jorge Lacão

Transitam do anterior executivo os ministros Pedro Silva Pereira, Teixeira dos Santos, Luís Amado, Rui Pereira, Ana Jorge, Mariano Gago (mantendo todos as respectivas pastas), Vieira da Silva (deixando a Solidariedade Social) e Augusto Santos Silva (que ocupava a pasta dos Assuntos Parlmentares).

De entre os novos ministros, contam-se 5 independentes: António Mendonça, António Serrano, Gabriela Canavilhas, Isabel Alçada e Dulce Pássaro. Por outro lado, o executivo passa a integrar 5 ministras.

O novo Governo tomará posse na próxima segunda-feira, dia 26 de Outubro, cerca de um mês após as eleições.

22 Outubro, 2009 at 8:33 pm Deixe um comentário

Liga Europa – 3ª Jornada

Benfica – Júlio César, Ruben Amorim, Luisão, David Luiz, César Peixoto, Javi García, Ramires, Aimar (69m – Carlos Martins), Saviola (84m – Weldon), Di María e Cardozo (77m – Fábio Coentrão)

Everton – Tim Howard, Dan Gosling, Tony Hibbert, Sylvain Distin, Seamus Coleman, Marouane Fellaini, Tim Cahill, Jack Rodwell, Diniyar Bilyaletdinov (60m – Louis Saha), Jô e Yakubu Ayegbeni (71m – Jose Baxter)

1-0 – Saviola – 14m
2-0 – Cardozo – 47m
3-0 – Cardozo – 48m
4-0 – Luisão – 52m
5-0 – Saviola – 83m

Cartões amarelos – Gosling (32m) e Louis Saha (76m)

Árbitro – Nikolay Ivanov (Rússia)

Há dias assim: em que tudo (ou quase tudo) “sai bem”!

Desde cedo o Benfica revelou uma atitude determinada, procurando o golo e a vitória, com a primeira ocasião de perigo a surgir por intermédio de Luisão, logo a abrir o encontro. Nos primeiros minutos, o Everton parecia ser capaz de responder à altura, enfrentando a equipa portuguesa de “olhos nos olhos”.

Até ao minuto 14, em que, na segunda oportunidade, o Benfica não desperdiçou, com Saviola a inaugurar o marcador. Até final da primeira parte, o ritmo de jogo seria mais pausado, sem grandes ocasiões de golo a assinalar.

Até que, subitamente, no recomeço, passado apenas 1 minuto e meio, Cardozo ampliava para 2-0… para, no minuto imediato, dilatar para 3-0. De forma fulminante, perante uma atónita e completamente sem reacção equipa do Everton, o Benfica chegaria ainda, decorridos mais 5 minutos, ao quarto golo!

E não parecia ir ficar por aí, dado que, pouco depois, remataria ainda à trave, criando nova situação de perigo ainda antes do quarto de hora.

Passada a hora de jogo, Jorge Jesus começaria a gerir o jogo, substituindo alguns dos elementos que têm registado maior carga de esforço nesta fase inicial da época, dando oportunidade a jogadores menos “rodados”.

Apenas aos 78 minutos, já com Saha em campo, o Everton daria finalmente “sinal de si”, com o francês a rematar, de forma acrobática, ao poste.

E, quando se pensaria que o resultado estava feito, Saviola, bisando (tal como Cardozo), fixaria a goleada nuns absolutamente imprevisíveis 5-0, resultado mais dilatado do Benfica a nível europeu dos últimos 11 anos, desde a vitória de 6-0 ao Beitar de Jerusalém, em Agosto de 1998!

Grupo D
Ventspils – Sporting – 1-2
Hertha Berlin – Heerenveen – 0-1

1º Sporting, 9; 2º Heerenveen, 4; 3º Ventspils, 2; 4º Hertha Berlin, 1

Grupo I
BATE Borisov – AEK Athens – 2-1
Benfica – Everton – 5-0

1º Benfica e Everton, 6; 3º BATE Borisov e AEK Athens, 3

Grupo L
Austria Wien – Werder Bremen – 2-2
Athletic Bilbao – Nacional – 2-1

1º Werder Bremen, 7; 2º Athletic Bilbao, 6; 3º Austria Wien, 2; 4º Nacional, 1

(mais…)

22 Outubro, 2009 at 7:51 pm Deixe um comentário

Liga dos Campeões – 3ª Jornada

Grupo A
Bordeaux – Bayern München – 2-1
Juventus – Maccabi Haifa – 1-0

1º Bordeaux, 7; 2º Juventus, 5; 3º Bayern München, 4; 4º Maccabi Haifa, 0

Grupo B
CSKA Moscovo – Manchester United – 0-1
Wolfsburg – Beşiktaş – 0-0

1º Manchester United, 9; 2º Wolfsburg, 4; 3º CSKA Moscovo, 3; 4º Beşiktaş, 1

Grupo C
Real Madrid – AC Milan – 2-3
Zürich – Olympique de Marseille – 0-1

1º AC Milan e Real Madrid, 6; 3º Olympique de Marseille e Zürich, 3

Grupo D
FC Porto – APOEL – 2-1
Chelsea – Atlético Madrid – 4-0

1º Chelsea, 9; 2º FC Porto, 6; 3º APOEL e Atlético Madrid, 1

Grupo E
Debreceni – Fiorentina – 3-4
Liverpool – Olympique Lyonnais – 1-2

1º Olympique Lyonnais, 9; 2º Fiorentina, 6; 3º Liverpool, 3; 4º Debreceni, 0

Grupo F
Barcelona – Rubin Kazan – 1-2
Inter – Dynamo Kyiv – 2-2

1º Barcelona, Dynamo Kyiv e Rubin Kazan, 4; 4º Inter, 3

Grupo G
Glasgow Rangers – Unirea Urziceni – 1-4
Stuttgart – Sevilla – 1-3

1º Sevilla, 9; 2º Unirea Urziceni, 4; 3º Stuttgart, 2; 4º Glasgow Rangers, 1

Grupo H
AZ Alkmaar – Arsenal – 1-1
Olympiakos – Standard Liège – 2-1

1º Arsenal, 7; 2º Olympiakos, 6; 3º AZ Alkmaar, 2; 4º Standard Liège, 1

21 Outubro, 2009 at 9:37 pm Deixe um comentário

Sorteio dos “play-off” – Mundial 2010

Realizou-se hoje o sorteio dos jogos de “play-off” de apuramento para a Fase Final do Campeonato de Futebol de 2010, a realizar na África do Sul, compreendendo os seguintes alinhamentos (partidas a disputar em duas mãos, a 14 e 18 de Novembro):

Irlanda – França
Portugal – Bósnia-Herzegovina
Grécia – Ucrânia
Rússia – Eslovénia

O adversário de Portugal, a Bósnia-Herzegovina, classificou-se em 2º lugar no seu Grupo de apuramento, após a Espanha (vitoriosa em todos os 10 jogos disputados), tendo obtido os seguintes resultados (6 vitórias, 1 empate e 3 derrotas, somando – tal como a selecção portuguesa – 19 pontos, com 25-13 em termos de golos marcados e sofridos):

  • vitórias frente à Bélgica (2-1 em casa e 4-2 na Bélgica!), Estónia (7-0 em casa e 2-0 na Estónia) e Arménia (4-1 em casa e 2-0 na Arménia);
  • empate com a Turquia em casa (1-1);
  • derrotas na Turquia (1-2) e nos dois encontros com a Espanha (0-1 em Espanha e, na derradeira partida em casa, já com o play-off garantido, 2-5… com os seus dois golos a serem marcados já em período de descontos!).

19 Outubro, 2009 at 11:30 pm Deixe um comentário

Artigos Mais Antigos


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2009
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.