Archive for 11 Janeiro, 2008

Web TV / Postais ilustrados

Web TV é um novo blogue, criado por Nuno Fernandes no âmbito de elaboração de Tese de Mestrado (Universidade da Beira Interior), visando “Acompanhar o desenvolvimento em Portugal do fenómeno, o crescimento das Web Televisões que já existem e o nascer de novos projectos“.

Também Madalena Oliveira, Moisés de Lemos Martins e Maria da Luz Correia deram início a um novo projecto na blogosfera, tendo por temática os Postais ilustrados: “Os postais ilustrados: para uma socio-semiótica da imagem e do imaginário” é, na verdade, o título de um projecto que, a partir da Universidade do Minho, estamos a empreender, para perceber como as ilustrações veiculadas pelo bilhete-postal contribuem para a construção do imaginário popular e de que modo permitem fazer o retrato sociológico das representações identitárias dos povos em diferentes regiões de Portugal.”

(via Jornalismo e Comunicação)

11 Janeiro, 2008 at 12:40 pm Deixe um comentário

O Lago dos Cisnes

Num país em que parece ser da praxe não cumprir horários, com a institucionalização – quase como regra universalmente aceite – do “quarto de hora” de tolerância, uma coisa que me irrita solenemente é chegar atrasado a um “compromisso”. Mais ainda do que ter de esperar (e, tantas vezes, desesperar) por outrém.

Dito isto, a nota importante a reter (se ainda houver disponibilidade de bilhetes…) é de que a Companhia Nacional de Bailado apresenta no Teatro Camões, em Lisboa – com as últimas actuações agendadas para hoje (21 horas) e amanhã (16 horas) -, “O Lago dos Cisnes”, com música de Tchaikovsky, numa coreografia de Mehmet Balkan.

O que tem isto a ver com o intróito? Se pensa assistir ao espectáculo, uma recomendação: chegue a horas!

Na última Sexta-feira, passavam 2 minutos das 21 horas (hora anunciada para o início do bailado), ainda com algumas dezenas de pessoas a afluir à sala, já o espectáculo tinha – com pontualidade britânica – principiado, sendo os espectadores retardatários (nos quais me incluia…) encaminhados para as galerias, onde se viram forçados a assistir a toda a primeira parte (cerca de uma hora).

Fazendo mea culpa pelo atraso, não posso deixar de questionar: num espectáculo deste cariz – em que a concentração dos bailarinos é decisiva, não podendo, compreensivelmente, ser afectada por ruído -, dar início à apresentação à hora precisa, não constitui, de alguma forma, uma insensibilidade face a quem pagou bilhetes que têm preços até 50 euros?

Ah… na sua previsão de tempo necessário à deslocação até à sala de espectáculos, não esqueça de dar um pequeno desconto, tomando em consideração alguns minutos adicionais, necessários para contornar os tapumes das obras actualmente em curso na zona do Parque dos Nações em que se situa o Teatro Camões. É que o espectáculo vale mesmo a pena!

11 Janeiro, 2008 at 8:17 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Janeiro 2008
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.