Archive for 24 Dezembro, 2007

Blogosfera em 2007 (XVI)

Na sequência da queda do executivo da Câmara Municipal de Lisboa – após Marques Mendes ter forçado à renúncia de Carmona Rodrigues, envolvido em processo judicial, em Maio começavam a ser designados os candidatos às eleições autárquicas intercalares. Se o Partido Socialista teve de recorrer a António Costa, o principal ministro do Governo de José Sócrates, Marques Mendes teria muitas dificuldades para definir o candidato do PSD, o independente Fernando Negrão.

Numas eleições particularmente embaraçosas para o PSD, a sua campanha eleitoral seria objecto de crítica.

No mês de Maio prosseguiriam as polémicas a propósito da localização do futuro Aeroporto de Lisboa, com o ministro Mário Lino a rejeitar a hipótese de um Aeroporto na margem Sul do Tejo… questão que o Governo se veria posteriormente compelido a reequacionar, nomeadamente na sequência de estudo promovido pela CIP (Confederação da Indústria Portuguesa) – apontando a opção Alcochete como preferencial -, a que se seguiu outro estudo, da Associação Comercial do Porto.

A intervenção política do Governo, sua forma de comunicação e de lidar com determinados assuntos, nomeadamente no que respeita a eventuais excessos de controlo, levantariam novamente a questão de alegadas práticas de índole censória.

De regresso ao tema “Autárquicas de Lisboa”, no mês de Junho realizavam-se debates televisivos entre os diversos candidatos.

Joe Berardo – uma das “figuras do ano” em Portugal – começava então a movimentar-se e a “dar que falar”, quase diariamente. Primeiro, o investidor – que terá sido também um dos financiadores do estudo da CIP relativamente à localização do novo Aeroporto – começaria por anunciar uma OPA (Oferta Pública de Aquisição) sobre as acções da Benfica, SAD, que viria a resultar num rotundo fracasso; logo de seguida, com a inauguração do “Museu Berardo”, no Centro Cultural de Belém, reunindo a sua colecção de arte contemporânea, abrindo um conflito com Mega Ferreira, responsável pelo CCB; as suas mediáticas intervenções viriam ainda a acentuar-se com a crise no Millennium BCP, de que é um dos principais accionistas.

A 07.07.07 eram eleitas as novas “7 Maravilhas do Mundo“, anunciadas em cerimónia realizada em Lisboa, no Estádio da Luz… ao mesmo tempo que eram também designadas as “7 maravilhas de Portugal“.

Para, a 15 de Julho, se realizarem finalmente as eleições para a Câmara Municipal de Lisboa, com destaque – para além da previsível vitória de António Costa – para o elevadíssimo nível de abstenção, para as inesperadamente boas percentagens alcançadas por Carmona Rodrigues e Helena Roseta… e para o severo revés eleitoral sofrido pelo PSD, por intermédio de Fernando Negrão, a par também da derrota do CDS-PP.

24 Dezembro, 2007 at 8:28 am 1 comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2007
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.