O Pulsar do Campeonato – 25ª Jornada

7 Abril, 2023 at 3:00 pm Deixe um comentário

(“O Templário”, 06.04.2023)

Faltando cinco jornadas para finalizar o campeonato, o Amiense dispõe, obviamente, de possibilidades matemáticas de vir a chegar ainda ao 1.º lugar; porém a derrota sofrida nas Fazendas de Almeirim, repondo um atraso de cinco pontos face ao líder (U. Tomar), terá sido o fim do “sonho” do grupo dos Amiais de Baixo, que tão bom desempenho alcançou nesta época.

Pelo que se parece vislumbrar uma espécie de “final”, agendada para dia 22 de Abril, também nas Fazendas, entre Fazendense e U. Tomar: quem vencer esse embate terá fortes probabilidades de vir a sagrar-se Campeão; em caso de empate, antecipa-se acesa disputa até ao último dia.

Destaques – Depois de, na ronda anterior, ter batido o U. Tomar, o Amiense enfrentava nova “prova de fogo”, na deslocação ao reduto do Fazendense, com as duas equipas, respectivamente, 3.ª e 2.ª classificadas, separadas por um único ponto.

A turma dos Amiais de Baixo teve boa entrada em jogo, mas os visitantes viriam a equilibrar a contenda, e, até, ganhar algum ascendente, sem que, contudo, tivesse sido desfeito o nulo. Na segunda parte a toada de jogo repartido não se alterou significativamente, parecendo antever-se que a igualdade subsistiria até final – só que, apenas a quatro minutos dos noventa, o Fazendense, mais eficaz, acabaria por chegar ao (solitário) tento da vitória, virtualmente afastando um candidato ao título, reforçando, em paralelo, as suas aspirações, confiante em tal “final” em casa.

No confronto entre Mação e Alcanenense, ainda com o 4.º lugar em jogo, a formação de Alcanena, ganhando por clara marca de 3-1, terá garantido, pelo menos, essa posição, dado passar a dispor de avanço de sete pontos sobre os maçaenses (para além de vantagem no confronto directo).

Também o Samora Correia esteve em destaque, indo ganhar a Torres Novas por 2-1, aproximando-se, justamente, dos maçaenses, agora apenas dois pontos acima. Os torrejanos, tal como o At. Ouriense, têm o seu campeonato “feito”, pelo que, até final, poderão estar já algo em descompressão, no imediato mais focados na Taça do Ribatejo, em que mantêm esperanças.

A demonstrar que não há dois jogos iguais, no “derby” do município de Ourém, após uma igualdade a um golo há uma semana (em jogo da Taça), o Fátima foi golear, em terreno alheio, o At. Ouriense, por robusto 7-2! Já com vantagem de 3-0 ao intervalo, o melhor que consentiu ao adversário foi reduzir até 2-4, para, no derradeiro quarto de hora, somar ainda mais três golos à sua contagem. A aposta no treinador Campeão, Gonçalo Carvalho, parece frutificar.

Surpresa – Ferreira do Zêzere e Cartaxo, duas equipas cujo desempenho ficou muito aquém das expectativas na presente temporada, ainda envolvidas na disputa pela manutenção, defrontavam-se, num desafio que poderia, em caso de triunfo, finalmente tranquilizar os ferreirenses. Pois, saiu tudo ao contrário do esperado, com os cartaxeiros a colocar-se em vantagem à passagem da hora de jogo, para vir a fixar o 0-2 final já em período de compensação.

Um desfecho que arrasta o Ferreira do Zêzere para uma zona ainda de alguma incerteza, com uma escassa margem de segurança de cinco pontos face à “linha de água”, que só não será mais perigosa porquanto o Águias de Alpiarça vem atravessando também fase muito negativa. Por seu lado, o Cartaxo somou três preciosos pontos, que, para já, lhe permitem voltar a “respirar”.

Confirmações – Num encontro entre extremos da tabela, o U. Tomar recebeu e bateu, como seria expectável, o “lanterna vermelha”, Entroncamento AC, por 2-0. Não foi, porém, uma exibição bem conseguida dos nabantinos; numa tarde já com algum calor a fazer-se sentir, a dinâmica e ritmo de jogo foram “moderados”, facilitando a tarefa ao conjunto da cidade ferroviária, que optou por privilegiar a preservação do seu sector mais recuado.

Na segunda metade, colocando um pouco mais de intensidade, os unionistas rapidamente sentenciaram o desfecho a seu favor, apontando dois tentos, tendo ficado ainda outros tantos por marcar, numa fase em que a disponibilidade do adversário em termos físicos ia notoriamente decaindo, não tendo nunca conseguido esboçar efectiva reacção à desvantagem no marcador.

Em partida de cariz crucial no contexto da luta pela permanência, o Abrantes e Benfica, goleando o Águias de Alpiarça por 4-0, deu passo decisivo para se poder libertar da zona perigosa da pauta classificativa – tendo igualado o Ferreira do Zêzere no 11.º posto – agora com cinco pontos de avanço precisamente sobre tal rival, que, tendo somado sexto desaire sucessivo (e sem conseguir ganhar há onze jornadas) surge em tendência descendente, sob forte ameaça de despromoção.

O “descansado” Salvaterrense (7.º classificado, a quatro pontos do Samora Correia, com três pontos de vantagem face ao Fátima… e 14 em relação à “linha de água”) confirmou também o favoritismo, frente ao “aflito” Benavente, ganhando por 2-0, subsistindo os benaventenses na penúltima posição, agora a dois pontos do Águias e a três do Cartaxo (13.º).

II Divisão Distrital – No arranque da fase final, de apuramento de campeão e de promoção ao principal escalão estiveram em particular evidência o Tramagal, derrotando o Vasco da Gama por categórico 3-0, e o Forense, que foi aos Riachos ganhar por 3-1, tendo, pois, “entrado com o pé direito”, assumindo, desde logo, posição de vantagem face à concorrência.

A outra partida, entre os também candidatos à subida, Espinheirense e Moçarriense, foi intensa e repleta de cambiantes, saldando-se por um empolgante desfecho de 3-3 (depois de dois triunfos do grupo da Moçarria, na fase regular do campeonato, que liderou de forma destacada, por 5-2 e 3-2), a deixar, claro, tudo ainda em aberto quanto às expectativas de ambos os conjuntos.

Campeonato de Portugal – O U. Santarém, tendo empatado a zero em Sintra, ante o 1.º Dezembro, não conseguiu evitar ficar dependente de terceiros: mantendo a liderança (partilhada com o Pêro Pinheiro) à entrada para as duas rondas finais, subsiste apenas com vantagem de um ponto justamente sobre o adversário que defrontou nesta jornada. O problema é que, aos escalabitanos, só resta disputar um desafio, enquanto os rivais jogarão ainda duas vezes cada…

Também o Coruchense, derrotado em Santa Catarina da Serra, pelo União local, por tangencial 2-1, voltou a cair na zona de despromoção, ultrapassado pelo Mortágua, tendo visto, em paralelo, o adversário reduzir para três pontos a diferença na classificação, numa altura em que remanescem ainda por definir dois lugares de descida aos Distritais (Loures, Arronches e Benfica e Alcains têm já confirmada tal situação, enquanto o Rio Maior SC desistiu da competição).

Antevisão – Os campeonatos distritais voltam a sofrer interregno, neste fim-de-semana de Páscoa, em que terão lugar os jogos dos quartos-de-final da Taça do Ribatejo (agendados para sexta-feira Santa), com o seguinte alinhamento: Samora Correia-Abrantes e Benfica; Amiense-Torres Novas; Fátima-Águias Alpiarça; e Alcanenense-Benavente, com favoritismo a pender para os donos da casa, mas, tratando-se de jogos de Taça, em que tal factor terá menor relevância.

Na penúltima jornada do Campeonato de Portugal o U. Santarém – no seu derradeiro jogo na prova – terá a visita do 4.º classificado, Marinhense, só a vitória lhe interessando. O Coruchense tem igualmente um desafio de “sim ou sopas”, recebendo o Mortágua, em que outro desfecho que não o triunfo da turma do Sorraia poderá vir a significar um ingrato retorno ao Distrital.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 6 de Abril de 2023)

Entry filed under: Tomar.

O Pulsar do Campeonato – Taça do Ribatejo – 1/8 de final Liga dos Campeões – 1/4 final (1.ª mão) – Benfica – Inter

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Abril 2023
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers gostam disto: