O Pulsar do Campeonato – 10ª Jornada

27 Dezembro, 2020 at 11:10 am Deixe um comentário

(“O Templário”, 24.12.2020)

Numa altura em que não se atingiu ainda o primeiro terço da prova (jogou-se a 10.ª jornada, mas subsiste em atraso a 5.ª ronda, entretanto (re)agendada para o próximo fim-de-semana), há ainda muito campeonato pela frente, mas, de entre os principais candidatos ao título, o U. Tomar (tendo baixado ao 6.º posto) começa a registar já comprometedor atraso – agora a nove pontos do líder Coruchense, o qual beneficiou também do inesperado deslize do Abrantes e Benfica para se distanciar na frente da tabela classificativa.

Destaques – Os factos mais salientes do passado Domingo registaram-se, precisamente, nas Fazendas de Almeirim e em Abrantes.

No primeiro caso, numa partida que colocava frente-a-frente o 2.º e 5.º classificados no campeonato passado, à data da sua suspensão, o Fazendense bateu o U. Tomar mercê de um solitário golo, o suficiente para impor aos unionistas a segunda derrota na competição, desta feita incapazes de reagir à desvantagem, tendo ficado em branco pela segunda vez nesta temporada (precisamente os dois desafios que se saldaram por desaires).

Por uma ou outra razão, a verdade é que os resultados não estão a corresponder às expectativas, e muito menos às aspirações do clube, com o União a ver-se, ainda numa fase bastante prematura, já remetido para uma condição em que não valerá a pena estar a fazer grandes contas ao futuro, devendo focar-se, em exclusivo, e “apenas”, em procurar ganhar o próximo jogo…

Já em Abrantes, a formação local, aparentemente “a perder gás”, não foi além de um empate a duas bolas na recepção a um dos últimos classificados, o Entroncamento AC, tendo “desaproveitado” duas situações de vantagem no marcador. Após um excelente ciclo de seis triunfos consecutivos, a abrir a sua participação na prova, o Abantes e Benfica perdeu, de forma imprevista, nada menos de cinco pontos, em apenas dois encontros.

Destaca-se ainda, noutro plano, a vitória do Torres Novas em Ferreira do Zêzere, por tangencial 3-2 – com a particularidade de os dois tentos dos visitados terem decorrido de auto-golos –, o segundo triunfo sucessivo dos torrejanos, após sete desafios sem ganhar – traduzindo-se, em paralelo, no terceiro desaire dos ferreirenses nas últimas quatro rondas, nas quais não conseguiram vencer, o que os fez dar um tombo até ao 12.º posto.

Surpresa – Tal como na semana anterior, tendo o desfecho mais imprevisto ocorrido no já referido jogo em que foi interveniente o anterior líder, Abrantes e Benfica, também a equipa da Glória do Ribatejo voltou a surpreender pela positiva, indo impor um empate (2-2) ao Amiense, em Amiais de Baixo, firmando a sua posição a meio da pauta classificativa.

Confirmações – Nos outros quatro encontros da jornada os resultados confirmaram a expectativa, com os favoritos a somar os três pontos.

Assinala-se, ainda assim, a resistência oferecida pelo Riachense, no seu reduto, na recepção ao comandante, Coruchense, prolongando o nulo, acabando porém por vir a ser desfeiteado por 0-2.

O Cartaxo, ganhando pela mesma marca (2-0), frente ao Rio Maior, cedo resolveu a contenda a seu favor, tendo uma manhã relativamente tranquila.

Em Mação, a equipa local praticamente entrou a ganhar, mas só com o tempo já bastante avançado validaria o triunfo, por categórico 3-0, ante uma formação que vem dando muito boa conta de si, o Alcanenense, a qual partilha agora o 7.º lugar com o Amiense, mantendo um jogo em atraso (em Abrantes), agendado para ontem.

O Moçarriense agravou ainda mais a sua incómoda posição, tendo acumulado a nona derrota em outros tantos jogos disputados, perdendo (1-2), em casa, com o Samora Correia, grupo que, por seu lado, conseguiu enfim colocar termo a um muito negativo ciclo de cinco desaires sucessivos.

II Divisão Distrital – O Espinheirense “soma e segue”, com um percurso 100% vitorioso, nos sete jogos já disputados (tendo batido o Vasco da Gama por 3-1), já com vantagem de sete pontos sobre o 4.º classificado, Caxarias (que obteve bom triunfo, por 4-2, em Abrantes, face à equipa “B” dos locais). Tendo o At. Ouriense adiado novamente o seu jogo, o Fátima, vencedor da U. Atalaiense, por 3-1, aproximou-se da turma de Ourém, mantendo o 3.º posto.

A Sul registaram-se duas grandes surpresas: as derrotas caseiras de Porto Alto (0-1) e Benfica do Ribatejo (1-2), respectivamente perante o Samora Correia “B” e o “lanterna vermelha” Rebocho, o qual pontuou pela primeira vez… na última ronda da primeira volta (mesmo que subsista por completar a 4.ª jornada). Realce ainda para nova goleada do guia, Benavente (pela segunda semana sucessiva a aplicar “chapa 7”, goleando o Fazendense “B” por 7-1). No “derby”, o Salvaterrense bateu o Forense por renhido 3-2.

Campeonato de Portugal – Apenas o U. Almeirim esteve em acção, tendo averbado um positivo empate (0-0) em Sacavém, face ao 5.º classificado, Sacavenense. Na tabela, o U. Santarém (com dez pontos) conserva a 6.ª posição, mantendo os almeirinenses (quatro pontos) um indesejado 11.º (último) posto, a cinco pontos da “linha de água”, mas com dois jogos a menos.

Antevisão – Este fim-de-semana foi calendarizada a recuperação da ronda que se encontrava em atraso, nos dois escalões (5.ª da I Divisão; e 4.ª do escalão secundário), sendo retomado o horário vespertino (início das partidas previsto para as 15 horas).

No campeonato principal, teremos uma tarde com desafios de grande sensação, colocando frente-a-frente as duas equipas do topo da tabela (Coruchense-Abrantes e Benfica) e, por outro lado, o 5.º e 3.º classificados, no Mação-Cartaxo. Acresce o “quase derby” U. Tomar-Ferreira do Zêzere.

Mas todos os restantes jogos serão de interesse, por exemplo com o Riachense-Moçarriense, entre “aflitos”, ou o Torres Novas-Fazendense. Uma jornada que promete muito.

Na II Divisão, realce para o Espinheirense-Tramagal, Ortiga-Fátima e Caxarias-U. Atalaiense.

O calendário do Campeonato de Portugal volta a estar em pausa, aproveitando igualmente para recuperar alguns dos varios jogos em atraso, nomeadamente o U. Almeirim-Sintrense (depois de, já ontem, os almeirinenses terem também partida agendada com o Torreense, em Torres Vedras).

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 24 de Dezembro de 2020)

Entry filed under: Tomar.

O Pulsar do Campeonato – 9ª Jornada COVID-19 – Evolução no mês de Dezembro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2020
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: