Archive for 7 Abril, 2019

O Pulsar do Campeonato – 22ª Jornada

O pulsar do campeonato - 2018-19 - 22jornada

(“O Templário”, 04.04.2019)

Não há duas sem três… Depois de ter retirado pontos ao Cartaxo (empate) e ao Amiense (vitória), o União de Tomar – porventura a atravessar a melhor fase da época –, volta a alcançar um resultado positivo, desta feita empatando no terreno do comandante, Coruchense, tendo travado, pois, em três semanas sucessivas, três dos candidatos ao título (por curiosidade, caber-lhe-á receber ainda, nos dois jogos que restam por disputar em Tomar na presente temporada, os outros dois candidatos, U. Almeirim e U. Santarém).

Destaques – Assim, a primeira nota de realce vai, uma vez mais, para a igualdade (2-2) averbada pelo U. Tomar em Coruche. Os unionistas, com uma excelente entrada em campo, muito confiantes e personalizados, surpreenderam o líder do campeonato, tendo criado, logo na fase inicial da partida, as melhores ocasiões de perigo, pelo que o tento dos nabantinos, inaugurando o marcador, acabaria por ser a consequência lógica dessa fase do desafio.

Sempre mais apostada em jogar em profundidade, a turma do Sorraia só à passagem da meia hora conseguiria assentar o seu jogo, tendo então restabelecido o empate. Na segunda metade do desafio, o Coruchense procurou impor o seu estatuto, tendo, por volta dos 65 minutos, operado a reviravolta no marcador, colocando-se em vantagem, na conversão de uma contestada grande penalidade. Apesar do golpe sofrido, o grupo unionista – com todo o colectivo a exibir-se a bom nível – não vacilou, reagindo positivamente, tendo tido ainda a capacidade de igualar novamente, assinalando-se os dois golos apontados por Handerson Lacerda, passando a somar já seis tentos nas últimas cinco jornadas.

Outro candidato, U. Almeirim, apresentou bem melhor desempenho nesta ronda, recebendo o Marinhais, pese embora tenha começado por ser também surpreendido com o tento dos visitantes, acabando por golear por categórico 6-1, assim se desforrando das desfeitas sofridas ante este mesmo adversário, na primeira volta do campeonato e na Taça do Ribatejo (dois empates, tendo o segundo custado a eliminação da “prova rainha”). Os almeirinenses somaram a terceira vitória consecutiva, registando actualmente a melhor série em curso.

É ainda digno de sublinhado o triunfo (2-1) alcançado pelo At. Ouriense – que seguia com três desaires sucessivos – em Ferreira do Zêzere, o que lhe proporcionou ascender ao 6.º posto.

Surpresa – Para além do desfecho registado pelo U. Tomar, a surpresa da jornada foi protagonizada pelo Torres Novas, a impor um nulo no Cartaxo (terceira igualdade sucessiva dos cartaxeiros no campeonato, agora já sem aspirações ao ambicionado lugar de topo nesta competição, tendo inclusivamente baixado à 5.ª posição).

Confirmações – O grande vencedor do passado fim-de-semana terá sido – em paralelo com o U. Almeirim – o U. Santarém, novamente a recolar ao líder, somente a um ponto, mercê do expectável triunfo registado na recepção ao Fazendense, pese embora por tangencial 1-0.

No pólo oposto, no que respeita à acesa disputa da permanência no principal escalão do futebol distrital, os aflitos Glória do Ribatejo (há dez jogos sem ganhar) e Alcanenense (que não vence há 21 jornadas!) não conseguiram impedir que os seus opositores – dispondo de maiores argumentos competitivos –, Samora Correia e Amiense, somassem os três pontos em jogo, com os samorenses a impor-se por 2-1, enquanto o conjunto de Amiais de Baixo, ganhando por 3-2, voltou a posicionar-se no 4.º lugar da pauta classificativa, todavia a sete pontos do líder.

A quatro rondas do seu termo, o campeonato mantém-se bem vivo, se atentarmos nos aliciantes confrontos que se avizinham, especialmente: o guia, Coruchense receberá o Amiense (4.º) e o Cartaxo (5.º), deslocando-se a Almeirim (3.º) e a Torres Novas (10.º); o U. Santarém enfrentará também duas difíceis saídas, a Ourém (6.º) e Tomar (8.º); o U. Almeirim (para além de receber o Coruchense no derradeiro dia da prova) terá de deslocar-se ao Cartaxo e a Tomar.

Por seu lado, na luta pela manutenção, o Marinhais receberá ainda o Ferreira do Zêzere e o rival Glória do Ribatejo, deslocando-se a Alcanena, pelo que terá o seu destino nas mãos, sendo que, em teoria, Alcanenense e Glória enfrentam calendário de mais elevado grau de dificuldade.

II Divisão Distrital – Na jornada de abertura da fase final, de apuramento de Campeão e dos (3 ou 4) clubes que serão promovidos à I Divisão, o Abrantes e Benfica, dando boa sequência à excelente campanha que vem realizando, entrou a ganhar, por 3-1, na recepção ao Rio Maior (vencedor da série Sul), mas o principal realce vai para o importante triunfo (2-0) do Pego em terreno alheio, nos Riachos. Na Moçarria, os donos da casa repartiram os pontos com o Forense, tendo empatado a uma bola.

Campeonato de Portugal – A seis jornadas do final da competição, consumou-se a despromoção, em termos matemáticos, do Mação, derrotado em Loures por 0-3, agora – mantendo a 18.ª e última posição – já a 19 pontos do Fátima… que é, nesta altura, a primeira equipa acima da “linha de água”. De facto, tendo sido também batidos (0-2), no seu próprio reduto, pelo Oleiros, os fatimenses caíram para um muito perigoso 13.º posto, apenas cinco pontos acima do Sertanense, necessitando urgentemente de somar mais alguns “pontinhos”.

Antevisão – Na I Divisão Distrital, os três da frente deparam-se com deslocações arriscadas, onde a probabilidade de ocorrência de algum deslize será considerável: o Coruchense viaja até Torres Novas, que, em nove jogos na segunda volta perdeu uma única vez (em Amiais de Baixo), vindo de um positivo empate no Cartaxo; o U. Santarém defronta o At. Ouriense, que pretenderá defender a 6.ª posição; enquanto o U. Almeirim vai de longada até à cidade do Nabão, onde encontrará uma formação do U. Tomar bastante motivada para enfrentar as equipas do topo da tabela. Por seu lado, Amiense e Cartaxo disputam, em confronto directo, o 4.º lugar.

Na II Divisão, destaca-se o encontro entre os vencedores da ronda inaugural, Pego-Abrantes e Benfica, os quais, também pelo desempenho evidenciado ao longo da primeira fase do campeonato, aparentam ser dois dos mais fortes candidatos à promoção.

No Campeonato de Portugal, a próxima jornada não se augura poder vir a ser muito positiva para os clubes do Distrito, com o Fátima a viajar até Vila Franca de Xira, para defrontar o 3.º classificado, a um único ponto dos líderes (Anadia e U. Leiria), cabendo ao Mação receber o Oliveira do Hospital (que ocupa um tranquilo 8.º lugar, dez pontos acima da “linha de água”).

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 4 de Abril de 2019)

7 Abril, 2019 at 11:00 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Abril 2019
S T Q Q S S D
« Mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.