O Pulsar do Campeonato – 5ª Jornada

28 Outubro, 2018 at 12:00 pm Deixe um comentário

O pulsar do campeonato - 2018-19 - 5jornada

(“O Templário”, 25.10.2018)

Confirmou-se a possibilidade que aqui alvitrara na passada semana: com o triunfo do U. Tomar em Marinhais – terceiro consecutivo no campeonato –, foi estabelecido mais um marco histórico para o clube, com o treinador Lino Freitas a alcançar a 100.ª vitória como responsável técnico unionista, em 199 jogos disputados, desde a temporada de 2012-13 (o jogo n.º 200 realizou-se esta quarta-feira, com a recepção ao Tramagal, em partida em atraso da Taça do Ribatejo).

Para além da centena de êxitos agora assinalada, o treinador do União tem ainda um registo de 39 empates, tendo perdido em 60 ocasiões. Naqueles cem triunfos, os tomarenses marcaram 267 golos, tendo sofrido apenas 59, destacando-se as goleadas de 8-0 (aos Empregados do Comércio, em Santarém), 6-0 ao Benavente, 5-0 (quatro vezes), 4-0 e 3-0 (oito vezes cada) – 58 vitórias foram obtidas sem sofrer golos –, 5-1 e 4-1 (duas vezes cada).

As vitórias foram averbadas em casa (57), em terreno alheio (42) e em campo neutro (uma, na Final da Taça do Ribatejo). Os clubes mais vezes derrotados foram: Amiense (oito vezes) – curiosamente o próximo adversário –, At. Ouriense, Benavente, Empregados do Comércio e Moçarriense (seis vezes cada), Fazendense, Torres Novas e U. Abrantina (cinco vezes cada).

Na lista de treinadores mais vitoriosos do U. Tomar, a Lino Freitas seguem-se Eduardo Fortes, actual técnico do Ferreira do Zêzere (87 triunfos em 206 jogos), Vítor Esmoriz (79 vitórias em 147 jogos) e Artur Santos, antigo Campeão Europeu pelo Benfica (50 triunfos em 93 jogos).

Destaques – Atingindo-se a 5.ª jornada do Distrital da I Divisão, há a destacar o desempenho de Coruchense e U. Almeirim, ambos vencedores em reduto contrário, respectivamente em Samora Correia (2-1) e Alcanena (3-1), com a turma do Sorraia a isolar-se no comando da prova, tendo os almeirinenses ascendido ao 3.º lugar, que repartem com o vizinho Fazendense.

O grupo das Fazendas esteve, aliás, também em evidência, ao derrotar o Cartaxo, um candidato ao título que vacila pela segunda vez, ocupando, nesta altura, o 5.º posto, a par do… U. Tomar.

Em Marinhais, os tomarenses, denotando um grupo coeso, procurando superar as dificuldades que têm atravessado, controlaram o jogo praticamente de início a fim, não permitindo veleidades aos donos da casa. Com o central Allan Peixoto e o capitão Nuno Rodrigues uma vez mais em realce, apontando os dois golos, ao mesmo tempo que constituem esteios da equipa, esta terá sido a vitória (2-0) mais categórica da temporada.

Confirmações – Nos restantes encontros confirmaram-se as expectativas, com o nulo no Amiense-U. Santarém – num desafio de toada repartida – a atestar, por um lado, a dificuldade que é vencer no reduto de Amiais de Baixo e, por outro, que os escalabitanos são mesmo candidatos aos lugares cimeiros, pese embora tivessem, por agora, deixado escapar o líder.

O At. Ouriense venceu o Torres Novas por 2-0, ampliando para incríveis oito jogos a seca de golos dos torrejanos, que ainda não conseguiram marcar esta época! Em função disso, não tendo conseguido melhor que dois empates, partilham agora a “lanterna vermelha” com o Marinhais.

Por fim, na Glória do Ribatejo, com a goleada alcançada pelo Ferreira do Zêzere (4-0), vem confirmar-se também a grande fragilidade dos visitados (somam já 17 golos sofridos no campeonato) e, em paralelo, que os ferreirenses começaram a recuperar posições na tabela.

II Divisão Distrital – Pelos resultados obtidos nas três jornadas iniciais, ao líder Abrantes e Benfica, esta primeira fase do campeonato, na série mais a Norte, parece apresentar-se-lhe como que um “passeio”. De facto, a inclemente goleada de 9-1 alcançada frente ao Sardoal patenteia o grande desequilíbrio de forças. Menção ainda à vitória (2-1) do Pego em Riachos, que possibilitou aos pegachos subir à 2.ª posição, por troca, precisamente, com o Riachense. A equipa “B” do U. Tomar registou uma igualdade a dois tentos, na recepção à U. Atalaiense, com a particularidade de Ricardo Natividade ter apontado todos os golos até agora obtidos.

A Sul, a surpresa foi protagonizada pelo Forense, ao bater o Moçarriense por 3-1, ascendendo assim ao comando da série, partilhado com o Benavente (goleou o Salvaterrense por 4-0) e com a turma da Moçarria, mas esta com um jogo a mais que os seus dois concorrentes.

Taça de Portugal – O Campeonato de Portugal esteve em pausa no passado fim-de-semana, para disputa da 3.ª eliminatória (1/32 de final) da Taça de Portugal, fase em que entraram em prova os clubes da I Liga. O Fátima, que era o último clube “resistente” do Distrito, foi impotente para travar o Boavista, do principal escalão, perdendo por 1-4 (1-2 ao intervalo).

Antevisão – Na 6.ª ronda do Distrital da I Divisão, o “jogo grande” será o Coruchense-Fazendense (entre 1.º e 3.º classificados), no qual a formação da casa – que vem afirmando a sua posição – será favorita, mas em que uma eventual surpresa poderá estar à espreita…

O actual vice-líder, U. Santarém, deverá ter uma tarde tranquila, face à Glória do Ribatejo. Por seu lado, U. Almeirim (recebe o Samora Correia) e Cartaxo (que terá a visita do At. Ouriense), perfilam-se também como candidatos a somar mais três pontos, desde que não “facilitem”.

O U. Tomar recebe o Amiense, num desafio que se antevê de tendência equilibrada, podendo o factor casa assumir relevância. Em Ferreira do Zêzere, os ferreirenses pretenderão aproveitar a embalagem da vitória alcançada na Glória, em contraponto à quebra evidenciada pelo Alcanenense. Por fim, o Torres Novas poderá enfim quebrar o seu jejum, frente ao Marinhais.

No segundo escalão, a Norte, teremos um interessante Pego-Abrantes e Benfica, com a curiosidade de avaliar até que ponto o grupo abrantino poderá ter efectiva concorrência nesta série. O U. Tomar “B” desloca-se ao terreno do Caxarias, conjunto em que, na época passada, alinharam alguns dos seus jogadores. A Sul, temos um “derby” concelhio, entre Moçarriense e Empregados do Comércio, enquanto o Forense se desloca ao terreno do Espinheirense.

No Campeonato de Portugal, o Fátima não esperará facilidades na deslocação a Nogueira do Cravo, onde defronta o Nogueirense, clube que reparte com os fatimenses o 8.º posto. O Mação volta a jogar em casa, recebendo o actual 4.º classificado, Benfica e Castelo Branco, na expectativa de poder estrear-se a vencer no seu terreno nesta temporada.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 25 de Outubro de 2018)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – 3ª Jornada – Resultados e Classificações O Pulsar do Campeonato – 6ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2018
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: