O Pulsar do Campeonato – 4ª Jornada

21 Outubro, 2018 at 11:00 am Deixe um comentário

O pulsar do campeonato - 2018-19 - 4jornada

(“O Templário”, 18.10.2018)

À quarta jornada do Distrital da I Divisão, os principais candidatos à disputa dos lugares do pódio “instalaram-se” já na parte cimeira da tabela, sendo de assinalar a ascensão do U. Almeirim ao grupo dos 4.º classificados (integrando também Amiense e Fazendense), somente a três pontos do duo que continua a partilhar a liderança. Notas especiais também para a segunda vitória sucessiva do U. Tomar e, pela negativa, para o Torres Novas, que, ao fim de sete jogos já disputados na presente temporada, subsiste em branco, não se tendo ainda estreado a marcar!

Destaques – O principal destaque da ronda vai para o triunfo do U. Santarém em Ferreira do Zêzere (2-0), continuando firme no comando (a par do Coruchense), confirmando que são bem credíveis as suas aspirações. Ao invés, os ferreirenses, tendo somado o quarto desaire em outras tantas partidas, continuam isolados na indesejada condição de “lanterna vermelha”, mas é preciso ter em atenção que, com um calendário muito difícil até agora, defrontaram já os dois guias (no seu terreno), para além do Amiense e U. Almeirim (fora de casa).

Outra nota de realce vai para o Fazendense, vencedor em Torres Novas, por igual marca de 2-0. Em contraponto ao preocupante desempenho dos torrejanos (pese embora tenham sofrido apenas três golos), a turma das Fazendas de Almeirim reagiu muito bem à adversidade da derrota caseira ante o U. Tomar – única equipa que, até à data, desfeiteou a sua baliza em jogos do campeonato (com dois tentos sofridos, o Fazendense regista a defesa menos batida da prova).

Em Marinhais, confirmou-se a tendência dos visitados para conseguir melhores resultados em terreno alheio que em casa, tendo voltado a perder (1-3) no seu reduto – depois de terem sido também batidos pelo Fazendense –, ante uma equipa do Amiense, a dar boa conta de si nesta fase inicial do campeonato.

Confirmações – Nos restantes encontros não há particulares surpresas a anotar, merecendo, não obstante, menção especial o triunfo do U. Tomar ante o At. Ouriense (outra vez por 2-1, tal como sucedera na época anterior, marcador que, aliás, se regista pela quarta vez consecutiva, nas últimas quatro vitórias averbadas pelos unionistas).

Perante um adversário muito bem organizado e de bom potencial, num desafio repartido e que poderia ter “caído” para qualquer um dos lados, os tomarenses tiveram de apelar a uma grande solidariedade e espírito de equipa para salvaguardar a vantagem que, com grande eficácia, alcançaram (salientando-se a excelente execução do central Allan Peixoto, na conversão de um livre, a apontar o segundo golo). Com os seis pontos somados nas duas últimas partidas, o União ascendeu à primeira metade da pauta classificativa, somente a três pontos do 3.º lugar.

O U. Almeirim não teve dificuldades, goleando (4-0) o Glória do Ribatejo – equipa que vem denotando grandes fragilidades a nível defensivo (acumula já 13 golos sofridos em quatro jornadas, a que se soma a “débacle” dos 6-0 sofridos em casa no encontro da Taça) –, ao contrário do Cartaxo (que mantém a 3.ª posição, na peugada dos líderes, um único ponto abaixo), que se impôs ao Samora Correia por tangencial 1-0. Em Coruche, o guia venceu por 3-1 (regista o melhor ataque, com 11 golos), ante uma equipa do Alcanenense que só conseguiu vencer na ronda inaugural (o U. Tomar), do que resultou uma queda até ao 10.º lugar.

II Divisão Distrital – A Norte, o Abrantes e Benfica voltou a golear, agora por 4-0, num “derby”, no terreno do Tramagal. Também o Riachense parece afirmar o seu potencial, tendo ganho no Sardoal por categórica marca de 3-0, partilhando a liderança da série com os abrantinos. Por seu lado, a equipa “B” do U. Tomar não pôde contrapor aos superiores argumentos do Pego, a jogar no seu reduto, tendo os pegachos vencido por 2-0. A Sul, merece destaque o empolgante desafio entre Moçarriense e Pontével, com sucessivas cambiantes e reviravoltas no marcador, com os donos da casa a ganhar por 4-3, isolando-se na frente.

Campeonato de Portugal – Atingindo-se já a 8.ª jornada, o Fátima voltou aos triunfos, batendo o Caldas por 2-0, ocupando lugar tranquilo na primeira metade da tabela, já com uma boa margem de segurança (sete pontos) em relação à “linha de água”. Ao contrário, o Mação, pese embora tenha conseguido enfim interromper a série de seis desaires sucessivos que acumulava, não foi além do nulo na recepção ao “lanterna vermelha”, Peniche, pelo que se mantém em posição indesejável (antepenúltimo classificado), não obstante o atraso face à tal linha de “sobrevivência” no Nacional seja de apenas três pontos, mas com um sinal de alerta decorrente do facto de a distância ser já notoriamente superior para os lugares imediatamente acima.

Antevisão – Neste fim-de-semana, no Distrital da I Divisão, realce para três jogos que concentram as atenções, começando pelo “derby” Amiense-U. Santarém, sendo que os outros dois ocupantes dos lugares do pódio terão também missões de elevado nível de exigência: o Coruchense viaja até Samora Correia, enquanto o Cartaxo visita Fazendas de Almeirim.

Mas há mais motivos de interesse: o U. Almeirim terá também uma difícil saída, até Alcanena, enquanto se espera que o U. Tomar possa dar continuidade aos resultados positivos na deslocação a Marinhais, num jogo em que se poderá estabelecer mais um marco histórico para o clube, caso os unionistas consigam vencer. Em Ourém, o Torres Novas, visando quebrar o “jejum”, não deverá ter tarefa fácil perante um adversário bastante capacitado, podendo, por seu lado, o Ferreira do Zêzere marcar o(s) primeiro(s) ponto(s) na Glória do Ribatejo.

Na divisão secundária, a Norte destaca-se o confronto entre Riachense e Pego, com o U. Tomar “B” a receber a U. Atalaiense. Quanto ao líder, Abrantes e Benfica, terá a visita do Sardoal. A Sul, o líder, Moçarriense, desloca-se ao terreno do Forense.

O Campeonato de Portugal estará em pausa, para disputa da eliminatória correspondente aos 1/32 de final da Taça de Portugal, na qual o Fátima é o único representante do Distrito ainda em prova, tendo-lhe calhado em sorteio receber o histórico Boavista, da I Liga, campeonato em que ocupa actualmente o 11.º lugar. A festa está garantida; poderá haver “tomba-gigantes”?

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 18 de Outubro de 2018)

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Liga das Nações da UEFA – 2018/19 – 4ª Jornada Liga dos Campeões – 3ª Jornada – Ajax – Benfica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2018
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: