Archive for Fevereiro, 2011

Óscares – 2011 – Vencedores

E os vencedores dos Óscares foram:

  • Melhor filme – “O Discurso do Rei” (The King’s Speech)
  • Melhor realizador – Tom Hooper (“O Discurso do Rei”)
  • Melhor actor – Colin Firth (“O Discurso do Rei”)
  • Melhor actriz – Natalie Portman (“Cisne Negro”)
  • Melhor actor secundário – Christian Bale (“The Fighter”)
  • Melhor actriz secundária – Melissa Leo (“The Fighter”)

Consultar a lista completa aqui.

28 Fevereiro, 2011 at 8:48 am Deixe um comentário

Petróleo na Líbia


Mais uma excelente infografia, a ver no El País.

25 Fevereiro, 2011 at 3:43 pm Deixe um comentário

Liga Europa – 1/16 Final (2ª mão) – Stuttgart – Benfica

Stuttgart – Marc Ziegler (52m – Sven Ulreich), Khalid Boulahrouz (61m – Timo Gebhart), Georg Niedermeier, Matthieu Delpierre, Cristian Molinaro, Christian Trasch, Zdravko Kuzmanovic, Martin Harnik, Tamás Hajnal (78m – Élson), Shinji Okazaki e Sven Schipplock

BenficaBenfica – Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Sidnei, Fábio Coentrão, Airton, Eduardo Salvio, Nico Gaitán, Pablo Aimar (73m – Carlos Martins), Franco Jara (90m – Alan Kardec) e Óscar Cardozo (88m – Felipe Menezes)

0-1 – Eduardo Salvio – 31m
0-2 – Óscar Cardozo – 78m

Cartões amarelos – Matthieu Delpierre (46m), Shinji Okazaki (77m), Timo Gebhart (81m) e Cristian Molinaro (90m); Sidnei (44m) e Carlos Martins (81m)

Cartão vermelho – Zdravko Kuzmanovic (90m)

Árbitro – Mike Dean (Inglaterra)

Com uma vantagem mínima arrancada na primeira mão, o Benfica assumiu – tal como prometera Jorge Jesus – que necessitava de marcar na Alemanha para alcançar o apuramento. E entrou com boa disposição neste jogo, com Gaitán a ameaçar, logo aos 6 minutos, com um remate em jeito de “folha seca”, pleno de intencionalidade, a obrigar o guardião contrário a uma estirada para afastar a bola por sobre a barra.

E, novamente aos 18 minutos, com uma desmarcação na cara do guarda-redes, a fazer a mancha e a levar a melhor sobre Fábio Coentrão, que se conseguira isolar, não tendo contudo conseguido evitar o último obstáculo para o golo.

Golo que acabaria por surgir aos 31 minutos, culminando da melhor forma um pontapé de canto, com Salvio, a “encher o pé”, à entrada da área, a rematar forte e colocado, sem hipótese de defesa.

O Stuttgart obrigara também Roberto a intervir em dois ou três lances ofensivos, mas a nota dominante do primeiro tempo fora do Benfica.

No reinício, logo aos 2 minutos e, de imediato, no minuto seguinte, o guarda-redes alemão, com duas intervenções arrojadas, negaria novo golo ao Benfica, na segunda delas, sendo atingido de forma arrepiante, de forma involuntária, fruto da dinâmica do movimento corporal, primeiro por Gaitán (uma joelhada na cabeça) e, de imediato, por Delpierre, que caiu também sobre a cabeça do desamparado colega, que acabaria por ter de sair do estádio, para receber assistência hospitalar.

Aos 60 minutos, Luisão, na cara do guarda-redes, na zona da pequena área, desperdiçaria inacreditavelmente o golo, não obstante ter recebido a bola um pouco alta, rematando bastante por cima da baliza.

Cardozo replicaria o falhanço, aos 71 minutos, antes de Okazaki, por duas vezes, ter ameaçado seriamente a baliza benfiquista, primeiro com um remate a rasar a trave e, logo de seguida, obrigando Roberto a uma magnífica intervenção para conseguir defender a bola.

A eliminatória ficaria definitivamente sentenciada quando Cardozo, aos 78 minutos, na sequência de mais uma boa iniciativa de Franco Jara, rematou forte, com a bola ainda a embater no poste antes de se anichar no fundo das redes, sem hipóteses para o guarda-redes adversário.

Até final – jogar-se-ia até ao minuto 97 – não haveria muito mais a ser digno de nota especial, com o Benfica a gerir a vantagem no jogo e na eliminatória.

Alcançando, pela primeira vez no seu longo historial europeu, a vitória na Alemanha, o que conseguiu de forma muito segura – ampliando para 16 a sua fantástica série de vitórias consecutivas -, o Benfica avança na Liga Europa, prosseguindo para os 1/8 Final, em que reencontrará (depois de se terem defrontado já na época 2006-07) a equipa francesa do Paris Saint-Germain.

24 Fevereiro, 2011 at 10:04 pm Deixe um comentário

Liga Europa – 1/16 Final (2ª mão)

                                      2ª mão     1ª mão      Total
Villarreal - Napoli                     2-1        0-0        2-1
Sporting - Glasgow Rangers              2-2        1-1        3-3
Liverpool - Sparta Praha                1-0        0-0        1-0
Ajax - Anderlecht                       2-0        3-0        5-0
Braga - Lech Poznań                     2-0        0-1        2-1
Dynamo Kyiv - Beşiktaş                  4-0        4-1        8-1
Spartak Moskva - Basel                  1-1        3-2        4-3
Zenit - Young Boys                      3-1        1-2        4-3
Manchester City - Aris Thessaloniki     3-0        0-0        3-0
CSKA Moskva - PAOK                      1-1        1-0        2-1
FC Porto - Sevilla                      0-1        2-1        2-2
Twente - Rubin Kazan                    2-2        2-0        4-2
PSV Eindhoven - Lille                   3-1        2-2        5-3
Stuttgart - Benfica                     0-2        1-2        1-4
Paris Saint-Germain - BATE Borisov      0-0        2-2        2-2
Bayer Leverkusen - Metalist Kharkiv     2-0        4-0        6-0

Os 1/8 Final, a disputar já nos próximos dias 10 e 17 de Março, têm o seguinte alinhamento:

Benfica – Paris Saint-Germain
Dynamo Kyiv – Manchester City
Twente – Zenit
CSKA Moskva – FC Porto
PSV Eindhoven – Glasgow Rangers
Bayer Leverkusen – Villarreal
Ajax – Spartak Moskva
Liverpool – Braga

O Sporting perdeu – ao sofrer o golo do empate já no 2º minuto do período de compensação – a possibilidade de, qualificando-se, garantir o pleno para as equipas portuguesas; com o FC Porto a passar com mais dificuldades que esperado (devido ao facto de ter sido demasiado perdulário no jogo de ontem, não conseguindo concretizar nenhuma das várias ocasiões de golo de que dispôs), o Benfica a ter uma vitória autoritária na Alemanha, e o Braga a acabar por ser feliz, conseguindo resistir à desesperada ofensiva dos polacos nos últimos minutos, que desperdiçaram igualmente duas soberanas oportunidades para marcar, a última delas com um estrondoso remate à trave, também já em tempo de descontos.

Portugal prossegue na prova com um contingente de 3 representantes, no que é igualado apenas pela Rússia e Holanda, com a Inglaterra a manter duas equipas na competição, enquanto Espanha, Alemanha, França, Ucrânia e Escócia resistem apenas com um clube.

24 Fevereiro, 2011 at 8:46 pm Deixe um comentário

Liga dos Campeões – 1/8 Final (1ª mão)

16.02.2011 - Roma – Shakhtar Donetsk                  2-3
15.02.2011 - AC Milan – Tottenham                     0-1
15.02.2011 - Valencia – Schalke 04                    1-1
23.02.2011 - Inter – Bayern München                   0-1
22.02.2011 - Olympique Lyonnais – Real Madrid         1-1
16.02.2011 - Arsenal – Barcelona                      2-1
23.02.2011 - Olympique Marseille – Manchester United  0-0
22.02.2011 - København – Chelsea                      0-2

Uma tripla derrota caseira das equipas italianas, a par da tripla vitória de clubes ingleses (apenas o Manchester não conseguiu vencer), com as três equipas espanholas também sem qualquer triunfo, e ambos os conjuntos franceses a empatar em casa, são aspectos a merecer menção de destaque nesta 1ª mão dos 1/8 Final da Liga dos Campeões.

23 Fevereiro, 2011 at 9:35 pm Deixe um comentário

30 anos do Golpe de 23 de Fevereiro em Espanha


O El País recorda a tentativa de golpe militar em Espanha, de há 30 anos, a 23 de Fevereiro, disponibilizando as 7 edições do jornal desde o final desse dia até às 13 horas do dia seguinte.

O lainformacion.com conta como se viveu esse dia, nas palavras de algumas individualidades.

23 Fevereiro, 2011 at 6:40 pm Deixe um comentário

Arquivo Municipal de Lisboa


Após mais de 8 anos de encerramento, reabriram ontem as instalações, sitas no Bairro da Liberdade (próximo da Estação da CP de Campolide), do núcleo histórico do Arquivo Municipal de Lisboa. Para além dos forais da cidade, o arquivo compreende também, nomeadamente, os Livros do Senado, com decretos e artigos dos séculos XVII a XIX.

22 Fevereiro, 2011 at 11:37 pm Deixe um comentário

Liga Europa – 1/16 Final (1ª mão) – Benfica – Stuttgart

BenficaBenfica – Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Sidnei, Fábio Coentrão, Javi García, Eduardo Salvio (75m – Alan Kardec), Nico Gaitán, Pablo Aimar (75m – Carlos Martins), Franco Jara (87m – Felipe Menezes) e Óscar Cardozo

Stuttgart – Sven Ulreich, Khalid Boulahrouz, Serdar Tasci, Matthieu Delpierre, Cristian Molinaro, Christian Trasch, Zdravko Kuzmanovic (76m – Georg Niedermeier), Martin Harnik, Tamás Hajnal (63m – Élson),Shinji Okazaki e Cacau

0-1 – Martin Harnik – 21m
1-1 – Óscar Cardozo – 70m
2-1 – Franco Jara – 81m

Cartões amarelos – Fábio Coentrão (42m), Javi García (88m) e Maxi Pereira (90m); Tasci (14m), Harnik (26m) e Delpierre (59m)

Árbitro – Eric Braamhaar (Holanda)

Com a confiança proporcionada por 13 vitórias consecutivas (desde a partida com o Schalke, a 7 de Dezembro) – 16 triunfos, se considerarmos apenas os jogos a nível interno (desde a derrota com o FC Porto, a 7 de Novembro) -, reforçada pela magnífica exibição do último jogo, frente ao Guimarães, o Benfica ver-se-ia de alguma forma surpreendido pelo atrevimento do Stuttgart (que, ao invés, luta desesperadamente por sair dos lugares de despromoção da bundesliga), que não mostrou temor, procurando jogar de igual para igual.

E, quando à passagem dos 20 minutos, a equipa alemã, com um chapéu de belo efeito sobre Roberto, se colocou em vantagem, a dúvida instalou-se na equipa benfiquista; até final da primeira parte, faltaria a tranquilidade necessária para uma reacção apropriada à tendência do jogo e do marcador.

No segundo tempo o Benfica surgiria transfigurado, para muito melhor. Talvez pela mentalização recebida ao intervalo, a equipa readquiriu a confiança, partindo deliberadamente para o ataque, em busca do golo.

Seria porém necessário porfiar bastante, até, por fim, conseguir, primeiro o empate – num excelente remate de meia-distância de Cardozo -, pouco depois a reviravolta no marcador, num magnífico balão de Franco Jara, de longa distância, a embater ainda na barra antes de cair sobre (para além d)a linha de golo, onde Cardozo surgiu a confirmar o golo.

Não faltava já muito tempo para o final do encontro, mas o Benfica criaria ainda diversas ocasiões de perigo, em particular nos minutos derradeiros, inclusivamente já em período de compensação, culminando mais uma boa exibição, e aumentando para 14 o número desta sua extraordinária série de triunfos (com um score global de 40 golos marcados e 7 sofridos).

Do “mal o menos”, a equipa portuguesa parte em vantagem para a segunda mão, onde a chave da eliminatória poderá estar numa atitude que não seja centrada na mera defesa da escassa margem hoje alcançada.

17 Fevereiro, 2011 at 8:32 pm Deixe um comentário

Liga Europa – 1/16 Final (1ª mão)

Napoli - Villarreal                        0-0
Glasgow Rangers – Sporting                 1-1
Sparta Praha – Liverpool                   0-0
Anderlecht – Ajax                          0-3
Lech Poznań – Braga                        1-0
Beşiktaş – Dynamo Kyiv                     1-4
Basel – Spartak Moskva                     2-3
Young Boys – Zenit                         2-1
Aris Thessaloniki – Manchester City        0-0
PAOK – CSKA Moskva                         0-1
Sevilla – FC Porto                         1-2
Rubin Kazan – Twente                       0-2
Lille – PSV Eindhoven                      2-2
Benfica – Stuttgart                        2-1
BATE Borisov – Paris Saint-Germain         2-2
Metalist Kharkiv – Bayer Leverkusen        0-4

17 Fevereiro, 2011 at 7:55 pm Deixe um comentário

i – Prémio “melhor design do mundo”

O jornal diário português i foi distinguido pela Society for News Design (SND) com o prémio de “melhor design do mundo”, sublinhando o seu papel de inovação, permitindo beneficiar da linguagem visual do jornal, criando «algo novo que é mais do que a soma das partes».

15 Fevereiro, 2011 at 9:05 pm Deixe um comentário

Artigos Mais Antigos


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2011
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.