FC PORTO BI-CAMPEÃO NACIONAL – 2006-07

20 Maio, 2007 at 10:31 pm 1 comentário

                            Total                Casa             Fora
                     Jg  V  E  D    G   Pt    V  E  D   G      V  E  D   G
 1 FC Porto          30 22  3  5  65-20 69   13  -  2 38- 9    9  3  3 27-11
 2 Sporting CP       30 20  8  2  54-15 68   11  2  2 35- 9    9  6  - 19- 6
 3 SL Benfica        30 20  7  3  55-20 67   11  4  - 31- 7    9  3  3 24-13
 4 SC Braga          30 14  8  8  35-30 50    8  4  3 22-17    6  4  5 13-13
 5 CF Os Belenenses  30 15  4 11  36-29 49    8  2  5 18- 8    7  2  6 18-21
 6 FC P. Ferreira    30 10 12  8  31-36 42    7  7  1 19-12    3  5  7 12-24
 7 U. D. Leiria      30 10 11  9  25-27 41    6  7  2 14-11    4  4  7 11-16
 8 CD Nacional       30 11  6 13  41-38 39    9  2  4 28-15    2  4  9 13-23
 9 CF E. Amadora     30  9  8 13  23-36 35    7  5  3 15-12    2  3 10  8-24
10 Boavista FC       30  8 11 11  32-34 35    5  7  3 20-16    3  4  8 12-18
11 CS Marítimo       30  8  8 14  30-44 32    5  4  6 14-19    3  4  8 16-25
12 A. Naval 1º Maio  30  7 11 12  28-37 32    3  5  7 12-16    4  6  5 16-21
13 A. Académica C.   30  6  8 16  28-46 26    3  2 10 12-21    3  6  6 16-25
14 VFC Setúbal       30  5  9 16  21-45 24    2  5  8 11-23    3  4  8 10-22
15 SC Beira-Mar      30  4 11 15  28-55 23    3  7  5 18-26    1  4 10 10-29
16 CD Aves           30  5  7 18  22-42 22    3  3  9 10-16    2  4  9 12-26

Liga dos Campeões – FC Porto e Sporting CP
Liga dos Campeões (3ª Pré-Eliminatória) – SL Benfica
Taça UEFA – SC Braga, CF Belenenses e FC P. Ferreira
Despromovidos à II Liga – SC Beira-Mar e CD Aves
Promovidos à I Liga – Leixões SC e VSC Guimarães

– O FC Porto somou hoje o seu 22º título de Campeão Nacional em 73 edições da prova (1934-35; 1938-39; 1939-40; 1955-56; 1958-59; 1977-78; 1978-79; 1984-85; 1985-86; 1987-88; 1989-90; 1991-92; 1992-93; 1994-95; 1995-96; 1996-97; 1997-98; 1998-99; 2002-03; 2003-04; 2005-06; 2006-07); foi vice-campeão por 24 vezes; 10 3º lugares; 11 4ª lugares; 3 5º lugares; 1 6º; 1 7º; e 1 9º lugar

– O Sporting conquistou já 18 títulos de Campeão (1940-41; 1943-44; 1946-47; 1947-48; 1948-49; 1950-51; 1951-52; 1952-53; 1953-54; 1957-58; 1961-62; 1965-66; 1969-70; 1973-74; 1979-80; 1981-82; 1999-00; 2001-02); sendo vice-campeão pela 17ª vez; 24 vezes 3º; 10 4º lugares; e 4 5º lugares.

– O Benfica, já Campeão por 31 vezes (1935-36; 1936-37; 1937-38; 1941-42; 1942-43; 1944-45; 1949-50; 1954-55; 1956-57; 1959-60; 1960-61; 1962-63; 1963-64; 1964-65; 1966-67; 1967-68; 1968-69; 1970-71; 1971-72; 1972-73; 1974-75; 1975-76; 1976-77; 1980-81; 1982-83; 1983-84; 1986-87; 1988-89; 1990-91; 1993-94; 2004-05); conta ainda 24 vice-campeonatos; tendo obtido pela 14ª vez o 3º lugar; 3 4º lugares; e 1 6º lugar.

– Os restantes Campeonatos foram conquistados por: Belenenses (em 1945-46); e Boavista (em 2000-01).

A “normalidade” acabou por imperar, com os três candidatos a vencer na última jornada, mantendo assim a posição na tabela classificativa (e repetindo a classificação geral final da época passada).

O FC Porto, líder durante toda a prova, revalida o título – um dos mais difíceis da sua história. O Sporting, com uma equipa jovem, tendo porventura – pelo menos em algumas fases do campeonato – praticado o melhor futebol, conclui a prova novamente na posição de vice-campeão. O Benfica, com um arranque de época difícil e um “penoso” final de temporada não conseguiu mais do que minimizar as distâncias para os 2 primeiros, acabando o campeonato com uma série de 20 jogos consecutivos sem derrota, tendo sido também a única equipa invicta em casa.

Na jornada de hoje, o Sporting voltou a entrar forte, “resolvendo o assunto” logo na primeira meia hora. Chegou contudo a estar em 3º lugar (dado que o Benfica marcara primeiro à Académica)… durante um minuto, “saltando” (com o seu golo, logo aos 10 minutos) para o 1º lugar… até que o FC Porto conseguisse inaugurar o marcador. Na sequência do golo do empate do D. Aves, o Sporting passaria novamente para “a frente”, até ao 2º golo do FC Porto, já na segunda parte, iam decorridos 52 minutos. Os portistas apenas “respirariam fundo” cerca da hora de jogo, com o auto-golo de Jorge Ribeiro, fazendo o 3-1.

Anúncios

Entry filed under: Desporto. Tags: , , .

PROBABILIDADES "TRATADO DAS COUSAS DA CHINA"

1 Comentário Add your own

  • 1. jonas  |  21 Maio, 2007 às 4:02 pm

    o benfica com esse dirigente não vai lá mas ao menos fiquei contente pelo setubal ter se mantido
    o santinho tem de ir ensinar engenharia no largo do rato e deixar de prejudicar o benfica com mau futebol porque os adeptos não mudaram mudaram sim os dirigentes=incompetentes jogadores=foliões canalhas

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Maio 2007
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: