Liga dos Campeões – Final – Juventus – Real Madrid

JuventusJuventus – Gianluigi Buffon, Andrea Barzagli (66m – Juan Cuadrado), Leonardo Bonucci, Giorgio Chiellini, Dani Alves, Miralem Pjanić (71m – Claudio Marchisio), Sami Khedira, Alex Sandro, Paulo Dybala (78m – Mario Lemina), Gonzalo Higuaín e Mario Mandžukić

Real Madrid – Keylor Navas, Daniel Carvajal, Sergio Ramos, Raphaël Varane, Marcelo, Toni Kroos (89m – Álvaro Morata), Casemiro, Luka Modrić, Isco (82m – Marco Asensio), Karim Benzema (77m – Gareth Bale) e Cristiano Ronaldo

0-1 – Cristiano Ronaldo – 20m
1-1 – Mario Mandžukić – 27m
1-2 – Casemiro – 61m
1-3 – Cristiano Ronaldo – 64m
1-4 – Marco Asensio – 90m

Cartões amarelos – Paulo Dybala (12m), Miralem Pjanić (66m), Alex Sandro (70m) e Juan Cuadrado (72m); Sergio Ramos (31m), Daniel Carvajal (42m), Toni Kroos (53m) e Marco Asensio (90m)

Cartão vermelho – Juan Cuadrado (84m)

Árbitro – Felix Brych (Alemanha)

Confirmando a sua supremacia global na principal prova de futebol de clubes, o Real Madrid, conquistando o seu terceiro troféu nos últimos quatro anos, atravessa novo período hegemónico, tendo sido, paralelamente, o primeiro emblema a conseguir repetir a vitória em duas edições da Liga dos Campeões, sob o seu formato actual.

O marcador final é algo ilusório de facilidades que, apenas na derradeira meia hora se manifestaram. Efectivamente, numa primeira metade bem repartida, e não obstante os espanhóis tenham começado por inaugurar o marcador, a Juventus rapidamente restabeleceria a igualdade, resultado justo com que se chegaria ao intervalo.

No segundo tempo, a toada parecia continuar a ser de equilíbrio, com Keylor Navas a ser colocada a prova, até que, num remate feliz de Casemiro (de longa distância, com um desvio a trair Buffon), o Real Madrid voltou a colocar-se em vantagem.

O segundo tento de Cristiano Ronaldo – que lhe proporcionou o título de melhor marcador da prova pela sexta vez, as cinco últimas de forma consecutiva -, apontado apenas três minutos volvidos, sentenciaria o desfecho desta final.

A expulsão de Cuadrado – forçada por Sérgio Ramos -, a seis minutos do final, numa fase em que a Juventus já se tinha “entregue”, não teve outras implicações que o poder ter contribuído para facilitar o atingir da goleada, por parte dos vencedores.

Com um conjunto muito sólido, que teve a capacidade para contrariar a forte organização italiana (viria a sofrer mais golos neste jogo decisivo do que nos 12 encontros disputados anteriormente, até chegar à final de Cardiff), o Real Madrid foi um justo vencedor, possibilitando também a Cristiano Ronaldo – em grande destaque esta noite – sagrar-se Campeão Europeu pela quarta vez (2008, 2014, 2016 e 2017).

A lista de vencedores, nas 62 edições já disputadas da competição, passou a ser assim ordenada: Real Madrid, 12 (1955-56, 1956-57, 1957-58, 1958-59, 1959-60, 1965-66, 1997-98, 1999-00, 2001-02, 2013-14, 2015-16 e 2016-17); AC Milan, 7 (1962-63, 1968-69, 1988-89, 1989-90, 1993-94, 2002-03 e 2006-07); Liverpool, 5 (1976-77, 1977-78, 1980-81, 1983-84 e 2004-05); Bayern München, 5 (1973-74, 1974-75, 1975-76, 2000-01 e 2012-13); Barcelona, 5 (1991-92, 2005-06, 2008-09, 2010-11 e 2014-15); Ajax, 4 (1970-71, 1971-72, 1972-73 e 1994-95); Inter, 3 (1963-64, 1964-65 e 2009-10); Manchester United, 3 (1967-68, 1998-99 e 2007-08); Benfica, 2 (1960-61 e 1961-62); Nottingham Forest, 2 (1978-79 e 1979-80); Juventus, 2 (1984-85 e 1995-96); FC Porto, 2 (1986-87 e 2003-04);  Celtic (1966-67); Feyenoord (1969-70); Aston Villa (1981-82); Hamburg (1982-83); Steaua București (1985-86); PSV Eindhoven (1987-88); Crvena Zvezda (1990-91); Marseille (1992-93); Borussia Dortmund (1996-97); e Chelsea (2011-12).

3 Junho, 2017 at 10:40 pm Deixe um comentário

Benfica / FC Porto / Sporting – Títulos

SLB-FCP-SCP-Títulos8

28 Maio, 2017 at 7:20 pm Deixe um comentário

Taça de Portugal – Palmarés

           Vencedor Finalista  Épocas (Vencedor / Finalista)

Benfica        26      10   1939-40; 1942-43; 1943-44; 1948-49;
                            1950-51; 1951-52; 1952-53; 1954-55;
                            1956-57; 1958-59; 1961-62; 1963-64;
                            1968-69; 1969-70; 1971-72; 1979-80;
                            1980-81; 1982-83; 1984-85; 1985-86;
                            1986-87; 1992-93; 1995-96; 2003-04;
                            2013-14; 2016-17
                            1938-39; 1957-58; 1964-65; 1970-71;
                            1973-74; 1974-75; 1988-89; 1996-97;
                            2004-05; 2012-13
FC Porto       16      13   1955-56; 1957-58; 1967-68; 1976-77;
                            1983-84; 1987-88; 1990-91; 1993-94;
                            1997-98; 1999-00; 2000-01; 2002-03;
                            2005-06; 2008-09; 2009-10; 2010-11
                            1952-53; 1958-59; 1960-61; 1963-64;
                            1977-78; 1979-80; 1980-81; 1982-83;
                            1984-85; 1991-92; 2003-04; 2007-08;
                            2015-16
Sporting       16      11   1940-41; 1944-45; 1945-46; 1947-48;
                            1953-54; 1962-63; 1970-71; 1972-73;
                            1973-74; 1977-78; 1981-82; 1994-95;
                            2001-02; 2006-07; 2007-08; 2014-15
                            1951-52; 1954-55; 1959-60; 1969-70;
                            1971-72; 1978-79; 1986-87; 1993-94;
                            1995-96; 1999-00; 2011-12
Boavista        5       1   1974-75; 1975-76; 1978-79; 1991-92;
                            1996-97/ 1992-93
V. Setúbal      3       7   1964-65; 1966-67; 2004-05
                            1942-43; 1953-54; 1961-62; 1965-66
                            1967-68; 1972-73; 2005-06
Belenenses      3       5   1941-42; 1959-60; 1988-89/ 1939-40
                            1940-41; 1947-48; 1985-86; 2006-07
Braga           2       4   1965-66; 2015-16
                            1976-77; 1981-82; 1997-98; 2014-15
Académica       2       3   1938-39; 2011-12
                            1950-51; 1966-67; 1968-69
V. Guimarães    1       6   2012-13/ 1941-42; 1962-63; 1975-76;
                            1987-88; 2010-11; 2016-17
Leixões         1       1   1960-61/ 2001-02
Beira-Mar       1       1   1998-99/ 1990-91
E. Amadora      1       -   1989-90
Atlético        -       2   1945-46; 1948-49
Marítimo        -       2   1994-95; 2000-01
Rio Ave         -       2   1983-84; 2013-14
Estoril         -       1   1943-44
Olhanense       -       1   1944-45
Torreense       -       1   1955-56
Covilhã         -       1   1956-57
Farense         -       1   1989-90
Campomaiorense  -       1   1998-99
U. Leiria       -       1   2002-03
Paços Ferreira  -       1   2008-09
Chaves          -       1   2009-10

28 Maio, 2017 at 7:16 pm Deixe um comentário

Finais da Taça de Portugal

Edição     Época     Vencedor     Finalista
LXXVII   2016-2017   Benfica      V. Guimarães    2-1
LXXVI    2015-2016   Sp. Braga    FC Porto        2-2 (4-2 g.p.)
LXXV     2014-2015   Sporting     Sp. Braga       2-2 (3-1 g.p.)
LXXIV    2013-2014   Benfica      Rio Ave         1-0
LXXIII   2012-2013   V. Guimarães Benfica         2-1
LXXII    2011-2012   Académica    Sporting        1-0
LXXI     2010-2011   FC Porto     V. Guimarães    6-2
LXX      2009-2010   FC Porto     Chaves          2-1
LXIX     2008-2009   FC Porto     Paços Ferreira  1-0
LXVIII   2007-2008   Sporting     FC Porto        2-0
LXVII    2006-2007   Sporting     Belenenses      1-0
LXVI     2005-2006   FC Porto     Setúbal         1-0
LXV      2004-2005   Setúbal      Benfica         2-1
LXIV     2003-2004   Benfica      FC Porto        2-1
LXIII    2002-2003   FC Porto     U. Leiria       1-0
LXII     2001-2002   Sporting     Leixões         1-0
LXI      2000-2001   FC Porto     Marítimo        2-0
LX       1999-2000   FC Porto     Sporting        1-1   2-0
LIX      1998-1999   Beira-Mar    Campomaiorense  1-0
LVIII    1997-1998   FC Porto     Sp. Braga       3-1
LVII     1996-1997   Boavista     Benfica         3-2
LVI      1995-1996   Benfica      Sporting        3-1
LV       1994-1995   Sporting     Marítimo        2-0
LIV      1993-1994   FC Porto     Sporting        0-0   2-1
LIII     1992-1993   Benfica      Boavista        5-2
LII      1991-1992   Boavista     FC Porto        2-1
LI       1990-1991   FC Porto     Beira-Mar       3-1
L        1989-1990   E. Amadora   Farense         1-1   2-0
XLIX     1988-1989   Belenenses   Benfica         2-1
XLVIII   1987-1988   FC Porto     V. Guimarães    1-0
XLVII    1986-1987   Benfica      Sporting        2-1
XLVI     1985-1986   Benfica      Belenenses      2-0
XLV      1984-1985   Benfica      FC Porto        3-1
XLIV     1983-1984   FC Porto     Rio Ave         4-1
XLIII    1982-1983   Benfica      FC Porto        1-0
XLII     1981-1982   Sporting     Sp. Braga       4-0
XLI      1980-1981   Benfica      FC Porto        3-1
XL       1979-1980   Benfica      FC Porto        1-0
XXXIX    1978-1979   Boavista     Sporting        1-1   1-0
XXXVIII  1977-1978   Sporting     FC Porto        1-1   2-1
XXXVII   1976-1977   FC Porto     Sp. Braga       1-0
XXXVI    1975-1976   Boavista     V. Guimarães    2-1
XXXV     1974-1975   Boavista     Benfica         2-1
XXXIV    1973-1974   Sporting     Benfica         2-1
XXXIII   1972-1973   Sporting     V. Setúbal      3-2
XXXII    1971-1972   Benfica      Sporting        3-2
XXXI     1970-1971   Sporting     Benfica         4-1
XXX      1969-1970   Benfica      Sporting        3-1
XXIX     1968-1969   Benfica      Académica       2-1
XXVIII   1967-1968   FC Porto     V. Setúbal      2-1
XXVII    1966-1967   V. Setúbal   Académica       3-2
XXVI     1965-1966   Sp. Braga    V. Setúbal      1-0
XXV      1964-1965   V. Setúbal   Benfica         3-1
XXIV     1963-1964   Benfica      FC Porto        6-2
XXIII    1962-1963   Sporting     V. Guimarães    4-0
XXII     1961-1962   Benfica      V. Setúbal      3-0
XXI      1960-1961   Leixões      FC Porto        2-0
XX       1959-1960   Belenenses   Sporting        2-1
XIX      1958-1959   Benfica      FC Porto        1-0
XVIII    1957-1958   FC Porto     Benfica         1-0
XVII     1956-1957   Benfica      Sp. Covilhã     3-1
XVI      1955-1956   FC Porto     Torreense       2-0
XV       1954-1955   Benfica      Sporting        2-1
XIV      1953-1954   Sporting     V. Setúbal      3-2
XIII     1952-1953   Benfica      FC Porto        5-0
XII      1951-1952   Benfica      Sporting        5-4
XI       1950-1951   Benfica      Académica       5-1
X        1948-1949   Benfica      Atlético        2-1
IX       1947-1948   Sporting     Belenenses      3-1
VIII     1945-1946   Sporting     Atlético        4-2
VII      1944-1945   Sporting     Olhanense       1-0
VI       1943-1944   Benfica      Estoril         8-0
V        1942-1943   Benfica      V. Setúbal      5-1
IV       1941-1942   Belenenses   V. Guimarães    2-0
III      1940-1941   Sporting     Belenenses      4-1
II       1939-1940   Benfica      Belenenses      3-1
I        1938-1939   Académica    Benfica         4-3

28 Maio, 2017 at 7:16 pm Deixe um comentário

Liga Europa – Final – Ajax – Manchester United

Manchester UnitedNa final da Liga Europa, hoje disputada em Estocolmo, o Manchester United, sob a direcção técnica de José Mourinho, claramente superior a uma (excessivamente) inexperiente equipa do Ajax (com média etária de menos de 23 anos, a mais baixa de sempre de um finalista europeu), conquistou o troféu, ao vencer por 2-0, com golos de Paul Pogba (18m) e Henrikh Mkhitaryan (48m).

Depois das três vitórias na Taça / Liga dos Campeões Europeus (1968, 1999 e 2008) e do triunfo na Taça dos Vencedores de Taças (1991), o clube inglês entra no restrito lote dos vencedores destas três competições da UEFA (a par do Bayern München, Ajax, Juventus e Chelsea).

Paralelamente, o Manchester United garante também o apuramento para a fase de Grupos da Liga dos Campeões da próxima temporada.

Por seu lado, este é o quarto título europeu de José Mourinho, em outras tantas finais, depois de ter vencido a Liga dos Campeões em 2004 (FC Porto) e 2010 (Inter) e a Taça UEFA em 2003 (FC Porto).

No Palmarés da prova, após as oito edições já disputadas sob o formato de Liga Europa, são os seguintes os vencedores: Sevilla (2014, 2015 e 2016), Chelsea (2013), At. Madrid (2010 e 2012), FC Porto (2011) e Manchester United (2017).

Nas 51 edições anteriores, com a designação de Taça Cidade das Feiras (até 1971) e de Taça UEFA (de 1972 a 2009), foram vencedores: Valencia (1962, 1963 e 2004), Liverpool (1973, 1976 e 2001), Inter (1991, 1994 e 1998), Juventus (1977, 1990 e 1993) e Barcelona (1958, 1960 e 1966), com três títulos cada; Sevilla (2006 e 2007), Feyenoord (1974 e 2002), Parma (1995 e 1999), Goteborg (1982 e 1987), Real Madrid (1985 e 1986), Tottenham (1972 e 1984), Borussia Mönchengladbach (1975 e 1979) e Leeds (1968 e 1971), cada um com dois troféus; Shakthar Donetsk (2009), Zenit St. Petersburg (2008), CSKA Moscovo (2005), FC Porto (2003), Galatasaray (2000), Schalke 04 (1997), Bayern München (1996), Ajax (1992), Napoli (1989), Bayer Leverkusen (1988), Anderlecht (1983), Ipswich Town (1981), E. Frankfurt (1980), PSV Eindhoven (1978), Arsenal (1970), Newcastle (1969), D. Zagreb (1967), Ferencvaros (1965), Zaragoza (1964) e Roma (1961).

24 Maio, 2017 at 9:38 pm Deixe um comentário

I Liga / I Divisão – Historial de lugares de honra

 Época    Campeão           2º           3º           4º 
2016-17   Benfica      FC Porto     Sporting     V. Guimarães
2015-16   Benfica      Sporting     FC Porto     Sp. Braga  
2014-15   Benfica      FC Porto     Sporting     Sp. Braga 
2013-14   Benfica      Sporting     FC Porto     Estoril      
2012-13   FC Porto     Benfica      P. Ferreira  Sp. Braga
2011-12   FC Porto     Benfica      Sp. Braga    Sporting
2010-11   FC Porto     Benfica      Sporting     Sp. Braga
2009-10   Benfica      Sp. Braga    FC Porto     Sporting
2008-09   FC Porto     Sporting     Benfica      Nacional
2007-08   FC Porto     Sporting     V. Guimarães Benfica
2006-07   FC Porto     Sporting     Benfica      Sp. Braga
2005-06   FC Porto     Sporting     Benfica      Sp. Braga
2004-05   Benfica      FC Porto     Sporting     Sp. Braga
2003-04   FC Porto     Benfica      Sporting     Nacional
2002-03   FC Porto     Benfica      Sporting     V. Guimarães
2001-02   Sporting     Boavista     FC Porto     Benfica
2000-01   Boavista     FC Porto     Sporting     Sp. Braga
1999-00   Sporting     FC Porto     Benfica      Boavista
1998-99   FC Porto     Boavista     Benfica      Sporting
1997-98   FC Porto     Benfica      V. Guimarães Sporting
1996-97   FC Porto     Sporting     Benfica      Sp. Braga
1995-96   FC Porto     Benfica      Sporting     Boavista
1994-95   FC Porto     Sporting     Benfica      V. Guimarães
1993-94   Benfica      FC Porto     Sporting     Boavista
1992-93   FC Porto     Benfica      Sporting     Boavista
1991-92   FC Porto     Benfica      Boavista     Sporting
1990-91   Benfica      FC Porto     Sporting     Boavista
1989-90   FC Porto     Benfica      Sporting     V. Guimarães
1988-89   Benfica      FC Porto     Boavista     Sporting
1987-88   FC Porto     Benfica      Belenenses   Sporting
1986-87   Benfica      FC Porto     V. Guimarães Sporting
1985-86   FC Porto     Benfica      Sporting     V. Guimarães
1984-85   FC Porto     Sporting     Benfica      Boavista
1983-84   Benfica      FC Porto     Sporting     Sp. Braga
1982-83   Benfica      FC Porto     Sporting     V. Guimarães
1981-82   Sporting     Benfica      FC Porto     V. Guimarães
1980-81   Benfica      FC Porto     Sporting     Boavista
1979-80   Sporting     FC Porto     Benfica      Boavista
1978-79   FC Porto     Benfica      Sporting     Sp. Braga
1977-78   FC Porto     Benfica      Sporting     Sp. Braga
1976-77   Benfica      Sporting     FC Porto     Boavista
1975-76   Benfica      Boavista     Belenenses   FC Porto
1974-75   Benfica      FC Porto     Sporting     Boavista
1973-74   Sporting     Benfica      V. Setúbal   FC Porto
1972-73   Benfica      Belenenses   V. Setúbal   FC Porto
1971-72   Benfica      V. Setúbal   Sporting     CUF
1970-71   Benfica      Sporting     FC Porto     V. Setúbal
1969-70   Sporting     Benfica      V. Setúbal   Barreirense
1968-69   Benfica      FC Porto     V. Guimarães V. Setúbal
1967-68   Benfica      Sporting     FC Porto     Académica
1966-67   Benfica      Académica    FC Porto     Sporting
1965-66   Sporting     Benfica      FC Porto     V. Guimarães
1964-65   Benfica      FC Porto     CUF          Académica
1963-64   Benfica      FC Porto     Sporting     V. Guimarães
1962-63   Benfica      FC Porto     Sporting     Belenenses
1961-62   Sporting     FC Porto     Benfica      CUF
1960-61   Benfica      Sporting     FC Porto     V. Guimarães
1959-60   Benfica      Sporting     Belenenses   FC Porto
1958-59   FC Porto     Benfica      Belenenses   Sporting
1957-58   Sporting     FC Porto     Benfica      Belenenses
1956-57   Benfica      FC Porto     Belenenses   Sporting
1955-56   FC Porto     Benfica      Belenenses   Sporting
1954-55   Benfica      Belenenses   Sporting     FC Porto
1953-54   Sporting     FC Porto     Benfica      Belenenses
1952-53   Sporting     Benfica      Belenenses   FC Porto
1951-52   Sporting     Benfica      FC Porto     Belenenses
1950-51   Sporting     FC Porto     Benfica      Atlético
1949-50   Benfica      Sporting     Atlético     Belenenses
1948-49   Sporting     Benfica      Belenenses   FC Porto
1947-48   Sporting     Benfica      Belenenses   Estoril
1946-47   Sporting     Benfica      FC Porto     Belenenses
1945-46   Belenenses   Benfica      Sporting     Olhanense
1944-45   Benfica      Sporting     Belenenses   FC Porto
1943-44   Sporting     Benfica      Atlético     FC Porto
1942-43   Benfica      Sporting     Belenenses   Unidos Lisboa
1941-42   Benfica      Sporting     Belenenses   FC Porto
1940-41   Sporting     FC Porto     Belenenses   Benfica
1939-40   FC Porto     Sporting     Belenenses   Benfica
1938-39   FC Porto     Sporting     Benfica      Belenenses
1937-38   Benfica      FC Porto     Sporting     Carcavelinhos
1936-37   Benfica      Belenenses   Sporting     FC Porto
1935-36   Benfica      FC Porto     Sporting     Belenenses
1934-35   FC Porto     Sporting     Benfica      Belenenses

Resumo:

Benfica – 36 vezes Campeão / 27 vezes 2º / 15 vezes 3º / 4 vezes 4º classificado
FC Porto – 27 vezes Campeão / 26 vezes 2º / 13 vezes 3º / 11 vezes 4º classificado
Sporting – 18 vezes Campeão / 21 vezes 2º / 27 vezes 3º / 12 vezes 4º classificado
Belenenses – 1 vez Campeão / 3 vezes 2º / 14 vezes 3º / 9 vezes 4º classificado
Boavista – 1 vez Campeão / 3 vezes 2º / 2 vezes 3º / 10 vezes 4º classificado
V. Setúbal – 1 vez 2º / 3 vezes 3º / 2 vezes 4º classificado
Sp. Braga – 1 vez 2º / 1 vez 3º / 12 vezes 4º classificado
Académica – 1 vez 2º / 2 vezes 4º classificado
V. Guimarães – 4 vezes 3º / 10 vezes 4º classificado
Atlético – 2 vezes 3º / 1 vez 4º classificado
CUF – 1 vez 3º / 2 vezes 4º classificado
P. Ferreira – 1 vez 3º classificado
Nacional – 2 vezes 4º classificado
Estoril – 2 vezes 4º classificado
Barreirense – 1 vez 4º classificado
Olhanense – 1 vez 4º classificado
Unidos Lisboa – 1 vez 4º classificado
Carcavelinhos – 1 vez 4º classificado

21 Maio, 2017 at 10:41 pm Deixe um comentário

I Liga – 2016-17 – Classificação final

Equipa            J     V     E     D    GM   GS     P
Benfica          34    25     7     2    72 - 18    82
FC Porto         34    22    10     2    71 - 19    76
Sporting         34    21     7     6    68 - 36    70
V. Guimarães     34    18     8     8    50 - 39    62
Sp. Braga        34    15     9    10    51 - 36    54
Marítimo         34    13    11    10    34 - 32    50
Rio Ave          34    14     7    13    41 - 39    49
Feirense         34    14     6    14    31 - 45    48
Boavista         34    10    13    11    33 - 36    43
Estoril          34    10     8    16    36 - 42    38
Chaves           34     8    14    12    35 - 42    38
V. Setúbal       34    10     8    16    30 - 39    38
Paços Ferreira   34     8    12    14    32 - 45    36
Belenenses       34     9     9    16    27 - 45    36
Moreirense       34     8     9    17    33 - 48    33
Tondela          34     8     8    18    29 - 52    32
Arouca           34     9     5    20    33 - 57    32
Nacional         34     4     9    21    22 - 58    21

Campeão – Benfica – Entrada directa na Fase Grupos da Liga dos Campeões
2º classificado – FC Porto – Entrada directa Fase Grupos da Liga dos Campeões
3º classificado – Sporting – “Play-off” acesso à Fase Grupos Liga dos Campeões
4º classificado – V. Guimarães – Entrada directa na Fase Grupos da Liga Europa
5º classificado – Sp. Braga – 3ª eliminatória acesso à Fase Grupos da Liga Europa
6º classificado – Marítimo – 3ª eliminatória acesso à Fase Grupos da Liga Europa

Vencedor da Taça – Benfica / V. Guimarães (28.05.2017)

Despromovidos – Arouca e Nacional
Promovidos – Portimonense e D. Aves

Melhores marcadores:
1. Bas Dost – Sporting – 34
2. Tiquinho – FC Porto – 19
3. André Silva – FC Porto e Konstantinos Mitroglou – Benfica – 16

21 Maio, 2017 at 10:40 pm Deixe um comentário

Portugal vence Festival Eurovisão da Canção – 2017

Eurovision 2017

Pela primeira vez na história, Portugal – com uma música de Luísa Sobral, interpretada pelo irmão, Salvador Sobral, “Amar pelos dois” – sagrou-se vencedor do Festival Eurovisão da Canção, disputado em Kiev, na Ucrânia, com um total de 758 pontos, à frente da Bulgária (615 pontos), tendo vencido o voto do júri (com pontuação máxima de 18 dos países), assim como no voto popular (“tele-voto”) dos 42 países concorrentes.

Portugal recebeu 12 pontos do júri dos seguintes 18 países: Arménia, Eslovénia, Espanha, França, Geórgia, Hungria, Islândia, Israel, Letónia, Lituânia, Países Baixos, Polónia, R. Checa, Reino Unido, S. Marino, Sérvia, Suécia e Suíça. Atribuíram o 2.º posto a Portugal (10 pontos) os seguintes sete países: Alemanha, Bielorrússia, Dinamarca, Macedónia, Malta, Noruega e Ucrânia. Por seu lado, classificaram a canção portuguesa na 3.ª posição (8 pontos) os seguintes seis países: Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Chipre, Estónia e Finlândia. Três países (Austrália, Croácia e Moldávia) deram 7 pontos a Portugal. Albânia e Roménia atribuíram à música de Luísa e Salvador Sobral, 6 pontos. Por fim, a Grécia, Irlanda e Itália atribuíram 5 pontos a Portugal. Apenas a Bulgária e Montenegro não concederam qualquer voto a Portugal.

No que respeita ao “tele-voto” popular (dos 41 países que concorreram com a canção portuguesa), Portugal teve direito a mais 376 pontos (numa distribuição muito equitativa da pontuação nas duas vertentes), face a 337 da Bulgária – acrescendo à vantagem de 104 pontos decorrente do voto do júri, de que resulta a diferença total de 143 pontos favorável a Portugal, a segunda maior de sempre, entre os dois primeiros classificados, na história do Festival da Eurovisão (apenas superada pela Noruega, em 2009).

Portugal obteve 12 pontos do “tele-voto” do público dos seguintes doze países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Islândia, Israel, Lituânia, Noruega, Países Baixos e Suíça. Atribuíram o 2.º posto a Portugal (10 pontos) no “tele-voto” os seguintes oito países: Arménia, Croácia, Estónia, Irlanda, Letónia, Polónia, Suécia e Ucrânia. Por seu lado, classificaram a canção portuguesa na 3.ª posição (8 pontos) no voto popular os seguintes dez países: Azerbaijão, Albânia, Eslovénia, Geórgia, Grécia, Malta, Montenegro, R. Checa, Reino Unido e Sérvia. Oito países (Austrália, Bielorrússia, Bulgária, Chipre, Hungria, Macedónia, Roménia e S. Marino) deram 7 pontos a Portugal, no “tele-voto”. A Moldávia atribuiu à música portuguesa, 6 pontos. Por fim, a Dinamarca e a Itália atribuíram 5 pontos a Portugal.

Luisa e Salvador Sobral

Esta foi a 49.ª participação de Portugal no Festival, que, até agora, tinha como melhor resultado o 6.º lugar de Lúcia Moniz em 1996 (com “O meu coração não tem cor”).

Nas 62 edições do concurso, a Irlanda venceu por 7 vezes (1970, 1980, 1987, 1992, 1993, 1994 e 1996), seguindo-se a Suécia com 6 triunfos (1974, 1984, 1991, 1999, 2012 e 2015); França (1958, 1960, 1962, 1969 e 1977), Luxemburgo (1961, 1965, 1972, 1973 e 1983) e Reino Unido (1967, 1969, 1976, 1981 e 1997), 5 vitórias cada; Holanda (1957, 1959, 1969 e 1975), com 4; Israel (1978, 1979 e 1998), Noruega (1985, 1995 e 2009) e Dinamarca (1963, 2000 e 2013), 3 vezes cada; Espanha (1968 e 1969), Suíça (1956 e 1988), Itália (1964 e 1990), Alemanha (1982 e 2010), Áustria (1966 e 2014) e Ucrânia (2004 e 2016), duas vezes; Mónaco (1971), Bélgica (1986), Jugoslávia (1989), Estónia (2001), Letónia (2002), Turquia (2003), Grécia (2005), Finlândia (2006), Sérvia (2007), Rússia (2008), Azerbaijão (2011) e Portugal (2017), uma vitória.

13 Maio, 2017 at 11:57 pm Deixe um comentário

Artigos Mais Antigos Artigos mais recentes


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Julho 2017
S T Q Q S S D
« Jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.