Posts filed under ‘Eleições EUA – 2008’

Resultados parciais às 02h30

Alabama – McCain – 54 % / Obama – 46 % (13 % escrutinado)
Carolina do Norte – Obama – 51 % / McCain – 48 % (48 % escrutinado)
Carolina do Sul – McCain – 56 % / Obama – 43 % (46 % escrutinado)
Colorado – Obama – 55 % / McCain – 44 % (10 % escrutinado)
Connecticut – Obama – 64 % / McCain – 35 % (27 % escrutinado)
Florida – Obama – 51 % / McCain – 48 % (54 % escrutinado)
Georgia – McCain – 59 % / Obama – 40 % (50 % escrutinado)
Illinois – Obama – 62 % / McCain – 37 % (15 % escrutinado)
Indiana – McCain – 51 % / Obama – 48 % (68 % escrutinado)
Kentucky – McCain – 56 % / Obama – 43 % (82 % escrutinado)
Massachusetts – Obama – 62 % / McCain – 36 % (37 % escrutinado)
Michigan – Obama – 49 % / McCain – 49 % (11 % escrutinado)
New Hampshire – Obama – 55 % / McCain – 44 % (22 % escrutinado)
Ohio – Obama – 56 % / McCain – 43 % (15 % escrutinado)
Oklahoma – McCain – 64 % / Obama – 36 % (29 % escrutinado)
Pennsylvania – Obama – 66 % / McCain – 33 % (26 % escrutinado)
Tennessee – McCain – 59 % / Obama – 40 % (39 % escrutinado)
Texas – McCain – 53 % / Obama – 46 % (8 % escrutinado)
Virginia – McCain – 50 % / Obama – 50 % (72 % escrutinado)
West Virginia – McCain – 54 % / Obama – 45 % (33 % escrutinado)

Na actualização da contagem de “Grandes Eleitores”, Barack Obama passa a dispor de uma vantagem de 199-124.

Obama é creditado com a vitória nos Estados de New York (31), Pennsylvania (21), Illinois (21), Ohio (20), Michigan (17), New Jersey (15), Massachusetts (12), Maryland (10), Minnesota (10), Wisconsin (10), Connecticut (7), New Mexico (5), New Hampshire (4), Rhode Island (4), Delaware (3), Maine (3), Vermont (3) e District of Columbia (3).

John McCain terá vencido os Estados do Texas (34), Georgia (15), Tennessee (11), Alabama (9), Louisiana (9), Carolina do Sul (8), Kentucky (8), Oklahoma (7), Arkansas (6), Kansas (6), West Virginia (5), North Dakota (3) e Wyoming (3).

A esta hora, com as projectadas vitórias na Pennsylvania e no Ohio – para além, possivelmente, da Florida -, será já possível antecipar que Barack Obama foi eleito Presidente dos EUA.

Pode continuar a acompanhar a evolução dos resultados das eleições presidenciais nos EUA, por exemplo, nos sites da CBS ou da CNN.

Anúncios

5 Novembro, 2008 at 2:42 am Deixe um comentário

Resultados parciais às 02h00

Carolina do Norte – Obama – 52 % / McCain – 48 % (24 % escrutinado)
Carolina do Sul – McCain – 58 % / Obama – 41 % (27 % escrutinado)
Connecticut – Obama – 66 % / McCain – 33 % (19 % escrutinado)
Florida – Obama – 52 % / McCain – 48 % (43 % escrutinado)
Georgia – McCain – 62 % / Obama – 37 % (28 % escrutinado)
Indiana – McCain – 51 % / Obama – 48 % (56 % escrutinado)
Kentucky – McCain – 55 % / Obama – 44 % (56 % escrutinado)
Massachusetts – Obama – 61 % / McCain – 38 % (13 % escrutinado)
Tennessee – McCain – 62 % / Obama – 37 % (14 % escrutinado)
Virginia – McCain – 52 % / Obama – 48 % (55 % escrutinado)

Na actualização da contagem de “Grandes Eleitores”, Barack Obama passa a dispor de uma vantagem de 174-100.

Obama é creditado com a vitória nos Estados de New York (31), Pennsylvania (21), Illinois (21), Michigan (17), New Jersey (15), Massachusetts (12), Maryland (10), Minnesota (10), Wisconsin (10), Connecticut (7), New Hampshire (4), Rhode Island (4), Delaware (3), Maine (3), Vermont (3) e District of Columbia (3).

John McCain terá vencido os Estados do Texas (34), Tennessee (11), Alabama (9), Carolina do Sul (8), Kentucky (8), Oklahoma (7), Arkansas (6), Kansas (6), West Virginia (5), North Dakota (3) e Wyoming (3).

5 Novembro, 2008 at 2:06 am Deixe um comentário

Resultados parciais à 01h30

Carolina do Norte – Obama – 56 % / McCain – 44 % (8 % escrutinado)
Carolina do Sul – McCain – 55 % / Obama – 44 % (10 % escrutinado)
Connecticut – Obama – 68 % / McCain – 31 % (8 % escrutinado)
Florida – Obama – 53 % / McCain – 47 % (32 % escrutinado)
Georgia – McCain – 63 % / Obama – 36 % (13 % escrutinado)
Indiana – McCain – 52 % / Obama – 47 % (41 % escrutinado)
Kentucky – McCain – 57 % / Obama – 42 % (38 % escrutinado)
Virginia – McCain – 55 % / Obama – 44 % (38 % escrutinado)

A actualização da contagem de “Grandes Eleitores” amplia a vantagem de Barack Obama: 102-45.

Obama é creditado com a vitória nos Estados de Pennsylvania (21),  Illinois (21), New Jersey (15), Massachusetts (12), Maryland (10), Connecticut (7), New Hampshire (4), Delaware (3), Maine (3), Vermont (3) e District of Columbia (3).

John McCain terá vencido os Estados de Tennessee (11), Carolina do Sul (8), Arkansas (6), Kentucky (8), Oklahoma (7) e  West Virginia (5).

5 Novembro, 2008 at 1:35 am Deixe um comentário

Resultados parciais à 01h00

Carolina do Norte – Obama – 59 % / McCain – 41 % (1 % escrutinado)
Florida – Obama – 56 % / McCain – 44 % (14 % escrutinado)
Indiana – McCain – 51 % / Obama – 48 % (27 % escrutinado)
Kentucky – McCain – 57 % / Obama – 42 % (21 % escrutinado)
Virginia – McCain – 56 % / Obama – 43 % (17 % escrutinado)

A confirmar-se a vitória de Obama na Florida, estará encontrado o vencedor destas eleições; Obama não necessitaria vencer mais nenhum battleground state… e poderia mesmo perder a Pennsylvania!

Neste momento, a contagem de “Grandes Eleitores” dá já uma ampla vantagem a Barack Obama: 81-39.

Obama é creditado com a vitória nos Estados de Illinois (21), New Jersey (15), Massachusetts (12), Maryland (10), Connecticut (7), New Hampshire (4), Delaware (3), Maine (3), Vermont (3) e District of Columbia (3).

John McCain terá vencido os Estados de Tennessee (11), Carolina do Sul (8), Kentucky (8), Oklahoma (7) e West Virginia (5).

5 Novembro, 2008 at 1:05 am Deixe um comentário

Resultados parciais às 00h30

Florida – Obama – 48 % / McCain – 34 % (1 % escrutinado)
Indiana – McCain – 52 % / Obama – 47 % (14 % escrutinado)
Kentucky – McCain – 55 % / Obama – 44 % (15 % escrutinado)
Virginia – McCain – 54 % / Obama – 46 % (3 % escrutinado)

5 Novembro, 2008 at 12:34 am Deixe um comentário

Primeiras sondagens às 00h00

À meia-noite, as primeiras sondagens “à boca das urnas” dão a vitória no Vermont (3 “Grandes Eleitores” a Obama e, no Kentucky (8 “Grandes Eleitores”), a McCain… sem surpresas.

Os outros 4 Estados (Carolina do Sul, Georgia, Indiana e Virginia) são considerados “too close to call”…

5 Novembro, 2008 at 12:03 am Deixe um comentário

Eleições Presidenciais EUA – Resultados

Ao longo desta noite, aqui acompanharei “a par e passo” a evolução dos resultados das eleições presidenciais nos EUA, com a apresentação de uma tabela, que – tendo como base de partida as tendências decorrentes das sondagens previamente divulgadas – irei progressivamente ajustando em função dos resultados efectivamente apurados, visando permitir uma percepção do pulsar desta maratona eleitoral.

Nos Estados em que se subsistia maior incerteza quanto à tendência dos resultados, as votações têm o seguinte horário de encerramento: Indiana (23h00); Florida, Georgia e Virginia (00h00); Ohio e West Virginia (00h30); Missouri (01h00); Carolina do Norte (01h30); Arizona, Colorado e Dakota do Norte (02h00); Montana e Nevada (03h00).

http://widgets.clearspring.com/o/48ffa387494151d4/49108daa10bb8c0d/49053293fe1d6987/7e54267a/-cpid/81c1079680a525a

     Estado            Obama    McCain   Grandes Eleitores
Resultados apurados
     Sub-total             -         -       -     -
Média das sondagens
  Alabama               35,0      62,0       -     9     John McCain
  Alaska                40,8      54,4       -     3     John McCain
  Arizona               43,8      47,8       -    10     John McCain
  Arkansas              41,3      52,0       -     6     John McCain
  California            58,3      34,7      55     -  Barack Obama
  Colorado              51,1      44,5       9     -  Barack Obama
  Connecticut           56,0      39,0       7     -  Barack Obama
  Delaware              56,0      41,0       3     -  Barack Obama
  District Columbia                          3     -  Barack Obama
  Florida               48,2      45,8      27     -  Barack Obama
  Georgia               45,7      50,1       -    15     John McCain
  Hawaii                68,0      27,0       4     -  Barack Obama
  Idaho                 32,0      55,0       -     4     John McCain
  Illinois              57,7      34,3      21     -  Barack Obama
  Indiana               47,4      46,7      11     -  Barack Obama
  Iowa                  52,5      40,2       7     -  Barack Obama
  Kansas                41,0      53,5       -     6     John McCain
  Kentucky              40,8      54,3       -     8     John McCain
  Louisiana             41,0      57,0       -     9     John McCain
  Maine                 54,0      37,8       4     -  Barack Obama
  Maryland              54,0      39,0      10     -  Barack Obama
  Massachusetts         60,5      34,5      12     -  Barack Obama
  Michigan              54,3      39,5      17     -  Barack Obama
  Minnesota             53,3      40,6      10     -  Barack Obama
  Mississippi           41,7      52,0       -     6     John McCain
  Missouri              48,2      47,5      11     -  Barack Obama
  Montana               45,3      47,3       -     3     John McCain
  Nebraska              37,0      56,0       -     5     John McCain
  Nevada                50,2      44,7       5     -  Barack Obama
  New Hampshire         52,3      42,0       4     -  Barack Obama
  New Jersey            54,4      37,3      15     -  Barack Obama
  New Mexico            55,0      42,7       5     -  Barack Obama
  New York              57,0      37,0      31     -  Barack Obama
  North Carolina        48,4      47,0      15     -  Barack Obama
  North Dakota          45,5      46,0       -     3     John McCain
  Ohio                  49,5      44,7      20     -  Barack Obama
  Oklahoma              35,0      59,0       -     7     John McCain
  Oregon                53,2      38,8       7     -  Barack Obama
  Pennsylvania          51,8      41,9      21     -  Barack Obama
  Rhode Island          58,0      39,0       4     -  Barack Obama
  South Carolina        40,3      54,3       -     8     John McCain
  South Dakota          41,0      50,0       -     3     John McCain
  Tennessee             38,0      54,0       -    11     John McCain
  Texas                 41,3      52,3       -    34     John McCain
  Utah                  32,0      57,0       -     5     John McCain
  Vermont               65,0      32,0       3     -  Barack Obama
  Virginia              50,8      44,5      13     -  Barack Obama
  Washington            54,8      38,9      11     -  Barack Obama
  West Virginia         42,9      50,0       -     5     John McCain
  Wisconsin             51,8      40,8      10     -  Barack Obama
  Wyoming               36,0      59,0       -     3     John McCain
    Total               50,5      43,4     375   163  Barack Obama

4 Novembro, 2008 at 6:05 pm Deixe um comentário

Eleições Presidenciais EUA – Dia D

Eleições Presidenciais EUA - 2008

No termo de uma extensíssima campanha eleitoral – que aqui fui acompanhando, semana a semana, ao longo dos últimos 12 meses, ainda antes do início das Primárias –, eis-nos finalmente chegados ao “Dia D”, em que os estado-unidenses elegem o novo Presidente do país.

As inúmeras sondagens realizadas contam-se já, não em centenas, mas na ordem de milhar, se considerarmos os estudos de opinião de índole nacional e estadual. E, pelo menos desde o dia 20 de Setembro, são unânimes, com as cerca de 300 sondagens nacionais desde então divulgadas a atribuirem – todas elas! – a vitória a Barack Obama.

Porém, a sondagem definitiva será aquela se hoje se concretiza, em 51 diferentes eleições – tantas quantas o número de Estados, acrescido do District of Columbia -, prevalecendo necessariamente, ainda, alguma incerteza sobre o seu desfecho.

Até porque – no que constitui uma singularidade do sistema eleitoral estado-unidense -, as votações que hoje têm o seu ponto culminante se destinam a eleger os 538 “Grandes Eleitores”, com o vencedor em cada Estado a garantir a totalidade dos representantes desse Estado (à excepção do Maine e Nebraska, em que pode haver repartição de “Grandes Eleitores” entre os dois candidatos).

Não obstante, apresento de seguida uma última actualização das tendências em cada Estado, que preparei com base nos estudos divulgados pela Pollster (considerando, para a generalidade dos casos, a média dos valores divulgados desde o passado dia 15 de Outubro).

A posição que é possível antecipar neste momento resume-se da seguinte forma:

Barack Obama– Claro favoritismo de Barack Obama (vantagem superior a 8 %) – 21 Estados (indicando-se também o correspondente número de “Grandes eleitores”): Hawaii (4 – 68,0 / 27,0 %), Vermont (3 – 65,0 / 32,0 %), Massachussetts (12 – 60,5 / 34,5 %), California (55 – 58,3 / 34,7 %), Illinois (21 – 57,7 / 34,3 %), New York (31 – 57,0 / 37,0 %), Rhode Island (4 – 58,0 / 39,0 %), New Jersey (15 – 54,4 / 37,3 %), Connecticut (7 – 56,0 / 39,0 %), Maine (4 – 54,0 / 37,8 %), Washington (12 – 54,8 / 38,9 %), Delaware (3 – 56,0 / 41,0 %), Maryland (10 – 54,0 / 39,0 %), Michigan (17 – 54,3 / 39,5 %), Oregon (7 – 53,2 / 38,8 %), Minnesota (10 – 53,3 / 40,6 %), Iowa (7 – 52,5 / 40,2 %), New Mexico (5 – 55,0 / 42,7 %), Wisconsin (10 – 51,8 / 40,8 %), New Hampshire (4 – 52,3 / 42,0 %) e Pennsylvania (21 – 51,8 / 41,9 %); para além do District of Columbia (3) – correspondendo a um total de 264 “Grandes Eleitores”.

John McCain– Claro favoritismo de John McCain (vantagem superior a 8 %) – 16 Estados: Alabama (9 – 62,0 / 35,0 %), Utah (5 – 57,0 / 32,0 %), Oklahoma (7 – 59,0 / 35,0 %), Wyoming (3 – 59,0 /36,0 %), Idaho (4 – 55,0 / 32,0 %), Nebraska (5 – 56,0 / 37,0 %), Tennessee (11 – 54,0 / 38,0 %), Lousiana (9 – 57,0 / 41,0 %), Carolina do Sul (8 – 54,3 / 40,3 %), Alaska (3 – 54,4 / 40,8 %), Kentucky (8 – 54,3 / 40,8 %), Kansas (6 – 53,5 / 41,0 %), Texas (34 – 52,3 / 41,3 %), Arkansas (6 – 52,0 / 41,3 %), Mississippi (6 – 52,0 / 41,7 %) e Dakota do Sul (3 – 50,0 / 41,0 %) – correspondendo a um total de 127 “Grandes Eleitores”.

Sendo a vitória nestas eleições alcançada com a obtenção de 270 “Grandes Eleitores”, neste cenário tudo parece jogar a favor de Barack Obama (no Estado, dos anteriormente referidos, em que a vantagem média é menor – Pennsylvania, 9,9 % -, acumula, desde 15 de Outubro, um total de 36 sondagens que, unanimente, lhe atribuem o favoritismo), enquanto que John McCain mais não pode fazer que esperar um milagre nos restantes 13 Estados (obter pelo menos 143 dos 147 “Grandes Eleitores em disputa), os quais apresentam as seguintes tendências:

  • Colorado (9) – média de 13 sondagens: Obama, 51,1 % / McCain, 44,5 %
  • Virgínia (13) – média de 18 sondagens: Obama, 50,8 % / McCain, 44,5 %
  • Nevada (5) – média de 10 sondagens: Obama, 50,2 % / McCain, 44,7 %
  • Ohio (20) – média de 26 sondagens: Obama, 49,5 % / McCain, 44,7 %
  • Florida (27) – média de 28 sondagens: Obama, 48,2 % / McCain, 45,8 %
  • Carolina Norte (15) – média 23 sondagens: Obama, 48,4 %/McCain, 47,0 %
  • Indiana (11) – média de 10 sondagens: Obama, 47,4 % / McCain, 46,7 %
  • Missouri (11) – média de 11 sondagens: Obama, 48,2 % / McCain, 47,5 %
  • Dakota Norte (3) – média 2 sondagens:  McCain, 46,0 % /Obama, 45,5 %
  • Montana (3) – média de 7 sondagens:  McCain, 47,3 % / Obama, 45,3 %
  • Arizona (10) – média de 8 sondagens:  McCain, 47,8 % / Obama, 43,8 %
  • Georgia (15) – média de 13 sondagens:  McCain, 50,1 % / Obama, 45,7 %
  • West Virginia (5) – média de 9 sondagens:  McCain, 50,0 % /Obama, 42,9 %

Mais logo à noite, aqui acompanharei “a par e passo” a evolução dos resultados das eleições presidenciais nos EUA.

4 Novembro, 2008 at 7:46 am Deixe um comentário

Eleições americanas 2008

Em mais uma iniciativa promovida por Paulo Querido, na qual tenho a satisfação de colaborar, encontra-se já disponível online uma página agregadora interactiva referente à cobertura das eleições presidenciais americanas de 2008, na qual todos podem participar, seja com os seus blogues, via Twitter ou através do delicious.

Também para acompanhar aqui

31 Outubro, 2008 at 8:10 am 1 comentário

Eleições Presidenciais EUA – 2008 (L)

Eleições Presidenciais EUA - 2008

Entrámos já na recta final da campanha para as eleições presidenciais nos EUA, agora apenas a uma semana do “Dia D”; com base nas 100 sondagens nacionais divulgadas desde 15 de Outubro, a vantagem de Obama terá estabilizado em torno de 7 pontos percentuais (50,2 % – 43,0 %), ao mesmo tempo que parece beneficiar de favoritismo na generalidade dos “Estados-chave”, em que as eleições se decidirão (John McCain não terá conseguido concretizar a necessária inversão de tendência, que parecia esboçar em alguns desses Estados).

Nesta altura, subsiste apenas a dúvida sobre se as votações do próximo dia 4 virão ou não confirmar essas tendências, as quais, em alguns casos – não obstante a sua consistência em termos gerais -, se traduzem por diferenças que não se afastam das “margens de erro” características de cada sondagem.

Sendo a eleição decidida com a obtenção de 270 “Grandes Eleitores”, John McCain continuaria a ter de somar um mínimo de 104 dos 119 “Grandes Eleitores” em disputa nos Estados ainda “indefinidos” (indicando-se de seguida os valores médios das sondagens divulgadas desde 15 de Outubro):

  • Dakota Norte (3) – 1 sondagem: Obama, 45,0 % / McCain, 45,0 %
  • Carolina Norte (15) – média 12 sondagens: Obama, 48,4 %/ McCain, 46,8 %
  • Missouri (11) – média de 5 sondagens: Obama, 48,4 % / McCain, 46,4 %
  • Florida (27) – média de 14 sondagens: Obama, 48,2 % / McCain, 45,7 %
  • Nevada (5) – média de 4 sondagens: Obama, 49,3 % / McCain, 46,0 %
  • Ohio (20) – média de 11 sondagens: Obama, 49,3 % / McCain, 44,9 %
  • Indiana (11) – média de 3 sondagens: McCain, 49,3 % / Obama, 44,3 %
  • West Virginia (5) – média de 7 sondagens: McCain,48,9 % / Obama, 43,1 %
  • Colorado (9) – média de 6 sondagens: Obama, 51,2 % / McCain, 45,0 %
  • Virginia (13) – média de 10 sondagens: Obama, 51,1 % / McCain, 44,2 %

A consumar-se a vitória de Barack Obama no Colorado e na Virginia, o resultado destas eleições estaria traçado…

Também a ler, uma apresentação preparada por Pedro Magalhães (Margens de Erro), coligindo uma série de dados sobre os fundamentals desta eleição, para além de blogue de repórteres da Antena1, em cobertura das eleições presidenciais estado-unidenses.

P. S. Para além do imprescindível “Eleições Americanas de 2008” de Nuno Gouveia, José Gomes André acaba de dar início ao “Era uma vez na América“, blogue sobre Cultura e Política nos Estados Unidos, que o autor espera transformar «num espaço de reflexão e informação sobre a política norte-americana, quer na sua dimensão histórico-filosófica, quer em relação aos principais eventos da actualidade».

28 Outubro, 2008 at 12:36 pm 2 comentários

Artigos Mais Antigos Artigos mais recentes


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Janeiro 2019
S T Q Q S S D
« Dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.