O Pulsar do Campeonato – 3ª Jornada

9 Outubro, 2022 at 11:00 am Deixe um comentário

(“O Templário”, 06.10.2022)

A jornada anterior (com um total de 28 golos apontados) tinha sido já bastante profícua, mas, a 3.ª ronda, disputada no passado Domingo, elevou a fasquia para 35 (uma média de quase 4,5 golos/jogo – sendo que o desafio de Tomar foi o único em que não se atingiram os três golos). Num arranque com algumas similitudes face ao da época passada, o par formado por União de Tomar e Fazendense (de novo muito afirmativo) partilha a liderança, tal como, na temporada precedente, ocupava também, por esta altura, os dois primeiros lugares da pauta classificativa.

Destaques – O primeiro destaque vai precisamente para a formação das Fazendas de Almeirim: se, há um ano, goleara o Torres Novas por 6-2, pois, voltou a aplicar “chapa 6”, desta feita sem resposta dos torrejanos – entrou em campo a ganhar, abrindo o activo logo no primeiro minuto; o 2-0, obtido ainda antes do quarto de hora, a definir a contenda, subsistiria até ao intervalo, sendo que, na segunda metade, a contagem continuaria a elevar-se paulatinamente, até à “meia-dúzia”.

Mantendo a sua baliza inviolada, somando já nove golos marcados, o Fazendense é, por ora, detentor dos registos de “melhor ataque” (a par do Amiense) e “melhor defesa”, com o pleno de nove pontos conquistados, nas três jornadas iniciais, do que decorre o inerente 1.º lugar.

O “jogo grande” do último fim-de-semana disputou-se no Campo da Azenha, em Amiais de Baixo, com o Amiense a travar o início vitorioso do recém-promovido Águias de Alpiarça, impondo-se, no termo de uma partida empolgante, por 5-3!

Os locais marcaram primeiro, ainda antes dos cinco minutos, mas o Águias ripostou de pronto, colocando-se mesmo em vantagem, iam decorridos 35 minutos, vindo a chegar-se ao intervalo com uma igualdade a duas bolas. No recomeço, ao terceiro golo do Amiense, logo no minuto inicial, respondeu de novo (só quatro minutos volvidos) a turma visitante, colocando o “placard” em 3-3. Por fim, entre os 63 e os 79 minutos, os dois tentos que desnivelariam o resultado.

A par do Amiense, o 3.º posto é repartido com o Salvaterrense – ambos com sete pontos, somente dois abaixo do duo da frente –, com a formação de Salvaterra de Magos, tal como sucedera na época passada, a ter um excelente começo de campeonato. Recebendo o Mação, que fazia o terceiro jogo sucessivo em terreno alheio, os donos da casa repetiram a marca de quatro golos registada ante esse mesmo adversário um ano antes (4-4 no jogo precedente), mas, desta feita, impuseram aos maçaenses o terceiro desaire (!) em outros tantos jogos, ganhando por 4-2.

Ainda uma nota final de realce para o triunfo do Samora Correia no Entroncamento, por 2-1, com o emblema da cidade ferroviária – promovido, tal como o Águias e Fátima, do escalão secundário –, depois de entrada forte no campeonato, a somar segunda derrota, caindo já até ao 10.º posto.

Surpresas – A maior surpresa da jornada terá sido a concludente vitória averbada pelo Alcanenense em Fátima, por 3-0 (“hat-trick” de Moises Iabna), com o recente Campeão da II Divisão Distrital, para já, com um único ponto obtido, posicionando-se no antepenúltimo lugar, aquém das expectativas. Ao invés, o conjunto de Alcanena somou segundo triunfo sucessivo pela mesma marca, partilhando agora o 6.º lugar com o Águias de Alpiarça.

Surpresa ainda maior esteve prestes a acontecer em Ferreira do Zêzere, onde o então “lanterna vermelha”, Benavente, chegou ao minuto 90, de forma absolutamente imprevista, a ganhar por 2-0… para, já em período de compensação, os ferreirenses conseguirem ainda, “do mal, o menos”, restabelecer o empate, com golos apontados por Fábio Vieira e Tiago Vieira, este com o tempo adicional concedido pela jovem árbitra, Ana Rita Marques, mesmo a expirar.

Confirmações – Nos outros dois encontros, os desfechos dos desafios eram de alguma forma expectáveis, embora se pudesse antever uma tarde mais tranquila por parte dos tomarenses.

De facto, o U. Tomar somou a terceira vitória por margem tangencial neste campeonato: após o 2-1 da estreia com o Abrantes e Benfica, e o apertado 3-2 em Torres Novas, ganhou agora ao Cartaxo mercê de um solitário tento – num jogo que nada teve a ver com o que, a 15 de Maio último, tinha culminado numa retumbante goleada por 10-0…

Os unionistas assumiram, naturalmente, o domínio do jogo, mas que, ao longo do tempo, não conseguiram traduzir em soberanas oportunidades para marcar, o que, em paralelo, proporcionou ao Cartaxo ir reforçando a confiança e a esperança em poder levar, pelo menos, um ponto de Tomar. O tento que ditou o vencedor, de belo efeito, numa “bicicleta” de José Maria, chegaria a meio da segunda parte, depois de os visitados terem criado já outra ocasião de grande perigo.

Em Ourém, com o Atlético local a disputar o terceiro jogo sucessivo em casa, voltou a registar-se um empate, a duas bolas, na recepção ao Abrantes e Benfica, com os abrantinos a estrear-se a pontuar no campeonato. Por duas ocasiões os forasteiros estiveram em vantagem no marcador, mas, de ambas as vezes, essa posição foi de muito curta duração, com a curiosidade de os quatro tentos terem sido marcador por dois “Diogos”, ambos a bisar: Diogo Mateus e Diogo Gameiro.

Taça do Ribatejo – Numa fase inicial, de grupos, reservada apenas aos clubes que militam na II Divisão Distrital, após a disputa da segunda jornada – sendo que a terceira e última foi agendada para o feriado de 5 de Outubro –, Glória do Ribatejo, Espinheirense e Caxarias (com o estreante treinador, Telmo Ferreira, a ter bons princípios), únicas equipas que bisaram o triunfo nas duas primeiras rondas iniciais, garantiram já o apuramento para a fase seguinte da competição.

Taça de Portugal – Não há já qualquer representante do Distrito na “prova rainha” do futebol em Portugal. Tal como sucedera na eliminatória inicial, não tendo deslustrado, U. Santarém e Coruchense viram-se impotentes para contrariar os superiores argumentos de adversários da II Liga: os escalabitanos perderam, pela margem mínima (0-1) na recepção ao Mafra; quanto ao grupo do Sorraia, foi batido, também no seu reduto, por 0-2, pelo Trofense.

Estiveram especialmente em evidência, nesta 2.ª eliminatória da Taça de Portugal, as equipas do Belenenses, Caldas, Oliveira do Hospital e Varzim (todas da Liga 3), que eliminaram adversários da II Liga (respectivamente, Torreense, Sp. Covilhã, C. F. Estrela Amadora e Feirense). Resistem ainda em prova três clubes dos Distritais (dos 43 iniciais): Oriental, Courense e Sp. Pombal (após ter afastado, “nos penalties”, o U. Tomar, ganhou agora, por 2-0, ao Vigor da Mocidade).

Antevisão – Na 4.ª jornada da I Divisão Distrital as atenções estarão focadas, sobretudo, no Samora Correia-U. Tomar (recordando-se que os tomarenses perderam os seis pontos com este adversário na última época), Cartaxo-Fazendense (com favoritismo a pender para os visitantes) e Mação-Ferreira do Zêzere, prélio que assinala a estreia dos maçaenses em casa. Neste fim-de-semana arranca também o Distrital da II Divisão, destacando-se o jogo Marinhais-Moçarriense.

No Campeonato de Portugal, na sua 3.ª ronda, a curiosidade de dois dos representantes do Distrito receberem adversários do município de Sintra: U. Santarém-Sintrense; e Rio Maior-Pêro Pinheiro; cabendo ao Coruchense deslocar-se a Castelo Branco, para defrontar o Benfica local.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 6 de Outubro de 2022)

Entry filed under: Tomar.

Prémio Nobel da Paz – 2022 EURO 2024 – Sorteio da Fase de Qualificação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2022
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: