O Pulsar do Campeonato – 11ª Jornada

4 Dezembro, 2016 at 11:00 am Deixe um comentário

pulsar-11

(“O Templário”, 01.12.2016)

Infelizmente, foi a nota de sensação da 11.ª jornada da I Divisão Distrital: após 12 vitórias e 5 empates (em jogos do Campeonato e da Taça do Ribatejo), desde 1 de Novembro do ano passado, o União de Tomar voltou a ser desfeiteado no seu reduto, vendo, paralelamente, quebrada também a inviolabilidade das suas redes, que mantinha há já 12 jogos no campeonato, neste caso, desde 20 de Dezembro de 2015.

Destaques – O primeiro destaque desta ronda vai para a vitória do Fazendense sobre o Amiense (2-1), com o conjunto das Fazendas também a completar um ano sem perder no seu terreno, desde que, a 29 de Novembro do ano transacto foi batido pelo… Amiense. Com a derrota agora sofrida, a turma de Amiais de Baixo deixou escapar o duo da frente, registando agora um atraso de quatro pontos em relação ao líder, Riachense. Por seu lado, o Fazendense prossegue a sua caminhada ascensional, tendo subido mais um posto na tabela, para o 5.º lugar, afinal apenas a dois pontos do adversário que defrontou.

Realce também para a notável recuperação que o Torres Novas vem realizando, com mais um importante e difícil triunfo, no Cartaxo (3-2), a proporcionar aos torrejanos (ainda com um jogo em atraso) subir ao 10.º posto, enquanto os cartaxeiros caíram na zona perigosa da tabela, repartindo agora a antepenúltima posição com o At. Ouriense.

Por fim, no duelo entre dois clubes que vêm atravessando sérias crises de resultados, o Mação conseguiu enfim voltar aos triunfos (após quatro desaires sucessivos), ganhando por tangencial 3-2 aos Empregados do Comércio, que, desta forma, acumulam já uma série de seis derrotas consecutivas, começando a descolar perigosamente da “linha de água”, agora já a quatro pontos.

Surpresa – Pela segunda semana sucessiva, o U. Tomar volta a marcar presença nas surpresas, e, de novo, pela negativa, ao ser derrotado, no seu campo, pelo antepenúltimo classificado, At. Ouriense, por 0-2, por curiosidade um clube que defrontara e vencera, precisamente há um ano.

Tal como sucedera em Benavente, tendo assumido, praticamente desde o início, a iniciativa do jogo, procurando chegar ao golo o mais cedo possível, viria contudo a ser surpreendido pela táctica de contra-ataque do adversário, que aproveitou para se colocar em vantagem, vindo ainda a beneficiar de uma grande penalidade (muito contestada pelos tomarenses), mas a que o guardião unionista daria a melhor resposta, com mais uma excelente intervenção, outra vez a evitar o golo, tal como sucedera em Coruche.

No segundo tempo, a equipa continuou a porfiar, em busca do golo, a partir de determinada altura, já de forma menos organizada, arriscando tudo, abrindo espaços para a contra-ofensiva do opositor, que viria, já em tempo de compensação, a apontar o seu segundo tento, fixando o marcador num resultado que é bastante penalizador para o esforço despendido, numa partida em que os unionistas contestaram de forma veemente a arbitragem, o que levou inclusivamente o seu técnico, Lino Freitas, a declarar que renunciava ao cargo, situação cuja evolução se aguarda com expectativa, a resolver com a serenidade possível nas circunstâncias. Prejudicado por falhas próprias e por erros alheios, o União de Tomar vê-se, precisamente a uma semana de receber o guia, agora já a oito distantes pontos de atraso, tendo inclusivamente baixado à 6.ª posição.

Confirmações – Nos restantes encontros, para além do expectável empate (nulo) entre Pego e Samora Correia, os dois primeiros classificados confirmaram as suas pretensões na disputa pelo título, de forma mais afirmativa o Riachense (ganhando por categórico 3-0 em Benavente, perante o “lanterna vermelha”); com maior dificuldade no caso do Coruchense, com uma vitória pela diferença mínima (2-1) na recepção ao U. Almeirim, equipa que tarda em “encontrar-se”.

II Divisão Distrital – No distrital da II Divisão, na série A, o Caxarias, desfeiteado em Abrantes, pela U. Abrantina (2-1), cedeu a liderança ao Ferreira do Zêzere (que goleou o Aldeiense por 4-0); destaque ainda para outra goleada, com o Rio Maior a bater o histórico Tramagal por copiosa marca de 7-0… A Sul, os dois primeiros “anularam-se”, empatando (1-1) em Marinhais, um desfecho que terá agradado mais ao U. Santarém, mas do qual beneficiou especialmente o Moçarriense para, ganhando no Porto Alto (3-1) assumir a liderança da sua série, com a particularidade de se tratar de uma equipa em que militam pai (Matias) e dois filhos! Finalmente, realce também para outra goleada sofrida pelo Barrosense, desta feita em casa, perdendo com o Glória do Ribatejo por 5-0.

Campeonato de Portugal – Na retoma do curso regular da prova, as duas equipas representativas do Distrito obtiveram dois bons resultados, vencendo ambas em terreno alheio. O Fátima, ganhando em Oleiros (penúltimo classificado) por 2-0, aproveitou os desaires do Sertanense e do Operário de Lagoa, para se guindar à liderança, a par do clube da Sertã, numa série de extremo equilíbrio, com os cinco primeiros concentrados num intervalo de um ponto. Por seu lado, o Alcanenense visitou o Alcobaça, batendo o “lanterna vermelha” por 4-2, tendo ascendido assim ao 4.º lugar, agora com seis pontos de vantagem em relação à “linha de água”.

Antevisão – Na próxima jornada do Distrital da I Divisão, o “jogo grande” é o que opõe União de Tomar e Riachense, um encontro desafiante para ambas as turmas, com a curiosidade de o Coruchense ter também uma difícil saída, ao vizinho terreno do Torres Novas, mais um sério teste, ficando também a expectativa de ver se os torrejanos conseguirão dar sequência aos bons resultados que vêm averbando ultimamente.

Na II Divisão Distrital, a Norte, destaca-se o U. Atalaiense-Rio Maior; a Sul, com o novo líder a folgar, realce para o Forense-Marinhais.

No Campeonato de Portugal, o Fátima volta a defrontar o Sp. Ideal, com quem perdeu há duas semanas, mas agora no seu terreno; o Alcanenense recebe outra equipa dos Açores, o Lusitânia.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 1 de Dezembro de 2016)</p

Anúncios

Entry filed under: Tomar.

Campeonato do Mundo de Fórmula 1 – 2016 Liga dos Campeões – 6ª Jornada (Benfica – Napoli)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2016
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: