A CAIXA QUE MUDOU O MUNDO – 50 ANOS EM PORTUGAL (XVII)

6 Março, 2007 at 8:31 am Deixe um comentário

O ano de 1994 assinala o início das emissões experimentais da televisão por cabo em Portugal, que incluiria um pacote de canais falados ou legendados em português, como o Odisseia ou o Discovery.

Em Setembro de 1997, iniciavam-se as emissões da SIC Internacional, visando abranger a vasta comunidade internacional dispersa pelo mundo, com particular incidência nos países de língua oficial portuguesa.

Em 7 de Janeiro de 1998, a RTP lançava um novo canal, RTP África, transmitindo para Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Ainda no ano de 1998, a 16 de Setembro, surgia o primeiro canal temático em Portugal, via TV CABO, a Sport TV, dedicado ao desporto, que viria a revolucionar as transmissões de jogos de futebol – que passariam a ser apresentados quase diariamente, com as partidas do Campeonato Nacional a espraiar-se por Sexta, Sábado, Domingo e Segunda.

Um ano depois, a 15 de Setembro de 1999, nascia o CNL – Canal de Notícias de Lisboa, um projecto que não vingaria, vindo a ser sucedido pela SIC Notícias. Era também criado, via cabo, o Canal Parlamento; a TV Medicina / TV Saúde iniciaria as suas emissões a 11 de Agosto de 2000.

Ainda em 2000, também via cabo, surgia a SIC Gold (a 28 de Junho – espécie de canal de “memórias, repondo grandes êxitos), para, no ano seguinte, nascerem novos canais temáticos: SIC Notícias (início a 8 de Janeiro de 2001) e SIC Radical (em 23 de Abril de 2001); a par da presença na Internet, por via da SIC Online.

Entretanto, em Setembro de 2000, por via de uma nova produtora algum tempo antes surgida no mercado televisivo português (inicialmente, em associação com a SIC), a Endemol (liderada em Portugal por Piet-Hein Bakker), tinha início um novo marco, que viria a provocar grande turbulência a nível da relação de forças das audiências: o Big Brother, veículo decisivo para a escalada da TVI nos shares televisivos nacionais, acabando mesmo por – também alicerçada na produção nacional de telenovelas – conquistar a liderança.

Entry filed under: Media e Comunicação.

A CAIXA QUE MUDOU O MUNDO – 50 ANOS EM PORTUGAL (XVI) GANA – 50 ANOS DE INDEPENDÊNCIA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2007
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @1904Militancia: Apenas 5 jogadores se sagraram tetracampeões nacionais na história do Sport Lisboa e Benfica. Fejsa é um deles e foi ab… 2 hours ago
  • RT @2010MisterChip: #OJOALDATO - Thiem es el primer jugador que gana 3 sets por 7-6 en un mismo partido de Grand Slam, de 1/4 de final en a… 3 hours ago
  • RT @fjviegas: Saudações nazis ou fascistas, mais declarações palermas e racistas fazem a radiografia do Chega. Não há nenhuma forma de dar… 3 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: