“ANJOS E DEMÓNIOS" (III)

14 Setembro, 2005 at 8:20 am 1 comentário

Fiel à sua técnica narrativa e ao seu esquema argumentativo, Dan Brown usa e abusa de capítulos curtos, com um ritmo vertiginoso, engodando o leitor através de “iscos” habilmente dispostos no final de cada capítulo (similarmente à técnica “telenovelística”, em que cada capítulo encerra a história do anterior e inicia uma nova cena, que apenas tem o seu desfecho no capítulo seguinte), praticamente impossibilitando ao leitor desligar-se do livro, facilitando e impulsionando uma ávida leitura.

Tratando-se como que de um esquisso de “O Código da Vinci”, os personagens apresentam-se menos consistentes, sendo a trama bastante menos ardilosa e trabalhada.

Ainda assim, “Anjos e Demónios” não deixa de ser um trepidante “thriller”, com quase 600 páginas narrando os acontecimentos que se concentram num único dia, entre a madrugada (nos EUA) e a meia-noite (na Cidade do Vaticano) – após passagem pela Suíça -, numa angustiante contagem regressiva visando evitar a anunciada catástrofe, obra de uma organização secreta, sequiosa de vingança, ambicionando destruir a Igreja Católica.

A história inicia-se com um misterioso homicídio de um cientista (marcado a “ferro e fogo” no peito com um estranho símbolo, o ambigrama dos “Illuminati”) num laboratório de investigação – supostamente de máxima segurança –, o CERN – Conseil Européen de Recherche Nucléaire (“Centro Europeu de Pesquisa Nuclear”), localizado na Suíça, no qual é nomeadamente estudada a aceleração de partículas.

Entry filed under: Livro do mês.

ÍCONES DO SÉCULO (XLVI) – 1986 – MARILYN MONROE REALIDADE E FICÇÃO EM “ANJOS E DEMÓNIOS” (III)

1 Comentário Add your own

  • 1. Laranja com Canela  |  19 Setembro, 2005 às 12:30 am

    A quantidade de livros que se têm vendido à “custa” das obras de Dan Brown. As livrarias enchem-se de livros, com títulos, que remetem para as suas obras.Interessante fenómeno, não?

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Setembro 2005
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: