MÚSICA NOS 80’S (V)

9 Junho, 2005 at 1:36 pm 1 comentário

O ano de 1986 dá novo espaço ao romantismo de Dionne Warwick (That’s What Friends Are For) e Lionel Richie (Say You, Say Me), com o trio do top a ser completado por I Miss You, de Klymaxx. Noutro género, Robert Palmer fazia furor com Addicted to Love.

O álbum do ano pertenceu a Whitney Houston (Whitney), destacando-se ainda Bruce Springsteen (Bruce Springsteein & the E St. Band Live 75-85), Bon Jovi (Slippery When Wet) e True Blue, de Madonna,

Em 1987, é a vez da irreverência de Walk Like an Egyptian, das Bangles, acompanhada pelos Heart (Alone) e Gregory Abbott (Shake You Down). Os Whitesnake voaram também bem alto, com Here I Go Again, tal como Bon Jovi, com Livin’ On a Prayer.

A nível de álbuns, o grande destaque foi a banda sonora de Dirty Dancing, a par de Whitney – prolongando o êxito do ano anterior –, Joshua Tree (dos U2) e ainda Bad (de Michael Jackson).

[2363]

Entry filed under: Música.

MUNDIAL 2006 MÚSICA NOS 80’S (VI)

1 Comentário

  • 1. tron  |  12 Junho, 2005 às 8:22 pm

    jornalismo puro os meus parabéns quando poderes passa no meu blog e da a tua opinião esta uma peça perfeita


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2005
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: