Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins – 1ª Fase – 1ª jornada

Grupo A
20.06.15 – Angola – Holanda – 7-2
20.06.15 – França – Espanha – 1-6
21.06.15 – Espanha – Angola –
21.06.15 – Holanda – França –
23.06.15 – Espanha – Holanda –
23.06.15 – França – Angola –

1º Angola e Espanha, 3; 3º Holanda e França, 0

Grupo B
20.06.15 – Argentina – Suíça – 7-1
20.06.15 – Moçambique – Inglaterra – 6-3
21.06.15 – Inglaterra – Argentina –
21.06.15 – Suíça – Moçambique –
23.06.15 – Suíça – Inglaterra –
23.06.15 – Argentina – Moçambique –

1º Argentina e Moçambique, 3; 3º Inglaterra e Suíça, 0

Grupo C
21.06.15 – Brasil – Áustria –
21.06.15 – Portugal – Alemanha –
22.06.15 – Alemanha – Brasil –
22.06.15 – Áustria – Portugal –
23.06.15 – Alemanha – Áustria –
23.06.15 – Portugal – Brasil –

1º Portugal, Brasil, Alemanha e Áustria, 0

Grupo D
21.06.15 – Chile – África do Sul –
21.06.15 – Itália – Colômbia –
22.06.15 – África do Sul – Itália –
22.06.15 – Colômbia – Chile –
23.06.15 – África do Sul – Colômbia –
23.06.15 – Chile – Itália –

1º Chile, Itália, Colômbia e África do Sul, 0

20 Junho, 2015 at 9:39 pm Deixe o seu comentário

Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins – 2015

Teve hoje início, em La Roche-sur-Yon (França), a 42ª edição do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, com os 16 países participantes repartidos nos seguintes grupos:

  • Grupo A – Espanha, França, Angola e Holanda
  • Grupo B – Argentina, Moçambique, Suíça e Inglaterra
  • Grupo C – Portugal, Brasil, Alemanha e Áustria
  • Grupo D – Chile, Itália, África do Sul e Colômbia

Na 1ª fase da prova, Portugal defrontará sucessivamente as seguintes selecções: Alemanha (amanhã); Áustria (segunda-feira);  e Brasil (terça-feira).

Os 2 primeiros classificados de cada grupo apuram-se para os 1/4 Final – a disputar na quinta-feira -, cruzando-se os apurados do Grupo A com os do Grupo B, e os do Grupo C com os do Grupo D.

Nas 41 edições anteriores, Portugal sagrou-se Campeão do Mundo por 15 vezes (1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1956, 1958, 1960, 1962, 1968, 1974, 1982, 1991, 1993 e 2003); tendo sido recentemente superado pela Espanha, que soma 16 títulos (1951, 1954, 1955, 1964, 1966, 1970, 1972, 1976, 1980, 1990, 2001, 2005, 2007, 2009, 2011 e 2013); a Argentina foi Campeã por 4 vezes (1978, 1984, 1995 e 1999); a Itália conquistou igualmente 4 títulos (1953, 1986, 1988 e 1997); e, por fim, a Inglaterra foi 2 vezes Campeã Mundial (1936 e 1939).

À excepção da edição disputada em 2007 na Suíça, a selecção de Portugal conseguiu alcançar um lugar de honra em todas as edições da prova; para além dos 15 títulos de Campeã do Mundo, foi vice-campeã mundial por 9 vezes (1951, 1953, 1954, 1964, 1966, 1970, 1972, 1990 e 1995); classificou-se em 3º lugar em 14 ocasiões (1936, 1939, 1955, 1976, 1978, 1980, 1984, 1986, 1988, 1999, 2005, 2009, 2011 e 2013); apenas por 3 vezes não atingiu o pódio, quedando-se na 4ª posição (1997 e 2001), e em 6º lugar (em 2007).

A última vez que a equipa portuguesa disputou a Final da competição foi, contudo, já há doze anos, em 2003, em Oliveira de Azeméis, prova em que conquistou o seu último título Mundial. Na última edição, realizada há dois anos em Angola, os quatro primeiros lugares foram ocupados por Espanha, Argentina, Portugal e Chile.

20 Junho, 2015 at 9:29 pm Deixe o seu comentário

Arménia – Portugal (Europeu 2016 – Qualif.)

Arménia Arménia – Roman Berezovski, Hrayr Mkoyan, Robert Arzumanyan, Gael Andonyan, Levon Hayrapetyan, Karlen Mkrtchyan (29m – Rumyan Hovsepyan), Kamo Hovhannisyan (61m – Aras Ozbiliz), Henrikh Mkhitaryan, Marcos Pizzelli, Gevorg Ghazaryan e Artur Sarkisov (72m – Ruslan Korian)

Portugal Portugal – Rui Patrício, Vieirinha, Ricardo Carvalho (78m – José Fonte), Bruno Alves, Eliseu, Tiago, João Moutinho, Fábio Coentrão (72m – Adrien Silva), Danny (63m – William Carvalho), Nani e Ronaldo

1-0 – Marcos Pizzelli – 14m
1-1 – Cristiano Ronaldo (pen.) – 29m
1-2 – Cristiano Ronaldo – 55m
1-3 – Cristiano Ronaldo – 58m
2-3 – Hrayr Mkoyan – 72m

Cartões amarelos – Rumyan Hovsepyan (85m); Tiago (33m) e Rui Patrício (90m)

Cartão vermelho – Tiago (62m)

Árbitro – Serge Gumienny (Bélgica)

Num desafio que se antevia difícil – até em função do histórico, não tendo Portugal conseguido vencer nos dois encontros disputados na Arménia – e de possível cariz determinante para a qualificação, a selecção portuguesa estava bem consciente da importância da vitória.

Porém, entrando em campo com um esquema táctico que visava libertar Cristiano Ronaldo para um papel de “ponta-de-lança”, a equipa nacional não conseguiu, logo desde nos minutos iniciais, encontrar o antídoto para obstar à superioridade revelada pela formação da casa na área nevrálgica do terreno, de tal maneira que, quando o primeiro golo chegou, aos 14 minutos, já a defesa portuguesa tinha passado por alguns calafrios.

E, no imediato, os portugueses não conseguiram inverter o cariz do jogo, acabando por beneficiar de um lance esporádico, do qual resultaria uma grande penalidade, para restabelecer a igualdade, o que possibilitaria o readquirir da confiança. Até final do primeiro tempo, não haveria grandes ocasiões de golo.

A selecção de Portugal teria então, no primeiro quarto de hora do segundo tempo, um inspirado, concentrado e determinado Cristiano Ronaldo, acreditando e porfiando sempre, o que lhe valeria a obtenção de mais dois golos, repetindo assim o “hat-trick” do jogo na Suécia, de apuramento para o Mundial 2014, oferecendo à equipa portuguesa uma confortável vantagem de 3-1.

Todavia, pouco depois, Tiago veria o segundo cartão amarelo, ficando a equipa lusa reduzida a dez elementos, o que permitiria à Arménia voltar a acreditar, ainda mais quando recolocou o marcador num tangencial 2-3.

Até final, a equipa portuguesa, mais uma vez bastante pragmática, privilegiando o resultado em detrimento da exibição, conseguiria suster as investidas adversárias, também em função das adaptações tácticas que tinha entretanto operado.

Com uma campanha nada exuberante, longe de deslumbrar, Portugal, somando o quarto triunfo consecutivo, é – caso se confirme a sanção à Sérvia – a primeira selecção a garantir, no mínimo, a presença no “play-off” (no que foi entretanto já também acompanhado pela Eslováquia), tendo o apuramento bastante bem encaminhado.

GRUPO I        Jg   V   E   D     G    Pt
1º Portugal     5   4   -   1   7 - 4  12
2º Dinamarca    5   3   1   1   8 - 4  10
3º Albânia      4   2   1   1   4 - 5   7
4º Sérvia       5   1   1   3   6 - 8   1*
5º Arménia      5   -   1   4   5 - 9   1

* Sérvia penalizada em 3 pontos pela UEFA, devido aos acontecimentos do jogo com a Albânia


6ª jornada

13.06.15 – Arménia – Portugal – 2-3
13.06.15 – Dinamarca – Sérvia – 2-0

(mais…)

13 Junho, 2015 at 11:12 pm Deixe o seu comentário

Liga dos Campeões – Final – Barcelona – Juventus

BarcelonaEntrando praticamente a ganhar, com um golo de Rakitic ao quarto minuto, o favorito Barcelona teria contudo de superar porventura inesperadas dificuldades, tendo consentido o empate, por Morata, na fase inicial da segunda parte, tendo a equipa italiana chegado a ameaçar. Porém, um golo de Suárez, e, já no final do período de compensação, outro tento de Neymar, permitiram aos catalães ganhar por 3.1, assim conquistando o troféu pela quinta vez na sua história, enquanto o clube de Turim perdeu a sua sexta final da Liga / Taça dos Campeões, passando a ser a equipa com mais finais perdidas.

No Palmarés da prova, após a disputa da 60.ª edição da Liga dos Campeões / Taça dos Campeões Europeus, são os seguintes os vencedores: Real Madrid, 10 (1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1966, 1998, 2000, 2002 e 2014); AC Milan, 7 (1963, 1969, 1989, 1990,1994, 2003 e 2007); Liverpool, 5 (1977, 1978, 1981, 1984 e 2005); Bayern München, 5 (1974, 1975, 1976, 2001 e 2013); Barcelona, 5 (1992, 2006, 2009, 2011 e 2015); Ajax, 4 (1971, 1972, 1973 e 1995); Manchester United, 3 (1968, 1999 e 2008); Inter, 3 (1964, 1965 e 2010); Benfica, 2 (1961 e 1962); Nottingham Forest, 2 (1978 e 1979); Juventus, 2 (1985 e 1996); FC Porto, 2 (1987 e 2004); Celtic (1967); Feyenoord (1970); Aston Villa (1982); Hamburger (1983); Steaua București (1986); PSV Eindhoven (1988); Crvena Zvezda (1991); Marseille (1993); Borussia Dortmund (1997); e Chelsea (2012).

Numa análise por países dos clubes que se sagram Campeões Europeus, a Espanha somou o 15.º titulo (obtidos por 2 equipas), face a 12 da Itália (3 equipas) e da Inglaterra (5 equipas), 7 da Alemanha (3 equipas), 6 da Holanda (3 equipas), 4 de Portugal (2 equipas), e 1 da Escócia, Roménia, Jugoslávia e França.

6 Junho, 2015 at 11:58 pm Deixe o seu comentário

Benfica / FC Porto / Sporting – Títulos

SLB-FCP-SCP-Títulos3

31 Maio, 2015 at 7:15 pm Deixe o seu comentário

Taça de Portugal – Palmarés

           Vencedor Finalista  Épocas (Vencedor / Finalista)

Benfica        25      10   1939-40; 1942-43; 1943-44; 1948-49;
                            1950-51; 1951-52; 1952-53; 1954-55;
                            1956-57; 1958-59; 1961-62; 1963-64;
                            1968-69; 1969-70; 1971-72; 1979-80;
                            1980-81; 1982-83; 1984-85; 1985-86;
                            1986-87; 1992-93; 1995-96; 2003-04;
                            2013-14
                            1938-39; 1957-58; 1964-65; 1970-71;
                            1973-74; 1974-75; 1988-89; 1996-97;
                            2004-05; 2012-13
FC Porto       16      12   1955-56; 1957-58; 1967-68; 1976-77;
                            1983-84; 1987-88; 1990-91; 1993-94;
                            1997-98; 1999-00; 2000-01; 2002-03;
                            2005-06; 2008-09; 2009-10; 2010-11
                            1952-53; 1958-59; 1960-61; 1963-64;
                            1977-78; 1979-80; 1980-81; 1982-83;
                            1984-85; 1991-92; 2003-04; 2007-08
Sporting       16      11   1940-41; 1944-45; 1945-46; 1947-48;
                            1953-54; 1962-63; 1970-71; 1972-73;
                            1973-74; 1977-78; 1981-82; 1994-95;
                            2001-02; 2006-07; 2007-08; 2014-15
                            1951-52; 1954-55; 1959-60; 1969-70;
                            1971-72; 1978-79; 1986-87; 1993-94;
                            1995-96; 1999-00; 2011-12
Boavista        5       1   1974-75; 1975-76; 1978-79; 1991-92;
                            1996-97/ 1992-93
V. Setúbal      3       7   1964-65; 1966-67; 2004-05
                            1942-43; 1953-54; 1961-62; 1965-66
                            1967-68; 1972-73; 2005-06
Belenenses      3       5   1941-42; 1959-60; 1988-89/ 1939-40
                            1940-41; 1947-48; 1985-86; 2006-07
Académica       2       3   1938-39; 2011-12
                            1950-51; 1966-67; 1968-69
V. Guimarães    1       5   2012-13/ 1941-42; 1962-63; 1975-76;
                            1987-88; 2010-11
Braga           1       4   1965-66
                            1976-77; 1981-82; 1997-98; 2014-15
Leixões         1       1   1960-61/ 2001-02
Beira-Mar       1       1   1998-99/ 1990-91
E. Amadora      1       -   1989-90
Atlético        -       2   1945-46; 1948-49
Marítimo        -       2   1994-95; 2000-01
Rio Ave         -       2   1983-84; 2013-14
Estoril         -       1   1943-44
Olhanense       -       1   1944-45
Torreense       -       1   1955-56
Covilhã         -       1   1956-57
Farense         -       1   1989-90
Campomaiorense  -       1   1998-99
U. Leiria       -       1   2002-03
Paços Ferreira  -       1   2008-09
Chaves          -       1   2009-10

31 Maio, 2015 at 7:06 pm Deixe o seu comentário

Finais da Taça de Portugal

Edição     Época     Vencedor     Finalista
LXXV     2014-2015   Sporting     Sp. Braga       2-2 (3-1 g.p.)
LXXIV    2013-2014   Benfica      Rio Ave         1-0
LXXIII   2012-2013   V. Guimarães Benfica         2-1
LXXII    2011-2012   Académica    Sporting        1-0
LXXI     2010-2011   FC Porto     V. Guimarães    6-2
LXX      2009-2010   FC Porto     Chaves          2-1
LXIX     2008-2009   FC Porto     Paços Ferreira  1-0
LXVIII   2007-2008   Sporting     FC Porto        2-0
LXVII    2006-2007   Sporting     Belenenses      1-0
LXVI     2005-2006   FC Porto     Setúbal         1-0
LXV      2004-2005   Setúbal      Benfica         2-1
LXIV     2003-2004   Benfica      FC Porto        2-1
LXIII    2002-2003   FC Porto     U. Leiria       1-0
LXII     2001-2002   Sporting     Leixões         1-0
LXI      2000-2001   FC Porto     Marítimo        2-0
LX       1999-2000   FC Porto     Sporting        1-1   2-0
LIX      1998-1999   Beira-Mar    Campomaiorense  1-0
LVIII    1997-1998   FC Porto     Sp. Braga       3-1
LVII     1996-1997   Boavista     Benfica         3-2
LVI      1995-1996   Benfica      Sporting        3-1
LV       1994-1995   Sporting     Marítimo        2-0
LIV      1993-1994   FC Porto     Sporting        0-0   2-1
LIII     1992-1993   Benfica      Boavista        5-2
LII      1991-1992   Boavista     FC Porto        2-1
LI       1990-1991   FC Porto     Beira-Mar       3-1
L        1989-1990   E. Amadora   Farense         1-1   2-0
XLIX     1988-1989   Belenenses   Benfica         2-1
XLVIII   1987-1988   FC Porto     V. Guimarães    1-0
XLVII    1986-1987   Benfica      Sporting        2-1
XLVI     1985-1986   Benfica      Belenenses      2-0
XLV      1984-1985   Benfica      FC Porto        3-1
XLIV     1983-1984   FC Porto     Rio Ave         4-1
XLIII    1982-1983   Benfica      FC Porto        1-0
XLII     1981-1982   Sporting     Sp. Braga       4-0
XLI      1980-1981   Benfica      FC Porto        3-1
XL       1979-1980   Benfica      FC Porto        1-0
XXXIX    1978-1979   Boavista     Sporting        1-1   1-0
XXXVIII  1977-1978   Sporting     FC Porto        1-1   2-1
XXXVII   1976-1977   FC Porto     Sp. Braga       1-0
XXXVI    1975-1976   Boavista     V. Guimarães    2-1
XXXV     1974-1975   Boavista     Benfica         2-1
XXXIV    1973-1974   Sporting     Benfica         2-1
XXXIII   1972-1973   Sporting     V. Setúbal      3-2
XXXII    1971-1972   Benfica      Sporting        3-2
XXXI     1970-1971   Sporting     Benfica         4-1
XXX      1969-1970   Benfica      Sporting        3-1
XXIX     1968-1969   Benfica      Académica       2-1
XXVIII   1967-1968   FC Porto     V. Setúbal      2-1
XXVII    1966-1967   V. Setúbal   Académica       3-2
XXVI     1965-1966   Sp. Braga    V. Setúbal      1-0
XXV      1964-1965   V. Setúbal   Benfica         3-1
XXIV     1963-1964   Benfica      FC Porto        6-2
XXIII    1962-1963   Sporting     V. Guimarães    4-0
XXII     1961-1962   Benfica      V. Setúbal      3-0
XXI      1960-1961   Leixões      FC Porto        2-0
XX       1959-1960   Belenenses   Sporting        2-1
XIX      1958-1959   Benfica      FC Porto        1-0
XVIII    1957-1958   FC Porto     Benfica         1-0
XVII     1956-1957   Benfica      Sp. Covilhã     3-1
XVI      1955-1956   FC Porto     Torreense       2-0
XV       1954-1955   Benfica      Sporting        2-1
XIV      1953-1954   Sporting     V. Setúbal      3-2
XIII     1952-1953   Benfica      FC Porto        5-0
XII      1951-1952   Benfica      Sporting        5-4
XI       1950-1951   Benfica      Académica       5-1
X        1948-1949   Benfica      Atlético        2-1
IX       1947-1948   Sporting     Belenenses      3-1
VIII     1945-1946   Sporting     Atlético        4-2
VII      1944-1945   Sporting     Olhanense       1-0
VI       1943-1944   Benfica      Estoril         8-0
V        1942-1943   Benfica      V. Setúbal      5-1
IV       1941-1942   Belenenses   V. Guimarães    2-0
III      1940-1941   Sporting     Belenenses      4-1
II       1939-1940   Benfica      Belenenses      3-1
I        1938-1939   Académica    Benfica         4-3

31 Maio, 2015 at 7:05 pm Deixe o seu comentário

Artigos mais antigos Artigos mais recentes


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Julho 2015
S T Q Q S S D
« Jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.