Kostandovo, Pazardzhik, Bulgária, faz hoje 1 ano

DSCN6457
Kostandovo

1 Julho, 2015 at 10:18 am 1 comentário

O que é a memória?

Memória - TagCloud

1 Julho, 2015 at 1:45 am Deixe o seu comentário

Portugal vice-campeão da Europa de sub-21

11059733_971357079570519_5178445906549148114_n

No termo de uma fantástica campanha, com 15 jogos de invencibilidade, somando 12 vitórias (dez delas em todos os desafios disputados na fase de apuramento) – coroadas com a estrondosa goleada de 5-0 à Alemanha – e três empates, a selecção nacional acabou por, ingloriamente (depois de ter afastado selecções como a da Holanda, Itália, Inglaterra e Alemanha), deixar escapar o título de Campeã da Europa a favor da Suécia, no desempate da marca de grande penalidade (3-4), depois de 0-0 no final dos 120 minutos de tempo regulamentar e prolongamento.

Na final de hoje, disputada em Praga, na R. Checa, a equipa portuguesa, assumindo o favoritismo que lhe era concedido, procurou, desde início, controlar o jogo, tomando a iniciativa, em busca do golo, de que é bom indício a contagem do número de cantos, em que Portugal chegou a ter uma vantagem de 8-0 (fixando-se, no final, em 9-2), com um diferencial de 57% face a 43% em termos de posse de bola. Porém, alguma infelicidade (uma bola na trave, logo nos minutos iniciais, e duas a rasar o poste, uma delas num excelente remate em arco, sem hipóteses para o guardião contrário), a par do bom desempenho do guarda-redes sueco, não permitiram concretizar em golo a superioridade então manifestada.

Todavia, à medida que o tempo foi decorrendo, o grupo português foi decaindo, de forma bem notória a nível físico, mas, porventura, também animicamente, sentindo a incapacidade de resolver a seu favor o jogo. E, nos minutos finais, e, a espaços, no prolongamento, seriam mesmo os adversários a superiorizar-se e a ameaçar a baliza, onde José Sá respondeu sempre a alto nível.

Fica a, por agora, magra consolação de apuramento para os Jogos Olímpicos do próximo ano. Que a (enorme) desilusão desta noite possa constituir o ponto de partida para futuros sucessos!

Para a história, os nomes dos jogadores que integraram este grupo, que esteve tão perto do sucesso: José Sá, Daniel Fernandes, Bruno Varela, Ricardo Esgaio, Tiago Ilori, Paulo Oliveira, Raphael Guerreiro, João Cancelo, Tobias Figueiredo, Frederico Venâncio, William Carvalho, Rafa Silva, Sérgio Oliveira, Bernardo Silva, Rúben Neves, Tozé, João Mário, Gonçalo Paciência, Iuri Medeiros, Carlos Mané, Ivan Cavaleiro, Ricardo Horta e Ricardo, dirigidos pelo seleccionador Rui Jorge.

30 Junho, 2015 at 9:51 pm Deixe o seu comentário

Prime Minister Alexis Tsipras’ statement on the latest developments

Tsipras-28-06-2015

(via)

28 Junho, 2015 at 8:09 pm Deixe o seu comentário

Information from the European Commission on the latest draft proposals in the context of negotiations with Greece

ComissaoEuropeia-Grecia
(via)

28 Junho, 2015 at 7:44 pm Deixe o seu comentário

Europeu sub-21 – 1/2 Finais – Portugal – Alemanha – 5-0

Euro sub-21-2015

Portugal tira a Alemanha do Euro. E o árbitro era grego…

(Observador)

Portugal humiliate Germany to reach European Under-21 Championship final

Portugal reached their first European Under-21 Championship final for 21 years with a victory in Olomouc that was as thrilling as it was emphatic, in doing so inflicting the mannschaft’s worst ever competitive defeat at this level.

(The Guardian)

27 Junho, 2015 at 11:35 pm Deixe o seu comentário

Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins – Final

Final – Argentina – Espanha – 6-1

3º / 4º lugar – Portugal – Alemanha – 7-3

5º / 6º lugar – Itália – França – 6-3

7º / 8º lugar – Moçambique – Chile – 8-5

9º / 10º lugar – Angola – Suíça – 4-3

11º / 12º lugar – Brasil – Áustria – 5-3

13º / 14º lugar – Colômbia – Holanda – 4-2

15º / 16º lugar – Inglaterra – África do Sul – 6-5

A Argentina sagrou-se hoje Campeã Mundial de Hóquei em Patins, conquistando o 5.º título do seu historial, colocando termo a um longo jejum de 16 anos, ao mesmo tempo que interrompe um domínio da Espanha, com cinco títulos obtidos desde 2005 (após a última vitória de Portugal), após ter perdido também, no ano passado, o Europeu. Com uma formação bastante experiente, a selecção sul-americana reagiu da melhor forma à desvantagem inicial, chegando ao intervalo já em superioridade no marcador, por 3-1. No segundo tempo, controlando muito bem o jogo, os argentinos, tal como ocorrera ontem, na 1/2 final, frente a Portugal, viriam a ampliar o marcador, atingindo, já na fase final do encontro, a rotunda marca de 6-1.

Pela 15.ª vez, em 42 edições do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, Portugal obteve o 3.º lugar, posição que repete pela quarta vez consecutiva, desde 2009; com os 15 títulos de Campeão do Mundo averbados, as 9 vezes que foi vice-campeão, e as 2 vezes em que terminou em 4.º lugar, soma agora 41 lugares de honra (em todas as edições, à excepção da de 2007, em que se quedou na 6.ª posição).

No palmarés da prova, a Espanha mantém-se na liderança, com 16 títulos (1951, 1954, 1955, 1964, 1966, 1970, 1972, 1976, 1980, 1990, 2001, 2005, 2007, 2009, 2011 e 2013), seguida de perto por Portugal, com 15 campeonatos ganhos (1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1956, 1958, 1960, 1962, 1968, 1974, 1982, 1991, 1993 e 2003), a Argentina conquistou a prova por 5 vezes (1978, 1984, 1995, 1999 e 2015); a Itália obteve 4 títulos (1953, 1986, 1988 e 1997); e, por fim, a Inglaterra foi 2 vezes Campeã Mundial, nas duas edições inaugurais da competição (1936 e 1939)

27 Junho, 2015 at 6:40 pm Deixe o seu comentário

Artigos mais antigos Artigos mais recentes


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Agosto 2015
S T Q Q S S D
« Jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.