O pulsar do campeonato – 6.ª jornada

Pulsar-6

(“O Templário”, 06.11.2014)

União perde invencibilidade

Numa jornada de empates no campeonato distrital da I Divisão (um total de quatro, em sete desafios realizados), o União de Tomar viu quebrada a sua invencibilidade, sendo desfeiteado em casa, ante o candidato Coruchense – que, por seu lado, colocou assim termo a uma série de três jogos sem ganhar, incluindo dois desaires sucessivos –, perdendo por 0-2, no primeiro jogo da época em que os tomarenses ficaram “em branco”.

O que possibilitou aos Empregados do Comércio – única equipa, de entre os sete primeiros da classificação à entrada para esta ronda, a conseguir vencer (parecendo retomar o trilho dos triunfos folgados, e sem sofrer golos, derrotando o Rio Maior por 3-0) voltar a distanciar-se na liderança, agora com quatro de pontos de avanço sobre o par formado por Fazendense e União de Tomar, e cinco pontos a mais que o trio constituído por Torres Novas, Coruchense e Pontével.

E isto porque também o Torres Novas sofreu pesado desaire caseiro, ante o Mação (que, curiosamente, não ganhava desde a ronda inaugural), perdendo por 0-3. Enquanto, por seu lado, o Fazendense não conseguiu melhor que o empate a um golo na visita a Benavente.

Nos restantes encontros desta 6.ª jornada, outras três igualdades: a dois golos, no Pontével-U. Santarém (um desfecho positivo para os escalabitanos, a “trespassarem” a posição de “lanterna vermelha” ao Rio Maior), assim como no Amiense-Barrosense (outra surpresa, com a formação de Amiais de Baixo a não conseguir engrenar neste campeonato, sem vencer há cinco jogos); não tendo U. Chamusca e Cartaxo conseguido desfazer o nulo inicial, neste caso um desfecho aparentemente de maior lógica.

No total, estes quatro empates dão também mais um pequeno contributo para que, após a disputa de seis jornadas, haja ainda um total de seis equipas (quase metade dos concorrentes) com apenas uma derrota averbada… sendo que apenas os quatro clubes da cauda da tabela (Barrosense, Amiense, U. Santarém e Rio Maior) já perderam por mais de duas vezes.

E, para além da “normal” sequência registada pelo Fazendense, sem perder desde a jornada inicial, portanto já há cinco jogos, há algumas “surpresas”: também o Benavente mantém registo similar; enquanto Mação e U. Chamusca somam quatro jornadas sucessivas sem derrota – no caso dos chamusquenses, traduzidas num ciclo de quatro empates; por fim, o Pontével não é desfeiteado há três jogos. Na situação oposta, temos o Rio Maior (a par do U. Santarém as únicas equipas ainda sem vitórias), com um ciclo de quatro desaires consecutivos.

A nível de golos marcados e golos sofridos, o destaque vai, também, em primeiro lugar, para os Empregados do Comércio – ataque mais concretizador, a par do Mação (14 golos), e defesa menos batida, posição partilhada com o Fazendense (apenas dois golos sofridos). Ao invés, reflectindo também as posições que ocupam na pauta classificativa, o Rio Maior é a equipa com menos golos marcados (quatro), sendo o U. Santarém a mais batida (18 golos sofridos).

Ora, conduz-nos esta observação ao desafiante derby que o líder enfrentará na próxima ronda, um porventura inédito U. Santarém-Empregados do Comércio, que certamente animará a cidade escalabitana. Para além deste, o desafio da jornada será o Coruchense-Torres Novas, agora com os torrejanos em posição mais desconfortável, a procurar evitar a derrota, sob pena de se atrasar ainda mais; por fim, destaque ainda para o Benavente-União de Tomar, e para o Mação-Pontével, envolvendo quatro dos oito primeiros classificados, partidas de desfecho imprevisível.

Na II Divisão Distrital, na série a Norte, o Pego prossegue a sua campanha integralmente vitoriosa, tendo ganho no Tramagal por 1-0, seguido de perto pela U. Abrantina, também com um bom triunfo, ante o vizinho Rossiense, por 3-1. O Alferrarede, empatando em casa com o Assentis, atrasou-se, distando agora já cinco pontos do guia. A Sul, o Moçarriense (ganhando 2-0 ao At. Pernes) mantém o comando, com dois pontos a mais que o Glória do Ribatejo, que não conseguiu melhor que a igualdade (1-1) no terreno do Vale da Pedra. Pior esteve o Samora Correia, perdendo em casa com o Goleganense, partilhando ambos o 3.º lugar, a três pontos do líder.

No Campeonato Nacional de Seniores, as equipas do Distrito continuam em baixa, tendo registado três derrotas, com o At. Ouriense a perder em casa com o comandante, Mafra, por 0-1; tendo o Riachense sido derrotado nas Caldas (1-2), enquanto o Alcanenense perdeu em Torres Vedras, ante o Torreense (1-3); apenas o Fátima evitou o desaire, mas sem conseguir mais que um empate (1-1) na recepção ao Eléctrico de Ponte de Sôr.

Assim, os quatro representantes no Nacional ocupam agora as quatro últimas posições da tabela classificativa, sendo de notar a quebra sofrida pelo Alcanenense – enquanto Riachense e At. Ouriense subsistem ainda, após oito jornadas (portanto à entrada para a derradeira ronda da primeira volta), em busca do primeiro triunfo. Na próxima semana, para além do confronto entre Alcanenense e Fátima, tarefas difíceis esperam os dois últimos classificados, com a formação de Riachos a receber o vice-líder, U. Leiria; e o At. Ouriense a deslocar-se a Ponte de Sôr.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 6 de Novembro de 2014)

9 Novembro, 2014 at 11:00 am Deixe o seu comentário

Liga Europa – 4ª Jornada – Resultados e Classificações

Grupo E
D. Moskva - Estoril – 1-0
Panathinaikos - PSV – 2-3

1º D. Moskva, 12; 2º PSV, 7; 3º Estoril, 3; 4º Panathinaikos, 1

Grupo J
D. Kyiv - AaB Aalborg – 2-0
Rio Ave - Steaua – 2-2

1º D. Kyiv, 9; 2º Steaua, 7; 3º AaB Aalborg, 6; 4º Rio Ave, 1

(more…)

6 Novembro, 2014 at 8:27 pm Deixe o seu comentário

Liga dos Campeões – 4ª Jornada – Resultados e Classificações

Grupo A
Malmö - At. Madrid – 0-2
Juventus - Olympiakos – 3-2

1º At. Madrid, 9; 2º Olympiakos e Juventus, 6; 4º Malmö, 3

Grupo B
Basel - Ludogorets - 4-0
Real Madrid - Liverpool – 1-0

1º Real Madrid, 12; 2º Basel, 6; 3º Liverpool e Ludogorets, 3

Grupo C
Zenit - Bayer Leverkusen – 1-2
Benfica - Monaco – 1-0

1º Bayer Leverkusen, 9; 2º Monaco, 5; 3º Zenit e Benfica, 4

Grupo D
Arsenal - Anderlecht – 3-3
B. Dortmund - Galatasaray – 4-1

1º B. Dortmund, 12; 2º Arsenal, 7; 3º Anderlecht, 2; 4º Galatasaray, 1

Grupo E
Manchester City - CSKA Moskva – 1-2
Bayern - Roma – 2-0

1º Bayern, 12; 2º Roma e CSKA Moskva, 4; 4º Manchester City, 2

Grupo F
Paris St.-Germain - APOEL – 1-0
Ajax - Barcelona – 0-2

1º Paris St.-Germain, 10; 2º Barcelona, 9; 3º Ajax, 2; 4º APOEL, 1

Grupo G
Sporting - Schalke 04 – 4-2
Maribor - Chelsea – 1-1

1º Chelsea, 8; 2º Schalke 04, 5; 3º Sporting, 4; 4º Maribor, 3

Grupo H
Shakthar Donetsk - BATE Borisov – 5-0
At. Bilbao - FC Porto – 0-2

1º FC Porto, 10; 2º Shakthar Donetsk, 8; 3º BATE Borisov, 3; 4º At. Bilbao, 1 

Ainda com duas jornadas por disputar, garantiram já o apuramento para os 1/8 final as seguintes seis equipas: Real Madrid, B. Dortmund, Bayern, Paris St.-Germain, Barcelona e FC Porto.

Nesta ronda, destaque para o triplo triunfo das equipas portuguesas, sucesso que se regista pela segunda vez na história da Liga dos Campeões, depois da última jornada da temporada de 2007-08 (então com o Benfica a ganhar em Donestsk, o FC Porto face ao Besiktas, e o Sporting frente ao D. Kiev).

5 Novembro, 2014 at 9:35 pm Deixe o seu comentário

Liga dos Campeões – 4ª Jornada (Benfica – Monaco)

BenficaBenfica – Júlio César, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, André Almeida, Andreas Samaris (62m – Lima), Eduardo Salvio, Enzo Pérez, Anderson Talisca, Nico Gaitán (90m – Tiago “Bebé”) e Derley (86m – Bryan Cristante)

MonacoMonaco – Danijel Subašić, Fabinho, Andrea Raggi, Ricardo Carvalho, Layvin Kurzawa, Jérémy Toulalan, João Moutinho, Geoffrey Kondogbia (86m – Valère Germain), Lucas Ocampos (63m – Nabil Dirar), Yannick Ferreira-Carrasco e Lacina Traoré (72m – Anthony Martial)

1-0 – Talisca – 82m

Cartões amarelos - Andreas Samaris (29m) e Enzo Pérez (38m); Lacina Traoré (26m), Ricardo Carvalho (39m), Jérémy Toulalan (56m), João Moutinho (74m) e Layvin Kurzawa (86m)

Árbitro - David Fernández Borbalán (Espanha)

4 Novembro, 2014 at 9:36 pm Deixe o seu comentário

O pulsar do campeonato – 5.ª jornada

Pulsar - 5

(“O Templário”, 30.10.2014)

Tal como aqui antevira na semana passada, os então três primeiros classificados (Empregados do Comércio, União de Tomar e Torres Novas) tinham saídas de elevado grau de dificuldade, nenhum deles tendo conseguido vencer. Pelo que o principal destaque da ronda vai para o Cartaxo, que ganhando por 2-1 ao (ainda) líder Empregados do Comércio, quebrou a invencibilidade (e a inviolabilidade das redes) dos escalabitanos.

Em função do que o União de Tomar – tendo obtido um positivo empate, a dois golos, em jogo de grande intensidade, no sempre difícil terreno do Mação – passa portanto a ser a única equipa ainda invicta nesta temporada, após a disputa da 5.ª jornada do campeonato (a que acresce um jogo da Taça Ribatejo), mantendo uma excelente 2.ª posição na pauta classificativa, reduzindo somente para um único ponto a diferença face ao guia.

No que respeita ao Torres Novas, jogando em Santarém, parecia ter o “pássaro” na mão, mas não evitaria o golo do União local, a empatar o jogo, o que representou a conquista do primeiro ponto pela turma da casa. Por outro lado, quem vem notoriamente “emergindo” é o Fazendense, com mais um categórico triunfo, desta feita frente ao Amiense, por 3-0, assim igualando os torrejanos no 3.º posto, ambos a dois pontos da liderança.

Outro realce, mas este pela negativa, foi o segundo desaire caseiro sucessivo do Coruchense, que, ao invés de ter recuperado do “trauma” da goleada sofrida ante o Fazendense, pode tê-lo agravado, ao perder, de forma inesperada, ante o “vizinho” Benavente, por 1-2. O Rio Maior não conseguiu também confirmar o ânimo que os 8-0 da Taça Ribatejo teriam proporcionado ao grupo, tendo sido surpreendido em casa pelo Pontével, perdendo por 2-3. Por fim, Barrosense e U. Chamusca, com alguma lógica, ter-se-ão equivalido, empatando a uma bola.

Algumas curiosidades ainda em relação às tendências reveladas por alguns concorrentes: três das equipas que perderam na ronda inaugural (Torres Novas, Fazendense e Benavente) não voltaram a ser derrotadas; ao invés, três outros clubes (Mação e U. Chamusca – ambos com uma série, em curso, de três empates sucessivos – e Amiense), que tinham ganho o jogo de estreia, não conseguiram (ainda) tornar a vencer…

As melhores séries actualmente em curso são as do Fazendense e Pontével, que venceram os dois últimos jogos; as piores, as do Rio Maior (três derrotas sucessivas) e do… Coruchense, que perdeu os dois encontros mais recentes que disputou.

Na classificação, tudo isto resume-se, para já, a um compactar na frente da tabela, com um quarteto no topo, separado por apenas dois pontos, seguido de perto por duas equipas agora a surpreender pela positiva, Pontével e Benavente. As principais desilusões, o Coruchense – um dos dois principais favoritos ao título, a par do Fazendense –, actualmente num sofrível 7.º lugar, a cinco pontos do comandante… mas, ressalve-se, apenas a três de Torres Novas e Fazendense; e o Amiense, que tem atrás de si apenas os três recém-promovidos (aliás, um deles, Barrosense, em igualdade pontual). As equipas de Rio Maior e do U. Santarém têm denotado dificuldades na adaptação ao “ritmo” da I Divisão.

Na Divisão secundária, o Pego, ganhando ao Alferrarede (3-1), isolou-se na liderança da série mais a Norte, beneficiando também do empate da U. Abrantina em Minde (1-1). O Assentis, depois da igualdade em Tomar, goleou o Ferreira do Zêzere por 7-0. A Sul os dois primeiros (Glória do Ribatejo e U. Almeirim) empataram entre si (2-2), o que permitiu a Samora Correia e Moçarriense (ganhando ambos por 3-0, em terreno alheio) igualarem a Glória na liderança.

No Campeonato Nacional de Seniores, as equipas do Distrito atravessam uma fase de dificuldades, nesta altura todas as quatro posicionadas na segunda metade da tabela: Riachense e At. Ouriense (dois últimos da classificação) não conseguiram desfazer o nulo em Riachos, enquanto o Fátima (agora antepenúltimo) perdeu (1-4) com o novo líder, Mafra, tendo o Alcanenense (6.º) sido surpreendido em casa, pelo Sertanense, perdendo por 1-2.

Na próxima jornada da I Divisão do Distrital, o grande destaque vai para o União de Tomar-Coruchense, necessariamente um jogo de “tripla”, mas de forte interesse serão também os desafios Benavente-Fazendense e Torres Novas-Mação. Os Empregados do Comércio reúnem favoritismo na recepção ao Rio Maior; veremos se poderá eventualmente haver surpresa…

P. S. No âmbito de pesquisa que tenho vindo a desenvolver, acabei entretanto de tomar conhecimento de alguns resultados do União de Tomar, referentes à temporada de 1951-52 (Campeonato Distrital da II Divisão), que – com base na consulta efectuada a jornais locais, de Tomar, jornais regionais (de Torres Novas e Santarém), e a jornais de índole nacional – não me tinha sido ainda, até agora, possível apurar. Dado que um desses resultados assume expressão muito significativa, traduzindo-se, efectivamente, na maior goleada sofrida pelo clube a nível de jogos oficiais, aproveito a oportunidade que me é proporcionada por “O Templário” para aqui rectificar tal omissão – ao mesmo tempo que, com a humildade devida, expresso também o meu pedido de desculpas por tal falta –, publicando uma lista actualizada das maiores goleadas, obtidas e sofridas pelo União de Tomar, em desafios de cariz oficial (jogos em que marcou, ou sofreu, oito ou mais golos, e em que, paralelamente, a diferença foi, pelo menos, de sete golos).

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 30 de Outubro de 2014)

Pulsar - 5- Quadro goleadas UT

2 Novembro, 2014 at 11:00 am Deixe o seu comentário

Artigos mais antigos Artigos mais recentes


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2014
S T Q Q S S D
« Out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.