Archive for Janeiro, 2010

Egipto tri-campeão de África

EgiptoO Egipto revalidou hoje o título de Campeão Africano – que conquista pela sétima vez em 27 edições da competição, com triunfos nas 3 últimas edições - ao vencer, na Final da Taça de África das Nações, o Gana, por 1-0.

No jogo de atribuição do 3º e 4º lugares, a selecção da Nigéria venceu a Argélia, também por 1-0.


(Fotos da autoria de Marisol Ramirez)

Palmarés da Taça de África das Nações

      Ano            Vencedor     Finalista       
1957 (Sudão)         Egipto       Etiópia      Sudão
1959 (Egipto)        Egipto       Sudão        Etiópia
1962 (Etiópia)       Etiópia      Egipto       Tunísia
1963 (Gana)          Gana         Sudão        Egipto
1965 (Tunísia)       Gana         Tunísia      C. Marfim
1968 (Etiópia)       Zaire        Gana         C. Marfim
1970 (Sudão)         Sudão        Gana         Egipto
1972 (Camarões)      Congo        Mali         Camarões
1974 (Egipto)        Zaire        Zâmbia       Egipto
1976 (Etiópia)       Marrocos     Guiné        Nigéria
1978 (Gana)          Gana         Uganda       Nigéria
1980 (Nigéria)       Nigéria      Argélia      Marrocos
1982 (Líbia)         Gana         Líbia        Zâmbia
1984 (C. Marfim)     Camarões     Nigéria      Argélia
1986 (Egipto)        Egipto       Camarões     C. Marfim
1988 (Marrocos)      Camarões     Nigéria      Argélia
1990 (Argélia)       Argélia      Nigéria      Zâmbia
1992 (Senegal)       C. Marfim    Gana         Nigéria
1994 (Tunísia)       Nigéria      Zâmbia       C. Marfim
1996 (África Sul)    África Sul   Tunísia      Zâmbia
1998 (Burkina Faso)  Egipto       África Sul   RD Congo
2000 (Nigéria/Gana)  Camarões     Nigéria      África Sul
2002 (Mali)          Camarões     Senegal      Nigéria
2004 (Tunísia)       Tunísia      Marrocos     Nigéria
2006 (Egipto)        Egipto       C. Marfim    Nigéria
2008 (Gana)          Egipto       Camarões     Gana
2010 (Angola)        Egipto       Gana         Nigéria

Títulos – Egipto (7); Gana e Camarões (4); RD Congo e Nigéria (2); Etiópia, Sudão, Congo, Marrocos, Argélia, C. Marfim, África Sul e Tunísia (1)

31 Janeiro, 2010 at 9:30 pm Deixe o seu comentário

Roger Federer vence, na Austrália, o 16º Grand Slam

Precisamente há um ano (faz amanhã…), Roger Federer era derrotado por Rafael Nadal e não conseguia evitar um choro compulsivo. Nesse momento, perante um implacável Nadal, ter-lhe-á passado pela mente a dúvida se viria a ser capaz de chegar à (então) almejada 14ª vitória em torneios do Grand Slam, que lhe permitiria igualar a marca de Pete Sampras. 

Hoje, porventura com mais facilidade do que se poderia supor – não obstante um terceiro set muito disputado – Federer, vencendo o escocês Andy Murray por 3-0 (parciais de 6-3, 6-4 e 7-6, com 13-11 no tie-break), vence novamente o Open da Austrália, elevando para 16 o número de torneios conquistados - em 22 Finais disputadas em provas do Grand Slam, num percurso vitorioso iniciado em Wimbledon em 2003:

2003 (1) – Wimbledon
2004 (3) – Austrália, Wimbledon e Open dos EUA
2005 (2) – Wimbledon e Open dos EUA (sendo semi-finalista em Roland Garros)
2006 (3) – Austrália, Wimbledon e Open dos EUA (finalista em Roland Garros)
2007 (3) – Austrália, Wimbledon e Open dos EUA (finalista em Roland Garros)
2008 (1) – Open dos EUA (finalista em Wimbledon e Roland Garros)
2009 (2) – Roland Garros e Wimbledon (finalista na Austrália e no Open dos EUA)
2010 (1) – Austrália

Para além destas 16 vitórias (6 em Wimbledon, 5 nos EUA, 4 na Austrália e 1 em Roland Garros), venceu também, já por 4 vezes (em 2003, 2004, 2006 e 2007), o “Tennis Masters Cup”; totaliza agora 62 vitórias em torneios.

Roger Federer obteve os referidos 16 triunfos frente a: Andy Roddick (EUA – 4), Andy Murray (Escócia – 2), Rafael Nadal (Espanha – 2), Andre Agassi (EUA), Fernando González (Chile), Lleyton Hewitt (Austrália), Marat Safin (Rússia), Marcos Baghdatis (Chipre), Mark Philippoussis (Austrália), Novak Djokovic (Sérvia) e Robin Soderling (Suécia). As finais perdidas em torneios do Grand Slam foram contra Rafael Nadal (5) e o argentino Juan Martin Del Potro (nos EUA, na temporada passada).

Nos últimos 19 torneios do Grand Slam (desde o Torneio de Wimbledon de 2005), Roger Federer atingiu a Final por 18 vezes, apenas tendo falhado a do Open da Austrália em 2008 (em que foi semi-finalista)!

Federer regista ainda uma espantosa série de 23 presenças consecutivas em 1/2 Finais de provas do Grand Slam, iniciada em Wimbledon em 2004.

Lista completa de todos os (até agora 24) líderes do ranking ATP, desde a sua criação, pela Associação de Tenistas Profissionais, em 1973 (há 37 anos):

(more…)

31 Janeiro, 2010 at 12:23 pm Deixe o seu comentário

OE 2010 – De onde vem e para onde vai o dinheiro (infografia – Público)

OE-2010

29 Janeiro, 2010 at 9:55 am Deixe o seu comentário

Ainda o iPad

As primeiras impressões, no:

O iPad e a terceira era da informação (no Open Culture).

A cobertura do lançamento / apresentação por Steve Jobs.

E, ainda, um “guia completo”, via Mashable.

(vídeo integral da apresentação aqui)

28 Janeiro, 2010 at 11:07 pm Deixe o seu comentário

Taça de África das Nações – 1/2 Finais

28.01.10 – Gana – Nigéria – 1-0
28.01.10 – Argélia – Egipto – 0-4

A Final da prova será disputada em Luanda no próximo dia 31 (domingo, 16 horas), entre as selecções do Gana e do Egipto (actual bi-campeão em título).

28 Janeiro, 2010 at 9:20 pm Deixe o seu comentário

Artigos mais antigos


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Janeiro 2010
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.