Archive for 20 Junho, 2005

ÍCONES DO SÉCULO (I) – 1952 – ELIZABETH TAYLOR

Coincidindo com o “início do Verão”, começo hoje a apresentação de uma série com alguns dos ícones do século (XX), que fizeram capa na revista “Esquire”, ao longo dos últimos 50 anos – naturalmente, com preponderância para personalidades de origem norte-americana. Diariamente, num total de 100 capas, por aqui passarão as imagens de algumas das figuras mais mediáticas da segunda metade do século e, também, já dos primeiros anos do novo milénio.

20 Junho, 2005 at 6:02 pm 2 comentários

MARCAS NA MEMÓRIA (I)

Em 1928, escreveu Fernando Pessoa a propósito da Coca-Cola: “Primeiro, estranha-se. Depois, entranha-se“. Este era o “slogan” previsto para o lançamento da Coca-Cola em Portugal… o qual viria a ser interdito pelas autoridades, por, alegadamente, se tratar de um produto susceptível de criar habituação!

Ao longo dos tempos, há marcas (comerciais) que, tendo deixado a sua “marca” em determinado período, passaram entretanto, por uma razão ou outra, a fazer parte da memória.

Nesta semana, proponho uma pequena viagem por algumas dessas marcas, que tendo deixado “marca”, praticamente “passaram à história”.

E, se a Coca-Cola apenas faria a sua entrada em Portugal em 1977 (!) – apesar de ser já comercializada nas então designadas províncias ultramarinas, antes do “25 de Abril” – existia já antes uma “cola”, a “Spur Cola”, da Canada Dry!

As origens da Canada Dry remontam a 1890, quando o farmacêutico John J. McLaughlin produziu uma “soda water” para mistura em sumos. A empresa seria criada em 1904, ano do nascimento do “Canada Dry Pale Dry Ginger Ale”, o “Ginger Ale” que daria fama à marca.

A introdução da “cola” na gama de produtos ocorreria apenas em 1943.

A Canada Dry seria a primeira grande companhia a lançar as suas bebidas em latas (1953) e também a percursora das bebidas sem açúcar (1964).

Em Portugal, a Unicer produziu os produtos Spur Cola, Ginger Ale e Água Tónica.

A Spur Cola – com um sabor característico, a cola -, seria vítima da forte concorrência dos anos 80 entre a Coca-Cola e a Pepsi, que viria a consagrar a primeira como líder incontestado de mercado, acabando por desaparecer (?) dos escaparates.

20 Junho, 2005 at 8:27 am 2 comentários


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2005
S T Q Q S S D
« Mai   Jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @pedro_sales: que raio de bloqueio comercial é este que permite à maior empresa russa, e braço financeiro do poder de putin, patrocinar … 2 hours ago
  • RT @pedrofmarkx: Fiquei com azia, mas o Marco já está com a cabeça fria. Não me lembro de um treinador assim no Sporting. Inteligente, frio… 4 hours ago
  • 40 golos em 8 jogos! a verdadeira loucura na Liga dos Campeões 4 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.