Archive for Fevereiro, 2005

"MEDO DE VENCER"

A imagem que transparece no final deste FC Porto – Benfica.

E, todavia, o jogo até começou de forma animada, com um cariz um pouco como reverso do encontro de Lisboa: o Benfica entrou melhor no jogo, para, cerca dos 20 minutos, o FC Porto conseguir equilibrar; até final da primeira parte, ambas as equipas pareciam ter uma disposição de conquista, jogando o jogo pelo jogo, procurando o golo (a espaços, chegou a pensar-se numa espécie de reedição do recente Benfica – Sporting para a Taça de Portugal).

Na segunda parte, e também numa inversão da partida da primeira volta, foi o FC Porto que surgiu mais dominador, com o Benfica a ir, gradualmente, “desaparecendo” do jogo.

Até que surgiu, com alguma naturalidade, o golo do FC Porto, por intermédio do inevitável McCarthy (embora na sequência de duas oportunidades perdidas pelo Benfica, com Nuno Assis a rematar ao poste e Geovanni isolado, a contornar Vítor Baía, mas a rematar já sem ângulo).

De alguma forma, talvez inesperadamente, o Benfica reagiu bem e fez por merecer o empate, que conseguiria por Geovanni, na sequência de um canto. Faltavam cerca de 10 minutos e, a partir daí, ambas as equipas denotaram o tal “medo de vencer”; ambas tiveram mais uma ou duas oportunidades de golo, mas pareciam já satisfeitas com o empate.

Resultado justo, evidentemente… como justo foi o “empate” da primeira volta.

[2108]

28 Fevereiro, 2005 at 10:35 pm

PEDRO ÁLVARES CABRAL – A VIDA E A VIAGEM (I)

PACabralPedro Álvares Cabral nasceu em Belmonte, por volta de 1467-1468, nono filho de Fernão Cabral, alcaide-mor de Belmonte e regedor da justiça real na comarca da Beira e Ribacoa, e de Isabel Gouveia.

Embora não beneficiasse das honrarias (donatarias e senhorios) acordadas ao filho primogénito, cedo ingressou como moço fidalgo na corte de D. João II (1478), ainda com o sobrenome materno de Gouveia, com o objectivo de receber uma educação própria da sua condição social, incluindo a instrução literária, assim como o uso de armas.

Viria posteriormente a prestar serviço numa praça do Norte de África, após o que, ainda jovem, casaria com Isabel de Castro, sobrinha do que viria a ser o maior governante da Índia, Afonso de Albuquerque.

Após o regresso de Vasco da Gama da Índia no Outono de 1499, dando conta ao rei das dificuldades em comerciar com os povos orientais, em Fevereiro de 1500 D. Manuel nomeia Pedro Álvares Cabral capitão-mor de uma armada de 13 navios (10 naus e três caravelas – tendo também por capitães Nicolau Coelho, Bartolomeu Dias, Diogo Dias, Sancho de Tovar, Simão de Miranda de Azevedo, Aires Gomes da Silva, Pedro de Ataíde, Vasco de Ataíde, Simão de Pina, Nuno Leitão da Cunha, Gaspar de Lemos e Luís Pires e recorrendo aos experientes pilotos Pêro Escobar, Pêro de Alenquer e Afonso Lopes), para uma segunda expedição à Índia.

Foi-lhe confiada a missão de transportar 1 500 homens para terras do Oriente (a maior frota de sempre, comparando com apenas cerca de 170 homens na primeira expedição à Índia) e conseguir restabelecer relações de amizade e alianças de comércio com o Samorim de Calecut, de forma a assegurar o domínio da rota e do comércio de especiarias, por via do estabelecimento permanente no território, tendo ainda presente a intenção de difundir o cristianismo entre os povos do Oriente.

[2107]

28 Fevereiro, 2005 at 6:01 pm 1 comentário

LÍNGUAS MINORITÁRIAS NA EUROPA (I)

Estima-se que o número de línguas autóctones faladas na Europa se aproxime de cerca de 225; sendo as mais faladas o russo, o alemão, o inglês, o francês e o italiano, não obstante, praticamente todos os países possuem mais de uma língua local.

A maior parte das línguas europeias têm uma origem comum, dita indo-europeia, agrupando-se em grandes famílias, de que são exemplo as línguas românicas, germânicas, eslavas, célticas e bálticas.

As línguas românicas reúnem o catalão, corso, espanhol, francês, italiano, ladino (língua dos judeus de origem espanhola), occitano, português, romanche, romeno e o sardo.

A família das línguas germânicas integra um ramo nórdico (dinamarquês, faroês, islandês, norueguês e sueco) e um ramo ocidental (alemão, frison, inglês, neerlandês e yiddish).

As línguas eslavas compreendem o bielorusso, búlgaro, checo, croata, eslovaco, esloveno, macedónio, polaco, russo, sérvio, sorabe e ucraniano.

As línguas célticas incluem o bretão, gaélico escocês, galês e o irlandês.

As línguas bálticas agrupam o letão e o lituano.

O grego, albanês e arménio constituem-se em famílias distintas e individuais.

Para além destas, subsistem ainda na Europa diversas línguas de origem não indo-europeia, de que se destacam: (i) no Norte, o estónio, finlandês e húngaro; (ii) no Sudeste, o azéri e o turco; (iii) a família caucasiana, com o abkhaze e o geórgio; (iv) a família afro-asiática, com o berbere, hebreu e maltês.

Outra excepção significativa é o basco, uma língua de origem desconhecida.

(continua)

Links a consultar:
http://www.ecml.at/edl/default.asp?t=celebration&l=F

[2106]

28 Fevereiro, 2005 at 12:37 pm 2 comentários

VENCEDORES DOS ÓSCARES 2005

Óscares 2005Com 4 óscares, “Million Dollar Baby” foi o grande vencedor da noite… não obstante as 5 estatuetas de “O Aviador”!

Conquistando os prémios de Melhor Filme, Melhor Realizador (Clint Eastwood), Melhor Actriz (Hilary Swank) e Melhor Actor Secundário (Morgan Freeman), “Million Dollar Baby” arrebatou praticamente todos os óscares mais importantes.

O único que lhe fugiu foi o de Melhor Actor (Jammie Foxx – Ray).

Para “O Aviador”, destaque para a Melhor actriz secundária (Cate Blanchett); venceu ainda os prémios para melhor “Fotografia”, “Direcção Artística”, “Guarda-roupa” e “Montagem”.

O prémio de melhor filme estrangeiro foi para “Mar Adentro”.

A lista completa de premiados aqui.

[2105]

28 Fevereiro, 2005 at 7:22 am

"AND THE OSCAR GOES TO…"

Esta madrugada, a partir da uma da manhã (transmissão na TVI).

O meu favorito: “Million Dollar Baby”!

[2104]

27 Fevereiro, 2005 at 1:15 pm 1 comentário

Artigos mais antigos


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2005
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.