Archive for 4 Dezembro, 2004

“BLOGOSFERA” EM 2004 (IV)

A 24 de Janeiro, a revista “Única”, do Expresso, na secção “Gente” faz referência à atribuição do prémio de melhor “blogue” do ano, atribuído pelos leitores do Ânimo ao Adufe.

O mês de Janeiro encerrava com a revelação, a 29, no “Jornalismo e Comunicação”, “em primeira mão”, de um novo livro sobre “blogues”, da autoria de António Granado e Elisabete Barbosa: “Elisabete Barbosa, do Jornalismo Digital, e António Granado, do Ponto Media são os autores do livro “Weblogs – Diário de Bordo” que vai ser lançado no próximo dia 12 de Fevereiro, pelas 18 horas, na FNAC do Norteshopping”.

A 11 de Fevereiro, Miguel Poiares Maduro escrevia, no Diário de Notícias, uma crónica tendo por temática os “blogues”, em que se destaca a afirmação de que “muita da melhor opinião que se escreve em Portugal hoje em dia encontra-se nos blogs”:

Os Blogs

Nesta coluna de «blogs» nunca falámos dos verdadeiros blogs, os originais! E, no entanto, este é um dos fenómenos mais interessantes dos últimos anos em Portugal: a emergência de uma nova comunidade crítica e de uma opinião livre de uma marca política partidária. Sejamos honestos, muita da melhor opinião que se escreve em Portugal hoje em dia encontra-se nos blogs. Importados dos Estados Unidos, começaram por trazer uma nova opinião de direita ao espaço público português, mas hoje parecem ser os blogs de esquerda que estão mais activos (a isso não será estranho o facto de, felizmente, muitos dos bloguistas de direita terem passado a colaborar, igualmente, na imprensa escrita, o mesmo não tendo sucedido, da mesma forma, à esquerda). Se quisesse ser provocador, diria que a direita chegou primeiro mas se aburguesou e que a esquerda chegou mais tarde mas é mais resistente. O que mais admiro no espaço público dos blogs, no entanto, é que a defesa de um discurso ideológico marcado e transparente coincide com a manifestação de uma notável liberdade face aos campos tradicionalmente definidos pelo discurso partidário e da opinião escrita dominante em Portugal. Simultaneamente, o assumir claro de um debate ideológico não impede a emergência de um notável respeito recíproco entre bloguistas com posições bem diferentes (que, inclusive, desenvolvem amizades e se citam mutuamente). Se há um verdadeiro espaço público em Portugal (no sentido Habermasiano de procura de um espaço de discurso universal, livre e transparente) ele encontra-se, paradoxalmente, no espaço virtual da nossa Internet.”

Há 1 ano no Memória Virtual – João Garcia – Um Sonho, Uma Paixão

[1891]

4 Dezembro, 2004 at 9:38 am


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos
Tomar - História e Actualidade
União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2004
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.